No Minho em 2008

| Partilhar

O Melhor

Cimeira confirma Instituto Ibérico de Investigação
O ano de 2008 abriu com o lançamento da primeira pedra do laboratório dedicado à investigação em nanotecnologias que os governos de Portugal e Espanha estão a patrocinar. O projecto está no terreno e é uma pedra basilar na consolidação do Minho como região do conhecimento.

Utentes da Linha Porto-Braga unem-se contra a CP
Batalha após batalha, a comissão de utentes da linha Porto-Braga tem consolidado as suas posições e sensibilizado a CP a promover as necessárias alterações no sentido de melhor os serviços ferroviários prestados. É cada vez mais consensual que é premente modificar um serviço que funciona como metro entre a Trofa e o Porto, resultando num claro prejuízo dos utentes do Minho. A cidadania activa colheu frutos relevantes em 2008.

Guimarães perspectiva Capital da Cultura numa lógica regional
A declaração de intenções que acompanhou a candidatura da cidade de Guimarães à Capital Europeia da Cultura em 2012 é verdadeiramente histórica. Perspectivar o projecto numa lógica regional é um passo importante para enterrar em definitivo os bairrismos bacocos que ainda subsistem no Minho.

O Pior

Defensor Moura, o maior localista do Minho
É uma teimosia que parece não ter fim. Depois de todos os acenos ao Porto e das bicadas contra Braga, Defensor Moura também não gosta da Comunidade Intermunicipal Minho-Lima que Viana deveria liderar. Adepto da política pequena, avançou com a proposta de um referendo absolutamente imbecil para colocar a capital de distrito à margem dos restantes nove concelhos do Alto Minho. A democracia e o municipalismo mereciam melhor.

Febre dos Shoppings
São meia dúzia os shoppings que estão em construção no quadrilátero urbano do Minho. A notícia é aterradora para o comércio tradicional e augura o esvaziar agónico dos centros das cidades, acompanhado pela inevitável degradação estrutural e social.

Região em crise continua discriminada pelo poder central
O Minho é uma das regiões socialmente mais deprimidas do país. A constituição de um grupo anti-crise deu alguma visibilidade ao momento difícil que a região está a viver, mas as medidas concretas tardam em chegar. Pelo contrário, 2008 foi o ano em que o governo voltou a deixar os transportes públicos minhotos à margem das subvenções estatais e os cidadãos mais carenciados à mercê da crise e obrigados a pagar as portagens mais caras do país.

8 comentários:

  1. "Os defensores do "Sim" alegam que Viana do Castelo deve integrar a futura Comunidade, não só para afirmar a sua liderança como capital de distrito, mas também por questões financeiras, "já que quem não aderir fica de fora dos 70 milhões de euros a contratualizar para a região no âmbito do Quadro Estratégico de Referência Nacional (QREN)".

    A ordem foi criar CIM artificiais porque há dinheiro a distribuir.

    Pressão política à margem das populações porque há massa.

    CIM sem legitimidade democrática.

    O referendo faz todo o sentido.

    Gostava que um dia só os países com regiões político-administrativas implementadas pudessem concorrer a um programa de milhares de milhões de euros da UE.

    Hoje existe o Comité de Regiões da UE como Portugal não as tem, são presidentes de Câmara por inerência a integrar o mesmo!! Ridículo.

    ResponderEliminar
  2. Caro José Manuel Faria,

    Vistas as coisas por esse ponto sou obrigado a dar-lhe alguma razão, e há também pouca democracia no proprio funcionamento da CIM quando a cada concelho é atribuido um voto sem ter em conta a população dos mesmos.

    No entanto, sendo eu de Viana e até apoiante da maioria das politicas de Defensor Moura vejo me obrigado a considerar ridicula a postura deste autarca uma vez que apoia o não simplesmente porque a pessoa que lidera a CIM Minho Lima é um inimigo de Defensor Moura.

    ResponderEliminar
  3. O Sr. Salem no seu lamento relativamente ao esquecimento do Alto Minho por parte do Pedro Morgado esqueceu:

    1.- A confirmação da construção da linha férrea Braga-Valença.

    2.- O facto de ainda não ser desta que avança uma ligação rodoviária decente entre Braga e Monção. Este melhoramento é incessantemente pedido pelos Concelhos do Alto Minho. Para quem gosta de partir esta pequena região em pedacinhos curioso que, o anseio não seja a ligação a Viana.

    ResponderEliminar
  4. AO EL SALVADOR

    Mais uma vez Braga é Minho.

    - Ligação Braga-Valença;
    - Ligação Braga-Monção.

    Braga, Braga, Braga.

    Gostava de o ouvir dizer:

    - Ligação Guimarães-Valença
    - Ligação Guimarães-Monção.
    - Ligação Guimarães-Viana do Castelo.
    - Ligação Barcelos-Viana do Castelo.

    Qualquer coisa que não tivesse Braga porque acredito que lhe iria custar muito.

    Quanto à ligação Monção-Braga é em tudo idêntica à de Monção-Viana e dizer que todos os Concelhos do Alto Minho a pedem, nunca tal tinha ouvido. Mas acho que sim, deve-se estar a referir a uma outra Auto Estrada paralela à A28, em tudo idêntica à paralela entre a A11 e a A27, em tudo idêntica à paralela entre a A28e a A29. Viva o alcatrão, viva o betão, viva a DST, viva a ABB, viva o Casais, viva a Britalar, viva tudo. O Povo paga.

    Quando progresso são auto estradas mesmo que paralelas uma à outra e a terminarem basicamente no mesmo sítio, o que se pode dizer.

    Quanto ao afirmar que o anseio não seja a ligação a Viana do Castelo, a ser verdade, só vem dar razão a quem diz que essa união só existe exclusivamene por causa dos fundos comunitários.

    Se assim é,então quem não quer a união sou eu.

    ResponderEliminar
  5. É sr. Anónimo, Braga é Minho e Valença também até prova em contrário.

    Eu referi a ligação ferroviária Braga - Valença e você preferia Guimarães - Valença. Só que em 2008 como sabe ninguém do Poder Central garantiu a execução da ligação Braga - Guimarães, condição básica para a existência duma ligação ferroviária Guimarães - Valença.

    Referi uma ligação rodoviária decente Monçao - Braga. Você preferia Guimarães - Monção. Também eu, só que em 2008 ninguém do Poder Central me garantiu a requalificação da vergonhosa ligação Braga - Guimarães.

    Braga, Braga, Braga...não é o meu cântico. Tenho 35 anos de Coimbra e sou portista. De qualquer modo antes Braga, Braga, Braga que o cântico predilecto dos Vianenses cujo Clube nem sei bem em que divisão joga.

    Betão, ABB, DST, BRITALAR, etc.
    Não sou do negócio do betão nem accionista das construtoras bracarenses.

    Fica convidado a vislumbrar desde a varanda de minha casa na Abelheira a encosta de Santa Luzia. Gostava de saber quem já construiu edifícios de todo o tipo quase até à Basílica.
    Portanto quanto a betão estamos falados.

    Bom Ano.

    ResponderEliminar
  6. Ao El Salvador de Coimbra

    Realmente parece que lhe tocaram na ferida. Se não ficasse tão nervoso teria percebido que a palavra Guimarães aparece como um simples jogo de palavras que não Braga. Poderia ter dito Póvoa do Lanhoso, Terras de Bouro, Vieira do Minho, mas disse Guimarães.

    Agora, para quem é de Coimbra e portista e que pelos visto mora em Viana do Castelo, mas própriamente na Abelheira, conhece muito pouco de Viana do Castelo. (eu nasci, cresci e espero morrer aqui).

    Eu vou ajudá-lo.

    Não existem prédios até à basílica, a cercea dos edifícios mais altos na Abelheira (acredito que se esteja a referir à via de entre os santos) estão exactamente à mesma altura das casas antigas da velha Abelheira, basta olhar quando entra na Ponte de Santa Luzia.

    A Estrada de Santa Luzia embora às curvas, tem 5 Km até à Basílica e o senhor só tem prédios com 4 / 5 andares antes de entrar na estrada de acesso à mesma, ou seja, na sua cota mais baixa.

    Eu também preferia diferente mas se o senhor conhece-se Viana do Castelo, saberia que só pode crescer para os lados por razões obvias.

    Quanto a morar em Viana do Castelo e não saber a divisão em que se encontra o SC Vianense de que eu orgulhosamente sou sócio, posso-lhe dizer, 2ª divisão B e sem complexos. Porquê?

    - Porque nunca vivemos nem antes nem agora da Câmara Municipal;

    - Porque não recebemos terrenos nem chorudos subsídios da Câmara Municipal;

    - Porque a Câmara Municipal não se empenhou a fazer um Estádio por causa de um Clube;

    - Porque temos um património de milhões que também não foi dado pela Câmara e de que poucos Clubes em Portugal se poderão gabar incluindo o SC Braga.

    A propósito, lembro-me de uma frase de um velho colega bracarense de gema e que a este propósito dizia - No Braga, nem as chuteiras são do clube pois quem as pagou foi a Câmara.

    Quanto ao dislumbrar uma paisagem, só mesmo quem conhece muito pouco desta Cidade.

    Prefiro a de Santa Luzia que já agora, também lhe digo, para que aprenda algo mais sobre Viana do Castelo, no National Geographic é tida como umas das 3 (três) mais belas do Mundo.

    Quem diria.

    Quanto ao meu canto predilecto garantidamente que nada tem a ver com o futebol, tem mais a ver com as pessoas, com o emprego, com a segurança com aquilo que entendo ser verdadeiramente importante na vida humana. Mas quanto a isso cada qual é como cada um.


    Em vez de gastarem o dinheiro no futebol seria quanto a mim bem melhor, gastar por exemplo nos Bombeiros que é no fundo no socorro das pessoas e nos dias de hoje cada vez mais importante.

    Em Viana a Câmara Municipal apostou claramente neles e hoje tem garantidamente um dos melhores Corpos de Bombeiros profissionais do país de que nós Vianenses muito nos orgulhamos.

    Se a vossa aposta foi a mesma, pois então estão de parabéns

    De um Vianense e Alto-Minhoto com muito orgulho.

    ResponderEliminar
  7. Caro anónimo "vianense",

    O seu comentário enferma de várias faltas de verdade, o que envegonha qualquer debate.

    Cumprimentos,
    PM

    ResponderEliminar
  8. Boas Noites Pedro

    Dá um único exemplo de falta de verdade a não ser que me enganei no numero da A28 que deveria ter dito A3 e que os prédios da via de entre santos tem (confirmei) 4 andares, quais arranha céus.

    Envergonhar o debate porquê? Porque te sentiste incomodado? O que eu escrevi, foi tão só uma resposta a um post de alguém (El Salvador)que no meu entender não tinha razão de ser e também no meu entender, vem no seguimento de muitos outros que constantemente se referem ao Minho quando na realidade estão a falar de Braga, quer cidade quer Distrito. E quanto a isso, temos as leituras que temos.

    Ambas são legitimas e ambas são válidas.

    A tua afirmação é algo parecida com:

    - "aquilo é feio";
    - porquê ?
    - porque é.

    Não fiquei chateado porque ninguém tem que concordar comigo, mas talvez um pouco desiludido porque não tinha nem tenho, o PM, como alguém com tão pouco poder de encaixe a comentários que não sejam do seu agrado.

    Regressarei sempre que Viana do Castelo for referida neste Blogue.

    De um Vianense de Viana do Castelo e do Alto Minho.

    E com isto, espero não estar a ferir a susceptibilidade de ninguém porque é assim que eu me revejo, Vianense e Alto Minhoto.

    Até breve.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores