O Norte Sem Norte | 3

| Partilhar
«O presidente da Câmara de Gaia, Luís Filipe Menezes, denunciou que o Estado está a negociar a realização da Red Bull Air Race em Lisboa, "roubando" o evento a Porto e Gaia.» [JN]

Lisboa, Lisboa e Lisboa. O país resume-se a Lisboa. Das pequenas às grandes coisas, Lisboa açambarca o dinheiro e a inteligência do país, concentrando tudo com uma tirania verdadeiramente emetizante.

Para além destas matérias com grande impacto no desenvolvimento económico da Região Norte, também seria útil que se questionassem o Governo e os deputados sobre a disparidade entre o número de serviços de urgência de Urologia (para só citar um exemplo) a funcionar durante a noite na Região Norte e na (extinta) Região de Lisboa e Vale do Tejo. É que, tendo o Norte mais área e população, não se compreende a disparidade.

2 comentários:

  1. Pois claro, eles precisam é de urologistas, pois com a prepotencia, ficam sexualmente impotentes...

    ResponderEliminar
  2. E eu acho que os representantes dos habitantes da Região de Lisboa deveriam de questionar de forma dura o Governo, sobre as disparidades de vária ordem que existem entre o norte e a Região de Lisboa, a saber :

    - Unidades Hospitalares e Unidades de Saúde Familiar que são uma miséria na Região de Lisboa e de luxo no norte. Sintra com 500 mil habitantes não tem um unico hospital e tem centros de saúde (não Unidades de Saude Familiar) a funcionar em predios de habitação.

    - O investimento estrangeiro é quase todo canaizado para o norte, de forma administrativa, e práticamente praticamente nenhum fica na Região de Lisboa.

    - Na região norte foramn feitas universidades publicas (porto, aveiro, braga) e centros de investigação (braga), e nada veio para Lisboa. Porque é que a Faculdade de Medicina que foi onstruida em Braga não o foi em Evora, Beja, Castelo Branco, Sintra, ou Setubal, por exemplo ?

    - Porque é que O Laboratorio de Nanotecnologia não foi construido em Beja, Evora, Castelo Branco, Sintra ou Setubal, por exemplo ?

    Barga e o porto são dois exemplos da falácia de que o Estado não investe no norte. É falso ! O Estado não investe é na Região à volta de Lisboa, e muito menos no Sul !

    Onde é que existem universidades como as de Braga ou Aveiro, em Setubal, Sintra ou Santarém ?

    o norte anda a ser levado ao colo e é tempo de os habitantes do Sul levantarem a voz contra este Roubo que lhes anda a ser feito !

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores