Cultura no Minho: O Melhor de 2007

| Partilhar
Acontecimentos da Cultura
Guimarães tem novo Centro de Artes e Espectáculos
O mítico São Mamede reabriu em Dezembro com a promessa de revolucionar a cultura minhota. Complementar ao Centro Cultural Vila Flor, o novo espaço arrancou em grande conseguindo lotação esgotada numa mão cheia de espectáculos. Para além da sala de espectáculos, dispõe de uma galeria de arte, um café concerto e uma filial da consagrada livraria bracarense Centésima Página.

Famalicão recebe espólio de Mário Cesariny e Eduardo Prado Coelho
2007 foi o ano em que se soube que a cidade de Famalicão recebeu o espólio de duas figuras maiores da cultura portuguesa do século: Mário Cesariny e Eduardo Prado Coelho doaram as suas bibliotecas à Câmara Municipal de Famalicão. O Minho e Cultura agradecem.

Personalidade da Cultura
Paulo Brandão
De competência incontestada e polémico que baste, Paulo Brandão lidera a programação do Theatro que colocou Braga na rota dos grandes espectáculos culturais do país. Embora pouco consensual, a programação de Paulo Brandão tem o mérito da coerência na elitização dos espectáculos e dos públicos, quando seria muito mais fácil ceder à crítica, ziguezagueando nas opções. No entanto, quando temos a 16 km um Centro de Artes e Espectáculos que seguramente procurará artistas que garantam sucessivas casas cheias, não há grandes razões para censurar a política de um dos programadores mais cobiçado do país. Por tudo isto, Paulo Brandão merece a distinção. Que Braga saiba reconhecer e acolher os melhores.

1 comentário:

  1. Pena que a inauguração das "produções" do Teatro-Circo tenha consistido num degradante espectáculo sobre um livro de um maluco pedófilo do século XIX, levado à cena por uma ex-banda rock meio bracarense...

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores