Era Cortar o Pescoço a Esses Malvados...

| Partilhar
«Assim não há justiça que aguente! Quando é que chega a lei de processar os blogues e os bloguistas? No início até podia ter piada 'brincar ao gato e ao rato' no blogue, mas nos tempos que correm assistimos a verdadeiros atentados contra pessoas, em particular, que não se podem defender desses bloguistas, que mais não são que uns homens ou mulheres fracos de espírito e sem honra para dizer o que pensam na primeira pessoa.» [Vera Baptista Martins, Correio do Minho]

É por estas e por outras pequenas crónicas que a imprensa de Braga é um mimo cuja leitura não posso dispensar nos intervalos do Gato Fedorento. Pena que o bom trabalho dos excelentes jornalistas e cronistas que ainda restam apareça misturado neste lodo opinativo. O texto de Vera Baptista Martins é um desvario que choca pela leviandade com que a jornalista debita generalizações sobre os malvados bloguistas, esses perversos fracos de espírito sem honra, que atentam contra pessoas em particular.

Clamar por uma «lei de processar os blogues e os bloguistas», não só demonstra desconhecimento do mundo que nos rodeia (os blogues podem ser processados ao abrigo das leis actuais) como também desconforto relativamente à emergência das novas formas de comunicação (um estranho disparar do Correio do Minho num momento em que o jornal estará a preparar o avanço para o mundo digital). Afinal, o que haveríamos de chamar a uma lei específica para processar blogues e bloguistas senão censura?

Adenda - Recomendo a leitura de «Iogurtes, bloguistas, iogurtes» do Pedro Antunes Pereira e de «(re)Blogue», um texto que publiquei em Janeiro deste ano.

16 comentários:

  1. As leis já existem, e são as mesmas... a Internet não é um espaço sem lei.

    ResponderEliminar
  2. Porque não criar uma lei que proíba estas pessoas de escrever em jornais?
    Sim!Porque não compro jornais para ler estas merdices.

    ResponderEliminar
  3. Estás mesmo, mesmo, mesmo a pedir ser processado por teres um blog... pá!

    ResponderEliminar
  4. Para mim o mais bonito dos blogs ainda são as piadas que por cá aparecem!

    Eu Rio muito! E gosto de Frize:

    www.frize.pt/#campanha_rite

    Qualquer semelhança com a realidade bracarense é pura coincidência.

    ResponderEliminar
  5. Há uns anos havia bons editores e revisores nos jornais... Agora é bola para a frente e fé em Deus. Depois dá nisto. O texto (que eu já li na íntegra) não tem jeito para um jornal.

    ResponderEliminar
  6. Ingenuamente ainda há pessoas que acham que ter um blog é brincar aos cowboys. Antes de formar uma opinião é preciso informar-se.

    ResponderEliminar
  7. Suprimir as opiniões não institucionalizadas... já se anda a percorrer caminho nesse sentido há algum tempo. A ver vamos quem vai ser o lacaio de serviço a assinar essa perseguição. Quanto ao resto, falando apenas por mim, eu assino o que escrevo e estou mais aberto a críticas do que a autora dessa patética crónica.

    ResponderEliminar
  8. Ó Vera!
    Esse artigo não é só um tremendo tiro nos pés (de canhão) como é uma clara manifestação de falta de conhecimento (não lhe chamei ignorância, mas apetecia-me) acerca do fenómeno blogosfera.
    Ó Srª jornalista! Ó Srª jornalista!

    Curiosamente, um colega do mesmo jornal também dissertou acerca do assunto, embora de forma mais hábil (não lhe chamei habilidosa, mas apetecia-me).

    Já agora: Eu bloguista me confesso. Mereço perdão?

    Pedro Costa

    ResponderEliminar
  9. Sou dos que pensam que a Ex.ma Sr.ª Jornalista tem razão. A prová-lo está este próprio blog. Cheio de anónimos a debitar asneiras e os poucos que assinam o verdadeiro nome, sobre um tema são capazes de afirmar hoje uma coisa e amanhã o seu contrário. Hoje o Mesquita é o pior de todos, só faz asneiras, mas amanhã lá dizem que as coisas feitas por alguém, o tal Mesquita que não nomeiam, são fantásticas. É a escola do Sr. Rui Rio a arrebanhar uns quantos, aliás pagos para fazer esta espécie de terrorismo eleitoral. Tudo bem, a caravana passa.

    ResponderEliminar
  10. Eu Rio muito! E gosto de Frize:
    mas digerir este tipo de mentalidades, não há água gaseificada que me ajude.

    ResponderEliminar
  11. Anónimo das 23:46:

    "Sou dos que pensam que a Ex.ma Sr.ª Jornalista tem razão. A prová-lo está este próprio blog. Cheio de anónimos a debitar asneiras e os poucos que assinam o verdadeiro nome"

    Estou a ver que há, por aqui, muitos aprendizes de comediantes.

    ResponderEliminar
  12. Anónimo, você disse mesmo: "Cheio de anónimos a debitar asneiras (...)"?!?!?

    A verdade é que quase já ninguém se lembra dos casos que foram a tribunal, de bloggers que supostamente cometeram crimes de difamação, perjúrio, ofensa verbal, etc.
    Foi há pouco tempo, e passou nas notícias.



    [há uma coisa chamada IP, e outra, cruzamento de dados de redes informáticas, que permite saber quem escreveu o quê, onde, a que horas e como. A profissão chama-se: detectives informáticos.]

    ResponderEliminar
  13. Qualquer dia passa tudo de online para offline.
    http://povoaoffline.blogspot.com/

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores