Em Defesa da Moral e dos Bons Costumes [2]

| Partilhar
«É que em Braga, por esse tempo, - todos o sabem! - não havia um canto que não cheirasse a sacristia, a cacete miguelista, a ódio de cónego, de padre, de frade, de jesuíta, de casaca ou sem ele, em todo o caso formando um conjunto de miseráveis, muito devotos e tementes a Deus, mas da pior espécie, todos pensando no ventre... como bons próximos parentes dos porcos de Epicuro.»
[A. Ménici Malheiro, Braga Contemporânea]

Imaginemos que amanhã decido ir à Bertrand e, deparando-me com a tal capa pornográfica para as mentes retorcidas de alguns, alego que desato a bater em tudo e em todos se a mesma não for apreendida. Terá a PSP legitimidade para a apreender a obra? Pelos vistos, tem.

A justificação encontrada pela PSP de Braga para a medida censória de ontem não faz qualquer sentido, constituindo-se como um precedente muito perigoso para a nossa democracia. A ideia de censura preventiva não é feliz, abrindo portas a todo o tipo de condicionamento da liberdade de expressão, em nome da moral púdica e atávica de um punhado de gente que ainda não chegou ao século XXI.

A ler: Partidos e APEL criticam apreensão da PSP de Braga, Público; BE Condena Deriva Censória, Braga Bloco.

7 comentários:

  1. Um dia destes terei, certamente, um polícia a entrar-me pela sala de aulas para me apreender os livros de Ciências. Saberá esta gente que isto se aprende (com imagens e tudo!) logo no 6º ano?!
    Paz aos pobres de espírito pois deles é o Reino dos Céus!

    P.S. - Pornográfico, pornográfico, foi o sorriso do Sr. da Bragaparques ontem, à saída do tribunal, após saber que pelo crime de corrupção para pagar a "esmola" de... 5 000 euros!

    ResponderEliminar
  2. O que mais enoja em toda esta pertença moralidade e puritanismo é não apenas o aspecto da censura, mas sobretudo a misoginia encapotada nestes actos.
    Vejamos, imagens de corpos humanos nus são coisa que não faltam nas livrarias do "penico de Portugal". Quem não viu já vários livros com o "Homem Vitruviano" de Da Vinci expostos por essa Braga dentro. Esperem lá, provavelmente, todos os habitantes de Braga até já afagaram carinhosamente as perciosas do "dito cujo", fruto dessa maravilhosa forma de transmissão de doenças transeuropeia que é o euro.

    O que verdadeiramente incomoda os senhores que puxaram os cordelinhos da PSP é o facto de se tratar de uma mulher, de estar em posição de desfrute e o título do quadro.

    Portugal no seu melhor!

    JMP

    ResponderEliminar
  3. Olha, Pedro, eu fiquei estupefacto quando li a notícia num site da web. Juro que não queria acreditar. No início, achei que fosse apenas mais uma brincadeira de Carnaval... Mas, depois de verificar, cheguei à conclusão que era verdade.
    Só me pergunto: e agora, voltou a brigada dos bons costumes? E quem define esse conceito? A PSP?

    Falas na livraria Bertrand, como podias falar na FNAC ou em qualquer livraria.

    Se é para instaurar a censura preventiva, então, basta consultar as páginas de um qualquer jornal, mesmo um dos locais de Braga, para encontrar aí muita coisa que poderá ser objecto de censura.

    E já agora, porque razão este acesso de zelo, perante a depravação dos costumes, quando há tantos outros costumes, bem noticiados todos os dias na comunicação social, que não merecem nenhum tipo de atenção por parte destas ditas brigadas? Não será isto uma manobra de distracção???

    Abraço e bom Carnaval:)

    ResponderEliminar
  4. Foi com o voto de todos nós que José Sócrates obteve a maioria absoluta....

    ResponderEliminar
  5. Braga era assim "na Braga contemporânea" num autor que nasceu no séc. XIX.
    Esta imagem já prejudicou muito Braga, agora são os bracarenses que não admitem este tipo de intervenção. Condená-la é mostrar que a cidade tem recursos para não admitir isto. Todos os outros comentários não honram a cidade, Braga sabe corrigir Braga, não precisamos que nos ensinem. O delator devia ser delatado para se saber quem tem uma cabeça tão pequena e ignorante. E a PSP que teve este abuso de autoridade foi apoiada em quem?
    Mas Braga continua a ser uma cidade de discussão, de debate, de liberdade e de progresso. E que esta história sirva para vivermos melhor a cidade e não para lamentáveis frases que Braga é moralista ou sei lá.
    "Uma andorinha não faz a Primavera" mesmo que nos faça reviver 2 séculos atrás as beatas e os pais das meninas que ensinavam as filhas que era pecado fazer amor sem ser para se reproduzirem como parece alguns no séc XXI ainda pensam.

    "então, basta consultar as páginas de um qualquer jornal, mesmo um dos locais de Braga" este comentário foi bem conseguido e essas páginas que nada tem de arte mas de "carnaval" essas por razões estéticas deviam ser melhoradas ou retiradas. Desafio até esse jornal a pôr antes esta foto que é arte.

    ResponderEliminar
  6. Se tivessemos um Obama acha que isto sucedia:)
    Deixe-me convidar:
    http://ovalordasideias.blogspot.com/2009/02/discurso-do-estado-da-ncao-de-obama-o.html

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores