Braga Vai Ter Bicicletas Eléctricas

| Partilhar
cleta eléctrica por neta®.
© Neta®

A decisão de distribuir 1.000 bicicletas eléctricas está condicionada pela inexistência de vias adequadas à circulação de ciclistas. A ciclovia que existe tem várias deficiências por corrigir e o projecto BUTE não se tem revelado revolucionário na promoção de estilos de vida mais saudáveis e ecológicos.

Numa cidade pensada para o uso exclusivo do transporte motorizado individual, a iniciativa anunciada é extremamente positiva, desde que acompanhada pelo investimento na criação de infraestruturas adequada à circulação de bicicletas em segurança.

A ler: Câmara de Braga disponibilizará bicicletas eléctricas, por Diário Digital; Braga disponibilizará mil bicicletas eléctricas à população, por Agência Lusa; Câmara aprova protocolo com empresa fantasma, por Público; Bicicletas Eléctricas para Quem Quiser, por Município de Braga.

11 comentários:

  1. E também vão pagar parque de estacionamento como as BUTES na estação dos comboios?...

    Em Braga somos líderes em parques: até as bicicletas gratuitas pagam. Não lembra nem ao diabo.

    ResponderEliminar
  2. Agora só faltam as condições para andar de bicicleta em Braga, uma cidade feita para o automóvel..

    ResponderEliminar
  3. "Implica a opção de utilização por uma semana (5€), um mês (10€), um trimestre (25€), um semestre (45€) ou um ano (85€) e respectivo carregamento por multibanco nos pontos de embarque."

    E bicicletas gratuitas, não?

    ResponderEliminar
  4. Câmara de Braga aprova protocolo com empresa fantasma

    15.05.2009, Samuel Silva

    Mesquita Machado
    mostrou-se despreocupado com o facto de a empresa que propõe aluguer de bicicletas não ter actividade nem registo comercial

    Público, 15 de Maio de 2009

    ResponderEliminar
  5. A ideia em Estocolmo está a er um sucesso!

    http://www.citybikes.se/en/

    Jose Gon

    ResponderEliminar
  6. Primeiro as bicicletas... e não se sabe para quando a ciclovia...

    Muito bem pensado!
    Fico admirado com as cabeças iluminadas desta cidade!

    ResponderEliminar
  7. O assunto é sério e merece debate. Para que a operação da CMB não seja vista como operação de 'deitar areia para os olhos' em ano eleitoral, não seria de esperar que o anúncio das bicicletas eléctricas viesse acompanhado de medidas relacionadas com as condições de circulação na cidade? Não é isso que há a esperar, antes de mais, da Câmara Municipal?

    ResponderEliminar
  8. "a empresa que propõe aluguer de bicicletas não ter actividade nem registo comercial"

    Braga é uma cidade muito "espiritual".

    ResponderEliminar
  9. E por que raio têm que ser eléctricas?

    Não podiam ser convencionais?

    ResponderEliminar
  10. Mesquita Machado mostrou-se despreocupado com o facto de a empresa que propõe aluguer de bicicletas não ter actividade nem registo comercial. (pode repetir???)

    A câmara de Braga aprovou ontem uma parceria com um privado tendo em vista a criação de um sistema municipal de aluguer de bicicletas eléctricas. Mas a empresa em causa não existe formalmente, depois de o seu pedido de registo comercial ter sido recentemente negado. (em que país vivemos nós??)

    O protocolo aprovado estabelece uma parceria com a empresa Ciclocidade, mediante a qual esta criaria uma rede de aluguer de bicicletas eléctricas no concelho de Braga. A sociedade, com sede em Perafita, Matosinhos, é representada no acordo pelo seu administrador, Younes Aouidat, mas, apesar de ter o número de contribuinte emitido, não tem regularizado o seu registo comercial. (será que estou a ler bem, ou terei que me inscrever nas novas oportunidades?).

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores