Estranhas Coincidências | 3

| Partilhar
Num fim de tarde onde surge uma notícia de fraude eleitoral no PSD o jornal Público prefere destacar o caso ressesso da licenciatura de José Socrates, devido a uma declaração proferida pelo líder da JSD, no jantar de campanha que teve lugar no início da noite de hoje.

13 comentários:

  1. Inconcebível de facto. Fraude por fraude deve ser dada sempre preferência a uma supostamente protagonizada por alguém ligado ao PSD. Esta fraude também foi cometida a um Domingo? Um voto que vale 25 euros e quanto valerá um exame de inglês técnico?
    Ainda em relação ao suposto caso levantado pela Sábado (se se chamasse Domingo, poderíamos ter aqui uma associação curiosa) surja com base na distrital de Lisboa, a mesma que não queria António Preto e Helena Lopes da Costa nas listas. "Estranhas coincidências".

    Poderia ainda acabar o comentário com um:

    Nota: O Avenida Central não é um blogue. É um boletim de campanha do PS e uma expiação de ódio ao Partido Social Democrata.

    ResponderEliminar
  2. Vimaranes,

    Parece que só consegues ver a política com um filtro partidário nos olhos. Este post é sobre critérios jornalísticos, ok?

    ResponderEliminar
  3. Provavelmente compramos o filtro no mesmo sítio, embora de modelos diferentes.

    ResponderEliminar
  4. O Cláudio questiona critérios jornalísticos e não política partidária.

    ResponderEliminar
  5. Eu questionei a política de opinião do blogue dos últimos dias.

    ResponderEliminar
  6. É a mesma de sempre: livre e independente. O Público é que tem outras obrigações, a menos que assuma publicamente o seu apoio a Manuela Ferreira Leite.

    ResponderEliminar
  7. Poderia o blogue assumir também (ou parte dos seus autores), publicamente, a sua orientação de voto. Ou não?

    E já agora, porquê só o Público?

    ResponderEliminar
  8. Para já só sei que vou votar, mas mesmo que já tivesse tomado uma decisão, ou que tivesse uma intenção, não a iria divulgar, muito menos num espaço público. Ou seja, à tua pergunta, a resposta é não.

    Quanto ao Público, e já que pareces apreciar a defesa de erros pelos erros do principal adversário, se o Público, que é um jornal, é parcial nas notícias, porque é que eu, simples blogueiro, tenho de ser imparcial na minha opinião?

    ResponderEliminar
  9. Mas quem disse que era? Eu? Foram vocês. Não emiti qualquer juízo de valor sobre o rigor e isenção editorial quer do Público, quer do JN, quer de outro qualquer jornal.

    ResponderEliminar
  10. Post-Scriptum (não vá a sigla gerar alguma confusão): o Público não é o meu principal adversário, não vá a minha expressão gerar, também, alguma confusão.

    ResponderEliminar
  11. A questão é simples: PS, PSD e CDS estão cheios de casos destes. Longe de mim julgar mas pelo que tem vindo a lume estes partidos não me inspiram confiança.
    Vou votar CDU, já estou farto deste fandango!

    ResponderEliminar
  12. Continuem a votar PSD e PS.
    Afinal eles é que mantêm a governabilidade...de alguns.

    ResponderEliminar
  13. Como se a CDU fosse "santa" nesta matéria, e noutras. Sei o que é estar num partido e sei a corrupção que existe, e não pensem que é só o PSD. é por isso que deixei de pagar as quotas. Penso é que os outros partidos que agora pedem explicações a MFLeite deviam era calar a boca pq sabem perfeitamente o que alguns dos seus militantes fazem. Então quando falamos da JSD, JS, JCP... não faltam "meninos bonitos" que fazem favores uns aos outros. Só não percebo como é que notícias destas só aparecem nestas alturas e tão poucas vezes.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores