Serviço Público de Televisão

| Partilhar
A televisão que todos pagamos continua a ignorar parte significativa da representação nacional nas competições europeias de futebol. A negligência reiterada surge-nos como gravosa e atentatória dos princípios de diversidade e pluralidade a que a estação está obrigada.

Perante as críticas, a postura da RTP tem sido de um arrogante desprezo, dando-se ao luxo de prestar impunemente informações manifestamente falsas como justificação para as suas inaceitáveis opções. A transmissão de jogos-treino em alternativa aos desafios europeus de Sporting de Braga e Vitória de Guimarães não pode deixar de ser considerada provocatória e mesmo pornográfica.

É de todo inaceitável e incompreensível que, a dois dias de um desafio de importância capital, ainda não esteja assegurada a transmissão televisiva em sinal aberto do jogo de Basileia para território nacional. É um pecado grave demais que Guimarães e Portugal não podem jamais perdoar à autista RTP.

6 comentários:

  1. E com a confirmação do esperado. O jogo terá transmissão, sim... mas em canal codificado. Vergonhoso, como sempre!

    ResponderEliminar
  2. Pedro, sinal aberto?Não sei porquê!
    Grave é se o jogo não for transmitido por nenhum canal, mesmo codificado...
    A Liga dos Campeões também é transmitida em sinal fechado, com algumas cedências da detentora dos direitos.Confesso que não sei se o Vitória dá sequer na Sportv, mas de facto devia ser transmitido para Portugal, em aberto ou fechado...
    Se não for é grave e é aí que deve entrar o canal público, mas não não para depois se dizer que a RTP dá prejuizo...
    É natural que o jogo até possa dar prejuizo, mas mesmo assim deve ser transmitido, repito, pelo canal público.Mas também, repito, não é para depois, no final do ano se dizer que o canal deve ser entregue entregue aos pribvados porque dá prejuizo...
    O Canal público deve dar prejuizo, pura e simplesmente porque se der lucro significa que não está a cumprir o seu estatuto...
    Esta é forte não, senhores neoliberais?

    ResponderEliminar
  3. Caro contra-corrente,

    Por este andar, a RTP deve ser privatizada porque não cumpre o serviço público e ainda dá prejuízo.

    O que se está a passar é muito grave. Perante inúmeras queixas no Provedor, o seu gabinete prestou informações falsas e agora remete-se ao silêncio perante nova onda de reclamações.

    Não é admissível que a RTP transmita amigáveis quando ignora as participações europeias de outros clubes nacionais. Porque se o critério é o do lucro então não vale a pena pagarmos a RTP dos nossos impostos...

    ResponderEliminar
  4. Houve quem criticasse (a concorrência, designadamente)o facto de a RTP jogar forte no concurso da Sportv pela cedência de direitos de transmissão de jogos da Liga e de resumos para o Domingo Desportivo.Só concordo com estas criticas se o Domingo Desportivo for transmitido às 01H00 de Segunda-feira.Serviço público é também passá-lo a horas descentes e próprias para quem no dia seguinte trabalha...A TVI queria os directos e gozava com o pessoal quando seria exigivel colocar o Domingo Desportivo às 22/23 Horas, como é curial...
    Daí a necessidade do interesse público...
    Quanto à questão central é evidente que o que é dificil è haver equilibrio e bom senso entre o interesse público e o interesse lucrativo e assim nunca haverá consenso...

    ResponderEliminar
  5. Ainda há quem pense que o serviço público deve ser feito apenas pelo público.

    ResponderEliminar
  6. O serviço público tem que ser feito por todos nós, adeptos do Vitória, Braga, Gil Vicente, Académica etc.

    Como? impedindo esses jornaleiros de uma vez por todas de entrarem nos nossos estádios. Vão ver que resulta!

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores