É muita fruta...

| Partilhar
António Salvador quebrou o silêncio e denunciou os prejuízos que têm sido imputados ao Sporting de Braga na sequência de arbitragens altamente desprestigiantes para o futebol nacional. Salvador poderá ter falado tarde demais, mas a verdade é que «temos 10 pontos a menos por causa dos árbitros. Nós temos a menos, mas há quem tenha a mais uns 10 ou 15. Parece que nos querem fora da Taça UEFA

A estratégia montada pelos alcoviteiros do futebol, seja com ou sem alcoviteiras, pode custar caro às aspirações internacionais do desporto nacional. É que, goste-se ou não, o Sporting de Braga tem sido um dos maiores contribuidores para os rankings nacionais e, à excepção dos 3 grandes, é o único clube com resultados e potencial para ser cabeça de série.

A desfaçatez saiu à rua e a utilidade pública do futebol português já só reside no facto de nos mostrar, com uma naturalidade que incomoda, a miséria da essência nacional. A promiscuidade, para lá dos golos pagos com trocas de fluídos imigrados, vai do futebol à política. Enquanto se governam, uns e outros, vão alimentando este bloco central da podridão perante o silêncio enternecido da sociedade. E, como se tem visto, a justiça, esse último reduto em que depositámos vã esperança, também se senta no camarote da displicente conivência com o circo montado.

É com este desencanto enojado que folheio o Diário do Minho (texto de Pedro Vieira da Silva) e encontro, afinal, quem ainda não se reveja neste lodo fedorento. É nestes momentos que o Diário do Minho, mais que repórter regional, se converte num autêntico Diário de Portugal.

«A montanha pariu um rato. Afinal de contas, o futebol português vai de vento em popa. Não há corrupção e as arbitragens são normais. As escutas do Apito Dourado, aquelas em que se ouve Pinto da Costa a pedir favores a árbitros, e ainda um empresário ligado ao FC Porto a distribuir fruta para árbitros que iriam apitar os jogos dos dragões, não servem para nada. Também não tem mal um árbitro, que até é de Braga, ir à casa do líder da equipa portuense na véspera de um jogo.

No passado não muito longínquo, um tal de Carlos Calheiros, ou José Amorim, foi de férias para o Brasil. E fez bem. Tem muito calor por lá. Come-se bem. O FC Porto achou que o senhor precisava de apanhar uma cor e, por isso, mandou-o (a ele e a toda a sua família) para terras de Vera Cruz. A factura, da Cosmos, foi parar – por engano, claro – à sede do FC Porto que – por engano, claro – pagou.

Este ano, e já com o Apito Dourado em alta rotação, o campeonato português está ao rubro. Não há casos e tudo corre às mil maravilhas. As primeiras jornadas da prova (com penalties inventados, golos mal anulados e outros mal validados) correram bem, lindamente. Os do costume foram empurrados para cima nas primeiras rondas. Agora sem ficção. Basta ver uns segundos do Belenenses-FC Porto, do Leixões-FC Porto, do Vitória-Braga e, reportando-me à última jornada, do Sporting-Braga, do Boavista-Benfica e do Paços de Ferreira-Vitória para perceber o que se passa.

Em Portugal só existirá corrupção quando um dirigente de um clube entrar em campo, com duas “meninas” a acompanhá-lo e um envelope carregadinho de notas daquelas que um trabalhador raramente vê, e entregar a “fruta” ao árbitro. Este, com o microfone ligado, passa a factura respectiva, marca um penálti contra a equipa adversária do dirigente que lhe ofereceu a prenda e ainda expulsa quatro adversários. Aí, talvez digo eu, alguém seja punido. Aqui, ao contrário de Itália, país da Máfia, mas onde os corruptos são punidos, a Justiça é cega... e surda.»

[fotografia do projecto bragatempo]

17 comentários:

  1. Mais apito dourado?

    O Sr. Slavador é um excelente gestor de silêncios. Um grande lider! Que o digam os treinadores.

    Ontem em Carnide foram três secos e também houve apito dourado?

    O FCPorto vai ser campeão com três meses de avanço e eu acho que vou tirar este blog dos favoritos.

    A-CA-DÉ-MI-CA!

    ResponderEliminar
  2. Brioooosaaaaaa!!!

    Há alguém com as orelhas (ihihi) a arder..

    3 secas...yesssss

    ResponderEliminar
  3. É sempre tão difícil falar de futebol desapaixonadamente... Mas quem falou em Benfica?

    ResponderEliminar
  4. Sr. Pedro Morgado:

    Não me foda pois quando você nasceu já eu tinha mais anos disto que aqueles que você tem hoje.

    O grande centro da corrupção portuguesa fica e sempre ficou a 350Km daqui. Não precisa de casas pias, envelopes, somagues, Jorges Coelhos e furacões, ou precisa????

    Preocupe-se com o que é relevante para Braga. Por exemplo aquela pista de avionetas que nasceu torta (BRAGABLOG) e assim vai definhar "entalada" no três em um. Por culpa de quem?
    Do Pinto da Costa, claro!

    ResponderEliminar
  5. uma cidade de corruptos, falando sobre corrupção...
    vamos acabar primeiro com a porcaria da nossa cidade e depois vamos falar da bola...

    ResponderEliminar
  6. Há aqui Andrades para burro...
    São bons mas também se põem a jeito para os favores arbitrais...
    Principalmente há uns anos atrás...
    E as escutas nunca existiram!

    ResponderEliminar
  7. Ora cá está o Pedro (o Vieira) a destlar publicamente o que lhe vai na alma!

    Afinal de contas só há duas formas de ler o que ele escreveu:
    1. Ou acreditamos na ficção que ele escreveu, como se tivéssemos uns 7 anos de idade;
    2. Ou usamos os neurónios de forma pragmática e avaliamos as entrelinhas do que foi escrito.

    O resto é retorica de quem quer assobiar para o lado.

    ResponderEliminar
  8. O Pedro Morgado deixou cair a máscara. Ainda tenta esconder-se atrás do Braga (clube que tem um empreiteiro mediocre e parolo à frente), mas é óbvio que o seu mal é a miséria do benfica. Chama-se a isto uma imensa desonestidade intelectual. É verdade, vossa excelência é desonesto. É este o problema de muitos braguistas (não confundir com bracarenses) são uma merda que vai para o estádio com duas bandeiras, uma do Braga e outra do benfica, rapidamente se esquecem da do Braga e só erguem a do benfica)

    P.S. seja Pinto da Costa culpado do que for, mas parece-me que não existe qualquer escuta em que se ouça Pinto da Costa a escolher qualquer árbitro e muito menos a falar directamente com algum, ao contrário do texto do jornaleco que vossa excelência cita. Pelo contrário, existem escutas publicadas que mostram o presidente do Benfica a combinar árbitros com Valentim Loureiro seu parceiro na direcção da Liga.

    P.S. e antes que tenha qualquer veleidade de aludir a qualquer meu problema com Braga desde já lhe digo que não tem hipótese. Eu sou descendente directo de minhotos, tanto do lado materno como paterno. O meu pai nasceu em S. Julião de Passos. Os meu avós maternos vieram de Amorim e Laundes. Amorim, velho nome duma família que veio da Galiza, é o nome da minha família materna. Tenho família espalhada por Cabreiros, Tadim, Vilaça, Porto de Martim, Martim e Maximinos e Barcelos. E Braga é uma das minhas cidades identitárias onde passei largas temporadas da minha infância e adolescência. Provavelmente o senhor não poderá dizer o mesmo.

    P.S. o Braga apenas contribuiu com 10 pontos para o ranking UEFA nos últimos 5 anos. Nada de monta. O Guimarães apesar de ter até passado um ano da segunda divisão contribuiu com 5.

    ResponderEliminar
  9. tem razão o pedro silva. O Porto sempre foi levado ao colo pelos árbitros. Basta ver os jogos com o Enorme, o Sporting de Braga. Os portistas que aqui falam sofrem da doença de todos os outros! Parciais! Doentes! São doentes! e o jornalista ainda poderia ter escrito mais coisas. O Braga é que anda a ser roubado! Ou acham que o Porto (primeiro) e o guimarães (segundnd) é que têm sido roubados?????

    ResponderEliminar
  10. 7 anos? essa é boa amigo pedro costa. Voce pensa que engana quem? Talvez os meninos de sete anos... Nós vemos os jogos todos na TV, nos relvados. Cego é aquele que não quer ver, como você. Ou acha que as escutas foram inventadas? e as putas? e os calheiros?

    ResponderEliminar
  11. «P.S. o Braga apenas contribuiu com 10 pontos para o ranking UEFA nos últimos 5 anos. Nada de monta. O Guimarães apesar de ter até passado um ano da segunda divisão contribuiu com 5.»

    Isso quer dizer que o Braga tem o dobro dos pontos do Guimarães, portanto, é melhor.
    Também quer dizer que não desceu de divisão, portanto, confirma que é melhor!

    Sou bracarense, podia ser do Porto, dava jeito pois seria muitas vezes campeão mas, não procuro a felicidade no futebol, procuro apenas estar ao lado das minhas gentes!

    Que o Pinto da Costa foi ou é um mafioso, disso n tenho a mínima dúvida assim como n tenho dúvidas q o Sr. Pedro Silva é benfiquista ferrenho!

    Viva o Braga!

    ResponderEliminar
  12. Se Pedro Morgado for benfiquista como eu, além de braguista, só lhe fica bem...
    No meu caso nem se pode dizer que adoptei um clube de Lisboa;aos 6/7 anos de idade, sinceramenre, nem sabia de que terra era o Benfica...
    Era uma adesão ao Benfica dos anos 60 e a uma camisola de cor forte como o vermelho (ou encarnado...).

    Mas o jornalista do Diário do Minho está maluco ou quê?Será que não arrisca o desemprego, mesmo sendo trabalhador de um jornal especial...Parabens ao jornalista, porém, por ter tido a coragem de dizer a verdade.Gostei especialmente daquela "conta do Amorim que por acaso - claro - foi parar às Antas...Boa, Boa!

    ResponderEliminar
  13. Só para esclarecer alguns anónimos que lêem à pressa o que outros escrevem:

    - Conheço bem o Pedro V. Silva, camarada de luta;
    - É bom profissional, mas com direito a opinião;
    - Somos ambos simpatizantes do mesmo clube. (não que isso tenha que interferir no desempenho profissional de cada um)

    Saudações;

    saudações

    ResponderEliminar
  14. Tu é que és uma merda ó toni alves.
    És um frustrado que escolheu o porto porque estava a ganhar campeonatos na altura em que batias punhetas.
    Se tivesses nascido 30 anos antes de certeza que eras lampiao ou lagarto.
    Também não deves ter outra hipótese para torcer por um clube da 1ªliga já que deves ser um parolo de uma aldeia qualquer.

    J.Ferreira

    ResponderEliminar
  15. Falem mas é do Calabote e do tempo em que quem mandava na federação era o ben7ica, os lagartos e os pastéis!! Falem do vergonha que foi a mudança de jogo com o Estoril - que por coincidência era dominado pelo Veiga e mais um antigo dirigente do ben7ica - para o Estádio do Al-Garb!! Falem do jogo com o Estrela da Amadora, esta época!! Falem do tempo do Calabote, outra vez, em que a CUF, que jogava contra o ben7ica foi orientada pelo treinador adjunto destes!! Falem do tempo em que um dirigente do ben7ica entrou pelo balneário adentro a ameaçar o ármido de pistola em punho!!

    Os maiores cegos são aqueles que não querem ver!! E aqueles que têm dor de corno por verem os outros ganharem de forma tão evidente!! É fodido, não é?? Dá vontade de arranjar desculpas estúpidas, claro que dá. Custa mais olhar para o próprio umbigo e ver onde está o podre... palhaços...

    ResponderEliminar
  16. Por vezes julgo que ninguém conhece a história do Calabote. Repetem o nome como se este fosse as palavras mágicas que apagariam o que ninguém pode esconder. Já ninguém acredita nos resultados do Apito Dourado, mas também ninguém duvida do que se passou.

    Os adeptos do FCP podem estar agradecidos a Pinto da Costa pelos resultados, mas sabem bem que há algo de podre naquele reino.

    O futebol não é irracional, mas desperta o irracional. Se há coisa que percebo é isso. É por isso que me divirto imenso ao ler alguns comentários. É que alguns são nitidamente escritos com o cérebro desligado. Outros são simplesmente escritos por pessoas que não o necessitam de fazer.

    Um amigo disse-me um dia que se detestava por gostar de futebol. Eu que nem gosto muito de futebol reconheço-lhe um mérito: é o verdadeiro nivelador social. Mas o que seria das conversas de café sem o futebol?

    Já agora sobre o Calabote:
    http://culpadosistema.blogspot.com/2006/04/caso-inocncio-calabote.html

    Até podem achar que a fonte é parcial, mas da próxima vez que repetirem a palavra mágica "Calabote" já o fazem mais conhecedores.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores