Paixão pela Transgressão

| Partilhar
«O primeiro-ministro, José Sócrates, o ministro da Economia e Inovação, Manuel Pinho, e vários membros do gabinete do chefe do Governo violaram a proibição de fumar no voo fretado da TAP que ligou Portugal e Venezula. O assunto foi muito comentado durante o voo por membros da comitiva empresarial que acompanha Sócrates e causou incómodo a algum pessoal de bordo.» [Público]

Não escondo a náusea que me causam certas poses de Estado, com cenas de jogging à mistura, quando se sabe que não passam de charme meticulosamente treinado para o palco em que tornaram o circo político português. Cai a cortina e borra-se a pintura com uma naturalidade que assusta.

Mas, aconteça o que acontecer, o povo gosta de um líder autoritário, que transpire sentimento e que, num rasgo de similitude com a turba que o aclama, vá trangredindo. Ainda que a lei seja só para os súbditos, a transgressão é cada vez mais a marca identitária deste povo.

10 comentários:

  1. Permitam-me discorde.Tudo resulta porque somos o que somos e vivemos à espera de melhores dias.Não faz sentido ter o povo a passar fome e dizer que tudo está melhor.Onde estão os autarcas que têm povo desempregado e a passar mal na sua terra? Onde estão os idosos e crianças sem tratamento e sem alimentos? Tudo parece não existir.Na verdade a Caritas, as instituições de caridade, os particulares, todos osa dias substituem o Estado na tarefa de matar a fome a milhares de Cidadãos.Neguem mas por favor provem-me com factos, o contrário.Vejam quantos procuram por exemplo, uma sopa no Picoto...Devíamos ter vergonha deste país...e do que fazemos ou não fazemos pelos outros.

    ResponderEliminar
  2. O senhor 1º Ministro, acredita em algo que nã é visível, o bem estar e qualidade de vida do povo.Convido-o a viajar anónimo pelo País em tempo de férias, a visitar Hospitais e Centros de emprego, a passear nas ruas sem polícia e a observar o País real.Depois conclua se é pessimismo falar em fome em Portugal.

    ResponderEliminar
  3. Igualdade!.. pelo direito ao fumo! Não à hipocrisia!!

    (Pede-se ao Sr. Administrador deste blog que se abstenha sobre este assunto)

    ResponderEliminar
  4. Lamento alguns dos teus anónimos.

    PALAVROSSAVRVS REX

    ResponderEliminar
  5. Pois é, pá...Há para aqui uns anónimos dizer mal dos fumadores..Isto é uma pouca vergonha, sim senhor!

    ResponderEliminar
  6. O 1º Ministro e a sua comitiva bem que podem dar-se ao luxo de pagar uma multazita que não lhes pesa nos bolsos. Mesmo que faça mossa, é um mal menor.

    Isto é que é poder, senhores! "Nós queremos, nós podemos, nós mandamos!"



    A mim também me causa náusea. E mais náusea ainda a "nossa" impassividade.

    ResponderEliminar
  7. O problema está no facto de eles quererem transformar a população numa espécie de "Noruegueses" e eles próprios se comportam como típicos portugueses.

    ResponderEliminar
  8. a moda que está a pegar é a da transgressão da lei. em muitos sítios que tenho ido passou-se a fumar descaradamente (som os sinais de proibição afixados - como no BA por exemplo) e ninguém intervém.

    se querem que se fume arranjem espaços para isso, ou gastem dinheiro em adaptações dos espaços. o que não se pode é permitir a violação da lei.

    ResponderEliminar
  9. Queriam que sofressem toda a longa viagem sem um cigarrito? Não sejam assim, uma coisa é a Lei para o povo, outra a Lei para o poder.Parece a história dum certo Revisor que um dia diz"Srº passageiro aqui não pode fumar.De imediato a resposta, mas o senhor vai a fumar.Pois vou mas eu sou o Revisor, e quem não pode fumar é o srº passageiro".Enfim é o que temos, os exemplos são para os outros...

    ResponderEliminar
  10. Fumar é um Desporto, que mantém muitos postos de trabalho, daí o exemplo do nosso Primeiro aos empresários presentes na viagem.Além disso, os cangalheiros agradecem o contributo e por esta andar até os coveiros agradecem a manutenção dos postos de trabalho.A preocupação dos fumadores chega ao ponto de se preocuparem com os postos de trabalho postos em risco, por vocês não fumadores.O País precisa destes exemplos para crescer e se desenvolver, criando e mantendo muitos postos de trabalho...Sinceramente fazem uma guerra só por uns cigarritos?

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores