A Honra Não Tem Preço (II)

| Partilhar
Há personagens no futebol que mais não fazem do que procurar protagonismo a qualquer preço. Joaquim Evangelista é um desses seres de que, pela irresponsabilidade das suas repetidas declarações, o futebol português devia libertar-se bem depressa. Ao criar falsos problemas, como foi o caso dos supostos salários em atraso do Sporting de Braga, Joaquim Evangelista gera ruído em torno de questões absolutamente virtuais e acessórias, deitando para segundo plano os verdadeiros problemas do futebol nacional.

Se estivesse verdadeiramente preocupado com a sustentabilidade do futebol português, o Presidente do Sindicato dos Jogadores devia saudar a gestão de António Salvador. É que, partindo de uma situação com vários meses de salários em atraso, o Presidente da SAD bracarense teve o mérito de estabilizar financeiramente o clube e de devolver o crédito económico perdido, tornando-a numa instituição que paga a todos os seus jogadores de acordo com as regras estabelecidas.

6 comentários:

  1. Parece ser verdade que os clubes não podem pagar grandes salários.O país, o Estado paga salários que não tem...Um juiz, Um Prof.Catedrático, um Técnico Superior, por muita competência que se lhe reconheça, dificilmente produz ou justifica o salário.Pior quando com isenção de horário de trabalho, mercê do estatuto,mal passam pelo local de trabalho.Foi assim no passado e será dificilser diferente agora.Contem histórias...Valorizem os resultados...ponham os recursos humanos a cortar postos de traBAKLHO OU A DISTRIBUIR TAREFAS, COISA FÁCIL DE FAZER.Depois digam no resultado, não há produtividade, temos de reduzir custos.Tem sido este o cenário, acreditem nos últimos 25 Anos.Remédio...Soluções...não há, são sempre os mesmos a pagar a crisee a sofrer os seus efeitos.

    ResponderEliminar
  2. Diz bem caro Doutor.O país doente e os politicos preocupados com a economia e seus vencimentos...Temos um povo com dificuldades económicas renovadas com a subida do preço dos bens de primeira necessidade...Investiguem e digam-me como vivem milhões( 3 opu 4) com salários, pensões e reformas inferiores a 500E? Sinceramente que raio de País é este com tanta desigualdade.Vá lá neguem esta realidade e digaM QUE SÃO OS ANÓNIMOS QUE falam sem saber.Talvez me convençasm!

    ResponderEliminar
  3. Realidades que ninguém está interessado em ver, daí o dito"não adianta..." Todos os dias temos novos desempregados, todos os dias temos desempregados que deixam de receber subsidio mas continuam a ter necessidades e obrigações a cumprir...sem trabalho e subsidio que vão fazer?Não é preciso ser muito inteligente para saber estas situações ocorrem diáriamente e não há solução para tais casos.Que fazer senhores da Politica?

    ResponderEliminar
  4. Um grande Clube não pode deixar passar uma calúnia.Na verdade situações pontuais que pudessem existir também nunca deviam ser referidas, porque os problemas de cada clube com seus atletas, são privados.Pior se o Clube nem tais situações tinha, daí a gravidade duma acusação ou insinuação sem fundamentos.Cabe ao Presidente reagir e ao fazê-lo exigir respeito pela entidade que representa.

    ResponderEliminar
  5. Se o Sporting Clube de Braga não tem salário em atraso, o que é que são os funcionários do Bingo?

    Cheira um bocado a hipocrisia não acham?

    ResponderEliminar
  6. Afinal em que ficamos? Os salários dos jogadores e de toda a Equipa estão ou não a ser pagos a tempadamente? Tudo indica que sim e só assim se entende a reação do Presidente.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores