Goste-se ou não...

| Partilhar
... morreu uma das figuras mais proeminentes da cidade de Braga.

Cónego Melo morreu hoje em Fátima
Cónego Melo tornou-se conhecido por combater comunismo no pós-25 de Abril

"É uma grande perda" - Mesquita Machado

27 comentários:

  1. e eu sinceramente, não gostava! muitos serão com certeza os que dele terão saudade, mas muitos serão com certeza os que dele saudade, não sentirão.

    ResponderEliminar
  2. Extraordnário como a história aponta o dedo à excelência com tanta facilidade e abraça a falta de caácter c displicência.
    este senhor demostrou o qede por existe na igreja católica e na sociedade portuguesa numa determinada altura da nossa história.
    a história irá fazer as suas contas mas ficarei atento caso queiram construir uma estátua a este senhor.da mesma forma que não me passou ao lado o facto de um "seguidor" de Cristo demonstrar tantos sinais de riqueza...
    a reflectir.
    em todo o caso paz à su alma.

    ResponderEliminar
  3. Morreu o maior vulto da Cidade de Braga dos ultimos 100 anos! Goste-se ou não, respeite-se sempre um homem que foi fundamental para evitar que o nosso pais fosse uma colónia comunista!
    Era um grande homem!

    ResponderEliminar
  4. Lá se foi um dos maiores vultos da Braga beata, reaccionária, intolerante, mesquinha e desenvergonhadamente rica! Não esquecer que este senhor era apoiado por todos os caciques de betão da cidade, começando pelo principal (M.M.).

    ResponderEliminar
  5. Hoje respira-se melhor em Braga.

    ResponderEliminar
  6. A partir de hoje, está mais dificil arranjar "tachos" em Braga. Que descanse em paz...

    ResponderEliminar
  7. Se se confirmar a teoria por ele defendida, neste momento está a responder no juízo final.
    Da minha parte desejo-lhe uma terra leve...como chumbo.

    ResponderEliminar
  8. Nos delírios pós-revolucionários Portugal esteve a ser tomado por um regime totalitário de esquerda que transformaria Portugal numa Cuba da Europa - quero lembrar isso aos mais novos.
    O Norte do País resistiu a isso ferozmente, cometendo alguns excessos,como terem queimado a sede do PCP, por exemplo; mas perdoáveis perante o que poderia ter acontecido.
    Eduardo de Melo foi um homem polémico, que não agradou a muita gente - porque não quis agradar, optou por isso (uma opção legítima) ajudou a travar o comunismo, que depois deu no que se viu a nível mundial.

    ResponderEliminar
  9. Homem polémico, sim. Apenas travei singelas trocas de palavras com ele, enquanto vivo, apenas por motivos profissionais mas isso não faz de mim alguém conhecedor da sua pessoa. Que era conhecido por alguns exageros - por exemplo, o conjunto de quadros que lhe ofereceram num niversário há uns 5 anos, alusivos a quadros biblicos pintados por uma senhora portuguesa emigrada em França e no qual incluía o Conego Melo a ocupar nas pinturas lugares que a meu ver apenas pertencem a espiritos elevados (e nos quais não incluo o Conego Melo)tendo mesmo um deles sido colocado há coisa de um ano na Basilica do Sameiro, sim, é verdade que sempre se ouviram comentários acerca de alguns exageros em torno do Conego. Verdade ou mentira? Quem sou eu para julgar. Apesar das minhas divergências de ideais e pensamento face à do Conego Melo, apenas desejo que a sua alma descanse em paz... na paz que em vida andou, por vezes, atormentada.

    ResponderEliminar
  10. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  11. http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9370ac2113c56356fabccf.html

    Ja querem colocar a estatua, mas pode ser que alguem meta uma bomba...

    ResponderEliminar
  12. O Santos da Cunha deixou orfãos e viúvas.O Cónego Melo muitos mais e,quando chegar a vez do MM então é que vai ser,mas estes com uma diferença,vai ser a repetição do pós 25 de Abril com os da ANP(Acção Nacional Popular),MP(Mocidade Portuguesa),Legionários e Pides,a procurarem desalmadamente novo pai para novos tachos.

    ResponderEliminar
  13. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  14. Respeito a morte mesmo dos inimigos.Não ataco ninguém quando não pode responder.Não simpatizava com a forma como entendia ou participou na vida politica.Acho mesmo que abusou dum certo poder pelo que significava como Padre. Não é porém hora de o julgar na terra e a História um dia nos mostrará quem era quem.Entendo porém o motivo porque tantos choram a sua partida.

    ResponderEliminar
  15. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  16. bem li alguns destes comentários e não vou deixar de caracteriza-los como desapropriados, e reveladores de uma falta de educação tremenda culpando também o bloguer deste blog por não eliminar tais comentários de caris ofensivo.

    Só gostava que esses tais insultos fossem proferidos quando o Senhor estava vivo cara a cara! mas cobardes que se refugiam no anonimato sempre tem algo a dizer...

    Quanto ao Senhor Cónego de Melo, foi sem duvida uma mais valia para a cidade de Braga! jamais alguem conseguirá alcançar tal patamar na sociedade bracarense...nem o próprio presidente de camara...
    A ver vamos como ficará a cidade!

    ResponderEliminar
  17. mando dixit - "A ver vamos como ficará a cidade!"

    Ficará muito melhor!!
    Compreendo que alguns sentirão a sua falta, desde logo: Os hilariantes "cursilhos da cristandade", algumas mulheres que lhe dedicavam uma fervorosa devoção, uns poucos "sobrinhos", a turminha mesquitista, a direita saloia e ultramontana, o pessoal "sério" da bola, os "afilhados" contemplados com as suas cunhas, os vendedores de bugigangas para os santuários do Sameiro, Porto de Ave, e S. Bentinho da Porta Aberta, os "ilustres" que o presenteavam com lautos repastos (com dia marcado, todas as semanas) etc., etc...

    ResponderEliminar
  18. Estes anónimos... Até gostava de provar a minha teoria sobre estes comentários anónimos neste blogue.
    Quanto ao Cónego Melo R.I.P. Se as acusações que lhe fazem são verdadeiras ou falsas, só o tempo dirá...
    Mas, um pouco de respeito não faz mal a ninguém.

    ResponderEliminar
  19. Era uma vez um tipo tão reaccionário, tão reaccionário que, nas vésperas de se celebrar mais um aniversário da implantação da liberdade, resolveu ir passar a data à terra.

    ResponderEliminar
  20. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  21. Eu dizia-lhe onde colocar a estátua no "devido lugar", mas não me apetece baixar o nível dos comentários..

    ResponderEliminar
  22. Mais um comuna incomodado...

    ResponderEliminar
  23. Também não era muito a favor do Sr. Cónego. Pessoalmente prejudicou-me mas também fez grandes obras.
    De uma coisa é certa: Homem polémico nunca merece estátua...

    ResponderEliminar
  24. Claro que não...quem merece estátuas são os homens mediocres!!!
    Tenham orgulho de serem Bracarenses, tenham respeito pelo maior vulto que a nossa Cidade alguma vez teve e agradeçam ao senhor Cónego tudo o que ele fez pelo pais e por Braga.

    ResponderEliminar
  25. OS BRACARENSES NAO QUEREM A ESTATUA. NEM QUE PARA ISSO SEJA NECESSARIO UM REFERENDO. É POR DEMAIS EVIDENTE, QUE QUEM ESTÁ AQUI A COLOCAR COMENTARIOS, SAO OS QUE TEM MEDO DE PERDER TACHOS E COMPADRIOS.

    BRAGA LAICA E DO SECULO XXI. OBSCURANTISMO NUNCA MAIS.

    ResponderEliminar
  26. Exacto!
    Vivam os comunas larilas e bloquistas...
    Era a esses que te referias quando falava de laica, verdade?
    Laica é uma cadela...

    ResponderEliminar
"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores