Clonagem Terapêutica

| Partilhar
A Espanha tornou-se no 4º país europeu (depois de Reino Unido, Bélgica e Suécia) a autorizar a clonagem terapêutica com criação de células estaminais genticamente idênticas a um paciente. O Congresso Espanhol aprovou a nova lei com o voto de todos os partidos políticos, à excepção do PP que votou contra.

O editorial de ontem do matutino El Pais, revela que o PP espanhol "ha elegido alinearse con la Iglesia católica en el rechazo a unas investigaciones cuyo objetivo es probar nuevos fármacos y explorar tratamientos para enfermedades ahora incurables."

Sabendo que o objectivo da clonagem terapêutica é a obtenção de tecidos transplantáveis a partir de células do próprio paciente, esta oposição do PP e da Igreja Católica surge-nos como absolutamente disparatada e castradora do direito à saúde de todos os cidadãos. Até a pesquisa de tratamentos para as doenças mais terríveis deve estar sujeita a estritas regras éticas mas, neste caso, não é, aparentemente, disso que se trata. A atitude do PP e da Igreja Católica, não podendo resultar de confusão com a clonagem reprodutiva, é mais um sinal de que preferem continuar a encomendar a alma dos que são terrivelmente acometidos por doenças (até agora) mortais do que investir na investigação e no tratamento das suas patologias.

5 comentários:

  1. enfim estes gajos são mesmo estupidos, não ha palavras

    vêm sempre com a etica, parece que nao tem noçao da realidade.

    a clonagem e investigaçao genetica desde que não seja para modificar os genes dos humanos que depois entraria na linhagem de descendentes e provocaria várias novas doenças, é positiva e não tem risco nenhum.

    Este gente da igreja é mesmo burra.

    Já vi varios documentarios de doentes em cadeiras de rodas ou a sofrer que precisavam que essas leis de merda da etica deixassem de existir. Eles sofriam e bem e muitos iriam morrer por essas leis proibirem certas coisas.

    Era obrigar esses filhos da puta dos cristaos a visitar essas pessoas e ver se depois abriam os olhos

    Deixem de seguir uma religiao e um livro ridiculos feitos ha 2000 anos, inventado por meia duzia de judeus, que nao tem sentido nenhum.
    Acordem e vejam o mundo real tal como ele é. Pensem por voces e não pelo que o livro diz seus burros do caralho

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. A Igreja já atrasou que chegue o desenvolvimento científico...

    Fico contente por saber que cada vez mais as pessoas põem de lado os pensamentos da religião.

    :)

    P.S. Gostei do Blog.

    ResponderEliminar
  4. Hola Pedro, espero haber entendido bien tu comentario y la entrada en tu post. La clonación consiste, simplificando mucho, en crear embriones humanos, que ya son seres humanos y que llegarían a ser personas hechas y derechas como tú y como yo si se los dejara desarrollarse; el hecho de que procedan de células propias no altera el producto, y le añade más reparos éticos.
    Las grandes pegas éticas, que la hacen rechazable, están en que se hacen artificialmente y para ser destruidos , es decir, manipulados y asesinados; el que esto se haga para buscar cura de enfermedades no resuelve el problema.
    Por último, ni el PP ni la Iglesia Católica están en contra de la investigación médica, y afortunadamente existen grandes avances en investigaciones que no suponen destrucción de embriones (seres humanos), como las que se realizan con células madre ADULTAS.
    La clonación y el empleo de células madre embrionarias tiene insalvables problemas éticos y, además, no ha producido ningún avance médico hasta la fecha.
    La Iglesia Católica hace bien, muy bien, recordando al hombre su dignidad y el respeto absoluto que esa dignidad merece, fomenta la salud tanto física como espiritual del hombre y apoya todo avance que sea verdadero, avisando al hombre de ante las locuras en que a veces se embarca -como en este caso-, cuyas trágicas consecuencias están en los libros de historia y en la memoria reciente del siglo XX.
    Moito Obrigado.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores