A Gata Não Morre!

| Partilhar
Não partilho a angústia do Samuel. Se há coisa em que eles se profissionalizaram foi na organização do Enterro.

18 comentários:

  1. Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Webcam, I hope you enjoy. The address is http://webcam-brasil.blogspot.com. A hug.

    ResponderEliminar
  2. Ficamos todos mais descansados quando na reunião de câmara, tendo sido abordado o tema, o líder da oposição laranja afirma concordar com a realização das festividades na zona do estadio... temos luz verde...

    ResponderEliminar
  3. Então e o campeonato de 1953?

    ResponderEliminar
  4. não servem para defender os direitos dos alunos mas pelos menos sabem organizar festas.

    ResponderEliminar
  5. Olá, Jorge
    gosto de te ver interessado no que se passa na Câmara... Assim, em cima da hora. O Rio ainda vai fazer de ti vereador... da oposição!Ah, ah, ah.
    E então ele, antes que a associação académica diga aos estudantes qualquer coisinha, já veio defender a Gata no Estádio AXA.
    Estou a ver que ainda vai dizer que foi ideia dele. E vai inventar o slogan «Axa a Gata no estádio».
    Olha, venha o enterro. Estou cá com um apetite para estudar!
    Uma abaraço e não te esqueças do jantar logo, no Relento, ouviste.

    ResponderEliminar
  6. O sítio ideal para mim seria o Estádio 1º de Maio, mas lá perto também há residências. Mas já que vai haver deslocações para o EMB, porque não fazer o enterro junto ao Santuário do Sameiro? Acho que era o sitio ideal.

    ResponderEliminar
  7. E quando as festas do enterro da gata eram numa barraca nos terrenos onde é hoje a variante sul?

    Nesse tempo o pessoal nem se importava de andar a pé quilometros!

    Lembro-me inclusivé de malta que vinha à boleia de Guimarães para poupar dinheiro para a cerveja...

    Hoje em dia são todos "queques", nem qualquer sítio serve e até tem que haver transporte que os leve da porta de casa à primeira fila do palco.

    Outros tempos!

    ResponderEliminar
  8. Esse tal de samuel deve viver um universo paralelo. É triste ver-se esses estudantes sem noção nenhuma da vida real.

    Acham que se vai condicionar a vida de toda uma cidade por causa de uma festa sem sentido que apenas serve de pretexto para alguns ganharem dinheiro e outros se embebedarem?

    Qual a piada desse tal enterro da gata actual? Estudei na UM e devo ter ido muito poucas vezes ao recinto do enterro da gata (umas 5 no máximo). Lembro-me que apoveitei para ver os Jesus & Mary Chain o Shane Mcgowan e pouco mais. E mal terminava o concerto vinha-me embora. Algém me consegue explicar a piada daquela coisa?

    Um cópia mal feita do que se faz no Porto ou em Coimbra, uma "festa" sem qualquer tradição ou sentido e para quê uma semana inteira de barulho???? Quem mora ao lado da quinta dos peões não pode dormir mas tudo se justifica para a parolada dos estudantes beber cerveja...enfim...

    Acabem de vez com essa coisa do enterro da gata. Ou pelo menos dediquem apenas um dia a isso, pode ser a quarta-feira que já chega. E acabem com aquele cortejo ridiculo que não tem absolutamente nenhum interesse.

    ResponderEliminar
  9. O Samuel é um "velho" Académico.Activo, trabalhador, dinâmico...entendo porém o Ano ser triste.Em causa as aspirações de jovens finalistas, a quem a própria UM, nada diz.Os factos:- O que vai acontecer aos alunos que este Ano, por exemplo, não façam Obrigações, apesar de concluirem com aproveitamento as cadeiras do 5º Ano? São estas situações que os alunos devem discutir neste momento, perante o cenário real existente.

    ResponderEliminar
  10. "Acabem de vez com essa coisa do enterro da gata."

    Sr.Anónimo, a piada do Enterro da Gata está no ambiente. Não gosta, não vai. Tão simples quanto isso. O Estado Novo já lá vai e os paladinos da moral deveriam seguir o mesmo caminho. Proibir porque não se gosta é ser-se, digamos, algo imbecil.

    Se fazer o Enterro na Quinta dos Peões é "condicionar a vida de toda uma cidade", então Braga é mais pequeno do que parece. Além de que a maioria dos habitantes de Gualtar são estudantes.

    ResponderEliminar
  11. "Um cópia mal feita do que se faz no Porto ou em Coimbra, uma "festa" sem qualquer tradição ou sentido"

    Se há coisa que eu não gosto são estes argumentos da tradição. Se repararem, para estes indivíduos, nada na UM tem tradição. Porquê? Porque a UM tem os seus 30 anos de idade e não pode ter tradições quando comparada com a centenária Universidade de Coimbra ou a UP. Por acaso o senhor já pensou um pouco mais além? Como acha que começou a tradição da Queima em Coimbra? Existe desde sempre?
    As coisas têm que ter um início e uma tradição não é simplesmente um ritual com centenas de anos.
    A minha família tem a tradição de, há uns 8 anos para cá, fazer sempre um almoço no dia 1 de Maio. Vai-me dizer que, só por ter 8 anos isso não é uma tradição?

    ResponderEliminar
  12. É uma machadada valente.

    Em ano de implementação de Bolonha já é o que é no negócio da noite durante o ano. Fazer a Gata em meados de Maio quando os alunos andam cheios de trabalho(s) ao longo do ano... e ainda por cima longe dos cafés da UM onde os preços são o que são na altura da Gata (e dentro do recinto, são o que são...), vai corre bem, não tenhamos dúvidas... Claro que dirão que no Porto os transportes funcionam e que não há problema nenhum em o pico da afluência ser a partir das 2/3h da manhã. Aqui em Braga, junto ao Estádio, vai haver problema.

    ResponderEliminar
  13. anónimo, a comparação com Porto e sobretudo Coimbra não tem apenas a ver com tradição e só não faz sentido para quem nunca lá foi... ou prefere ir ao Enterro em vez de ir a uma das outras... :) É que nem existe comparação possível.

    ResponderEliminar
  14. "Sr.Anónimo, a piada do Enterro da Gata está no ambiente. Não gosta, não vai. Tão simples quanto isso. O Estado Novo já lá vai e os paladinos da moral deveriam seguir o mesmo caminho. Proibir porque não se gosta é ser-se, digamos, algo imbecil."

    Caro riot, isso seria tudo muito bonito se essa tal festa não atrapalhase a vida de quem lá não vai e não acha piada nenhuma aquilo.

    Se enfiassem esse tal de enterro da gata numa ilha e ficassem lá todos a fazer aquelas figurinhas, por mim seria perfeito. Até poderiam ficar nessa ilha para sempre.

    O problema é que fazem uma semana de barulho (que não se limita só à quinta dos peões), sujam a cidade com um cortejo ridiculo, atrapalham o trânsito e julgam-se com todo o direito de fazerem aquelas palhaçadas.
    Qual o sentido de ser toda uma semana de bandalheira? Não basta apenas um dia????

    É lamentável a imagem que essa festa transmite. Acho aquilo do mais pimba que se pode imaginar.

    ResponderEliminar
  15. aceitar spam como primeiro comentário é um pouco infeliz!

    Report as spam?

    ResponderEliminar
  16. Uma cidade que quer ser universitária precisa de saber conviver com os universitários. Contam os livros de história que os estudos foram Coimbra para retirar os estudantes de Lisboa. Ganhou Coimbra.

    Há muitos excessos na semana do Enterro? É verdade. Alguns poderiam ser evitados? Poderiam. Mas serão assim tantos?

    Naturalmente que esta argumentação não pode validar todas as asneiras e desmandos. É preciso compreender os bracarenses que sofrem com o ruído, etc..

    Hoje não é possível imaginar a cidade sem estudantes universitários. Quantos negócios se alimentam deles? Quantos negócios surgiram deles. Quanto da economia Bracarense se deve á fixação de antigos estudantes, etc..

    A tensão entre a cidade e os estudantes irá sempre existir. Não é só em Braga, é em todas as cidades universitárias. E em Coimbra não é diferente. Cabe aos gestores da cidade e academia atenuar essa tensão.

    Sabia-se que a localização das festas junto à UM era provisória. Lá foi bom. Em outro lugar não pode ser melhor?

    ResponderEliminar
  17. Acho muito bem que o Sr. Rio tenha apoiado a Câmara para disponibilizar a zona do estádio cá para a malta beber uns copos e esquecer Bolonha. Assim é que se faz oposição séria.
    So quero ver é se ele não foge com o rabo à seringa se acontecer um acidente ou se o povo da zona se queixar do barulho....

    ResponderEliminar
  18. A gata não morre?

    Se não morre, porque é que lhe fazem o enterro?

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores