Pormenores de Cidade

| Partilhar

A remodelação de vários espaços da cidade trouxe inevitavelmente muitas vantagens mas fez desaparecer uma série de pormenores históricos. Desde anúncios comerciais e montras de lojas a sistemas de iluminação de várias épocas e diversos tipos de calçada e passeios todos estes elementos fazem a alma de Braga. Nos últimos 15 anos muitos destes elementos têm vindo a ser substituídos por sucedâneos modernos, principalmente no centro histórico. Embora esta apreciação tenha sempre uma boa dose de subjectividade, parece-me que em determinados casos valeu a pena a mudança mesmo quando se substituiu o antigo por um standard actual de catálogo.

Porém, não estou a ver o que ganha o Campo Novo (Praça Mouzinho de Albuquerque) ao serem desmantelados os seus antigos lampiões em ferro fundido. Aliás, a arquitectura em ferro da cidade tem sido a grande vítima dos “restauros” ao ponto de ser hoje muito difícil descobri-la. É certo que os candeeiros do Campo Novo, por estarem velhos, precisam de ser restaurados. Mas o que é que não é possível fazer hoje em dia?

9 comentários:

  1. Nestas coisas não existem responsáveis... Abatem-se árvores, destruição do património, aluguer de espaços públicos a entidades privadas, com acesso restrito...

    Só falta a construção de prédios à beira rio para o sonho ficar completo!!!! Bem Haja Sr. Vareador

    ResponderEliminar
  2. Boa Tarde:

    Estando o Campo Novo classificado como Imóvel de Interesse Público (2006), por proposta da Unidade de Arqueologia da Universidade do Minho, julgo que a remoção dos candeeiros só pode ser realizada com autorização do IGESPAR ou da DRCN.

    Seria interessante saber se as referidas entidades têm conhecimento do sucedido,

    FSL

    ResponderEliminar
  3. a lista das crueldades é muito vasta.
    Quem não se lembra dos lampiões da Av Imaculada Conceição com o brasão da cidade?

    ResponderEliminar
  4. é incrivel como a nossa cidade consegue piorar cosntantemente a nível de beleza!!! já agora para onde vão estes lampiões? não me importo de ficar com eles!!!

    ResponderEliminar
  5. Sim, é verdade, estou aqui a publicitar a nossa peça intitulada: NU.

    6as e sábados às 22h no Bar Novo da Faculdade de Letras. Reservas: 221 799 0530.

    Porque gostamos de letras e de nos descobrirmos!

    Saudações Teatrais! =D

    ResponderEliminar
  6. "Só falta a construção de prédios à beira rio para o sonho ficar completo!!"

    Siga o curso do rio desde Gualtar até ao Parque da Ponte e já vai ver que o sonho já foi há muito completo!

    ResponderEliminar
  7. Em relação a lampiões, devo também dizer que acho de extrema beleza e extremo bom gosto os que foram escolhidos para a Avenida Central e parte superior da Avenida da Liberdade, quando estas foram remodeladas nos anos 90 =/

    ResponderEliminar
  8. Recebido por correio electrónico. Boas notícias!


    "A Câmara Municipal de Braga vai recuperar todas as luminárias em ferro forjado instaladas na Praça Mouzinho de Albuquerque, vulgo Campo Novo, no centro histórico.

    Estes postes de iluminação que constituíam os vértices do losango envolvente à estátua de D. Pedro V, no centro da praça, encontravam-se muito degradados e frágeis, com vários óculos abertos e apodrecimento generalizado.

    Aliado ao facto de apresentarem «índices de rendimento muito baixos, com elevada depreciação da luz projectada», as luminárias em causa revelavam-se «perigosas para o transeunte, designadamente para as crianças, a quem se revelava fácil a inserção das mãos no seu interior e o contacto com elementos em tensão».

    Para superar esta situação – justifica o Chefe de Divisão de Electromecânica – os serviços municipais efectuaram a sua remoção, procedendo agora a uma consulta junto das várias fundições reconhecidas «para proceder ao seu restauro, o que será um trabalho moroso, que se prevê dure alguns meses».

    A Divisão Municipal de Electromecânica vai proceder, entretanto, à instalação provisória de cinco pontos de luz, trabalhos que estão já em curso. «Complementarmente, as colunas do fontenário central e o vão de escadas estão a ser iluminadas com projectores de chão, encastrados no pavimento», adianta Luís Canedo.

    O Município de Braga tem consciência da importância que a boa iluminação tem para a segurança do Campo Novo, espaço central atravessado por moradores e estudantes, mas que, a horas mais tardias, tem atraído alguma marginalidade.

    Tem igual consciência da importância que tem a preservação daquelas luminárias, que contribuem substancialmente para a dignificação estética da Praça Mouzinho de Albuquerque.

    Sublinhe-se que estas colunas em ferro fundido lacadas a verde-garrafa apresentavam uma degradação resultante da idade, a que se aliava a fragilização decorrente da remoção agora operada, tendo em conta que se encontravam encastradas em maciços de pedra de dimensões apreciáveis.


    Câmara Municipal de Braga, 10 de Junho de 2009

    P’ O Gabinete de Comunicação,


    (João Paulo Mesquita)"

    ResponderEliminar
  9. Sim ,é verdade que está muita coisa mal !!! Mas não basta constatar factos, é necessário fazer algo; estarei errada?!!!!
    A tua ex -colega do D.Maria II:

    Anabela

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores