Fascismo de Estado? - II

| Partilhar
A Câmara Municipal do Porto utilizou o seu site oficial para, de forma cobarde e anónima, perseguir publicamente o Director Adjunto de um jornal nacional que, à margem da sua actividade profissional, decidiu participar numa manifestação contra o novo modelo de gestão do Rivoli.

Perante isto, adensam-se as preocupações relativamente ao curso da nossa democracia. Como pode esta gente mesquinha e cobarde indignar-se perante a perseguição política movida a Charrua? Como podem criticar o controlo governamental sobre a comunicação social?

Desengane-se quem pensa que Rui Rio vai cavando a sua própria sepultura política. Mesmo sabendo que, ao contrário do que sucede com a outra margarida, o PSD não tem gente nem competência para segurar monstros políticos de timbre autoritarista, a verdade é que, muito paradoxalmente, o eleitorado aprecia isto.

Estão bem uns para os outros.

2 comentários:

  1. A comunicação social em Braga é que é boa...Falem disso também da apologia que diariamente é feita em certos jornais.

    ResponderEliminar
  2. Não gosto da forma como Rui Rio trata a comunicação social. Há muito que tem atitudes reprováveis. Relembro que ele apenas dá entrevistas escritas (isto é de outros tempos).

    Mas não é menos verdade a perseguição política efectuada pelo JN desde que Rui Rio é presidente da CM do Porto. O Porto era uma "quinta" para alguns (gentes da cultura, futebol, etc). Quando Rio assumiu a CM do Porto foi contra esta gente toda. Certas elites da cidade nunca lhe perdoaram. O JN é, desde 2003, uns dos líderes da oposição a Rui Rio na CM do Porto. A forma como Rio se defende pode não ser a melhor, mas não vejo ninguém a criticar a falta de isenção jornalística de certos meios de comunicação portuenses em relação ao PSD local. E também ninguém se indigna pelo uso de jornais para fazer política.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores