Liga Sagres: A Pressão Resolve

| Partilhar


Eu bem disse que Paulo Bento que as pressões do Sporting sobre a arbitragem visavam preparar a deslocação a Braga. O sucesso não podia ser mais evidente: Bruno Paixão é o escolhido.

19 comentários:

  1. Os responsáveis do SCBraga deviam responder às recentes pressões do Sporting, mais propriamente às do sr. Paulo Bento.
    No jogo da época passado não me lembro dos responsáveis do Sporting pedirem para castigar esse àrbitro.
    AHHHH é só quando interessa...!

    ResponderEliminar
  2. ó manuel, quem és tu, seu anónimo, para dize ruma palavra sobre o Braga?

    e quem és tu para falar deste blogue? isto não é nada comigo mas já metes nojo. cala-te de vez.

    ResponderEliminar
  3. "Não vou aqui dizer que os leões perderam por culpa da arbitragem mas que ela terá ajudado a este desfecho, lá isso ajudou! Bruno Paixão deixou de ter condições para apitar há mais de 4 anos. ", texto de 2004 em "Terceiro Anel"

    Em mais um ou dois blogues e foruns sportinguistas por essa blogosfera fora é bem visiviel o desagrado destes adeptos para com este árbitro. Afinal a pressão serviu para quem? Uns chamam-lhe benfiquista, outros gostam de o ver em apresentações do Futebol Clube de Porto, e outros relembram o nome dele presente no Apito Dourado. A pressão serviu mesmo a quem?

    Este é aquele post que ia ser escrito fosse qual fosse a escolha não é?

    ResponderEliminar
  4. Caro Paulo,

    Este post só poderia ter sido escolhido caso a Liga nomeasse um árbitro que anulou um golo ao Sporting de Braga de forma escandalosa precisamente no último SCP - Braga...

    ResponderEliminar
  5. Esse árbitro, para além do golo mal invalidado ao S.C. Braga, foi também o mesmo que perdoou duas expulsões evidentes a jogadores do clube minhoto, a primeira das quais ainda na primeira parte, quando o capitão Paulo Jorge cravou os pitões das suas chuteiras na coixa do Liedson, que, só por manifesta felicidade, não terminou ali a época.

    Qualquer análise que não tenha estes factos em consideração, não passa de populismo barato.

    ResponderEliminar
  6. anónimo manuel,

    o meu nome é luís lopes e, como se vê pelo profile, já ando nisto há muitos anos e em muitos blogues. não criei o profile para desestabilizar um blogue específico.

    além de mal educado e obcecado és ignorante. o futebol profissional braga nao recebe dinheiro dos impostos de ninguem. e ve se aprendes a se educado e a nao fazer insinuações estupidas.

    ResponderEliminar
  7. Curioso...Eu sou alvo de insultos (já por 2 vezes)mas o meu comentário é apagado mas o do autor dos insultos não.
    Já no caso do comentário racista aconteceu a mesma coisa.
    É tudo uma questão de agenda.
    Caro Pedro eu não tenho culpa que você seja tão "sensível".

    ResponderEliminar
  8. «Qualquer comentário cujo conteúdo seja considerado ofensivo será removido.»

    «Quem aqui não vier por bem, escusa de entrar.»

    ResponderEliminar
  9. É das coisas que me faz impressão, juro: ver pessoas que considero inteligentes, apesar de as conhecer apenas parcialmente, no caso, sensatas e equilibradas, deixarem de o ser quando falam de futebol.
    Como se fosse condição sine qua non perder a clarividência, a razão, a calma, a visão, a sensatez, o equilíbrio, para se ser muito adepto de um clube.

    Exemplo maior disso é o Miguel Sousa Tavares com a sua doença "portite aguda" a piorar quando se pensava não ser mais possível.

    Agora vem o Pedro Morgado tentar defender que a constatação de Paulo Bento de que o penalty tinha sido absurdamente mal marcado (como reconheceram, nos dias seguintes, árbitro e árbitro assistente) é uma pressão sobre arbitragem visando a preparação da deslocação a Braga.
    Ou seja, só falta dizê-lo, Paulo Bento, no fundo, ficou todo satisfeito por ter sido roubado, é isso?
    GS

    ResponderEliminar
  10. Caro Pedro,

    a verdade é que esse árbitro está longe de ser sportinguista. E se errou nesse momento, confesso que não me lembro, errou noutros que também são referidos nesta caixa de comentários, em desfavor do Sporting. E diga-se ainda, que esse "artista" já foi responsável por escândalos em jogos do sporting, do vitória, de onde até já saiu debaixo de uma chuva de cadeiras, e de outros tantos por esse país fora.

    Foi uma escolha responsável para um jogo entre candidatos a lugares cimeiros da tabela? não! Foi uma escolha que vem de encontro aos comentários do Paulo Bento, e com vista a beneficiar o Sporting? Também não creio!

    Quanto a tudo o resto, e ao último post que fazes: Afugenta para lá essa gente que vem para cá mais para o insulto do que para o debate construtivo.

    Conta comigo para vir sempre dar a minha achega quando falas apaixonadamente do teu Braga, porque tens tendência natural (e que compreendo) a falar mais com o coração. Mas tudo dentro do respeito de um debate saudável de pessoas que chegam a estar de acordo noutros temas.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  11. Claro que sim, Paulo. És sempre bem vindo.

    O único destinatário do post está identificado e é exactamente o mesmo indivíduo que me levou a colocar a obrigatoriedade de registo devidos aos insistentes desafios à regras de convivência democrática e de participação no blogue.

    ResponderEliminar
  12. Madeira para a fogueira: já que estamos a falar de passado, os senhores (fiscal e Paulo Baptista) que marcaram o penalti do Polga (dois metros fora da área) e o expulsaram no jogo com o Trofense são os mesmos que anularam um golo do Hugo Viana por fora de jogo, precisamente frente ao Braga, na época do José Peseiro, quando o médio, agora do Valência, estava atrás de 3 ou 4 jogadores do Braga.

    Ele há coicindências tramadas na bola nacional.

    ResponderEliminar
  13. Mas porque é que eu já estava à espera disso? Se há senhor tendencioso (a beneficiar esse clube verde e branco) é mesmo esse! Nunca me vou esquecer daquele jogo há uns anos atrás em que ele nos expulsou vários jogadores, inclusive o Barroso, sabe-se lá porquê! Pôs o estádio incrédulo com tanta asneira só para beneficiar os lagartos e se não ganhámos o jogo foi por culpa da arbitragem. "Quem não chora não mama" e, em Portugal, infelizmente é mesmo assim. Tenho a ligeira sensação que este jogo vai dar muito que falar. Mas aguardemos.

    ResponderEliminar
  14. A pressão continua.... By Soares Franco!

    ResponderEliminar
  15. Não serão as palavras do paulo bento uma forma de coacção????

    ResponderEliminar
  16. A posição do Guilherme é curiosa;De facto só no futebol podemos ser politicamente incorrectos, dizendo por exemplo, esta ignominia de querer ganhar mesmo com um golo metido com a mão....Na sociedade e na politica não se pode dizer isso porque se é desonesto e um "sem principios".No futebol pode-se fazer a catarse...Quando à questão central, o Paulo Bento percebeu cedo que este ano se não ganhar a Liga, tem que sair, e vai de gastar pólvora seca quando sofre um golo do Trofa que apenas faz 3-1...É mesmo mau prenuncio...Os elitistas e bem educados de Alvalade vão perder o verniz, já estou a ver...

    ResponderEliminar
  17. Não sei se percebi a posição do contra-corrente em relação à minha opinião.
    O que eu quis dizer - julgo que fui claro - é que uma coisa é ser apaixonado, outra cego. Acho que se pode ser uma, sem ser necessariamente outra sob pena da discussão assumir foros de surrealismo que a tornam impossível.
    Digo eu, claro.
    Não é que não se possa querer que o nosso clube ganhe com um golo com a mão, é não assumir que esse golo que foi com a mão...
    GS

    ResponderEliminar
  18. Ó Pedro, podias esperar pelo jogo antes de tentar justificar o resultado...

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores