Omissões que falam por si

| Partilhar
A propósito da eleição de Luís Filipe Meneses para o cargo de Presidente do Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular, noticia a Lusa [via Norteamos] que a ligação ferroviária entre o Porto e as cidades de Vigo, Santiago de Compostela e Corunha é outra questão que será debatida durante o mandato. Seja lapso do jornalista ou esquecimento de Luís Filipe Meneses, a verdade é que a paragem de Braga foi omitida.
Não quero crer que Luís Filipe Menezes, eleito deputado pelo círculo de Braga, se tenha esquecido da capital do Minho. É que há omissões que falam por si.

4 comentários:

  1. Pedro pelo que vejo no teu blog, acho que nao deves ter ilusoes. Infelizmente não estou a ver a ligaçao de alta velocidade a passar por Braga.
    Lembra-te que estas coisas são delineadas pensando à escala ibérica, Portugal e Espanha, Lisboa e Madrid.

    Acho que é como o Garcia disse. Só se o noroeste fosse independente é que a ligação ferroviária passaria por Braga para se potencializar o noroeste ao máximo e também por responsabilidades históricas, já que Braga era a antiga capital do noroeste e tambem porque actualmente é das cidades mais importantes desta area. Mas como disse, pensando à escala ibérica não estou a ver eles preocuparem-se em incluir Braga.

    ResponderEliminar
  2. Braga?? Onde fica Braga?? Fica em Portugal? É na Galiza não é?

    ResponderEliminar
  3. Num eventual cenário de regionalização, tenho sérias dúvidas que Braga tire benefícios de ficar dependente de um centro de decisões no Porto por comparação com o actual centro de decisões em Lisboa.

    Esta omissão de LFM, nem sequer se pode considerar como sendo um/o prenúncio dessa relação.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores