1.000 Posts numa Avenida Plural

| Partilhar
A Avenida Central é o centro cívico de Braga, o passeio público de uma cidade que já foi dos arcebispos, a praça do cosmopolitanismo bracarense e a placa giratória do Minho português.

Nela confluem gentes vindas de Vila Verde, de Amares, de Ponte de Lima, de Guimarães, de Famalicão, de Barcelos, do Lanhoso, de Varzim, de Cabeceiras, de Vieira, de Bouro, de Trás-os-Montes, das Beiras, da Estremadura, da Espanha, da Ucrânia, da Bulgária, da Roménia, de Angola, de Cabo Verde, de São Tomé, de Moçambique, da Holanda, da Bélgica, da Inglaterra, da Polónia, da Alemanha, da Polónia ou do Brasil. Nela confluem ideias da democracia ao nacionalismo, do estalinismo ao fascismo, do socialismo à social democracia, da democracia cristã à ortodoxia católica, do ateísmo ao totalitarismo ou do monarquismo ao republicanismo. Nela se erguem sonhos. Nela desaguam lágrimas. Nela se constrói a mudança.

A Avenida Central é o chão que José Sócrates, Durão Barroso, António Guterres e Cavaco Silva calcorrearam antes de serem eleitos. A Avenida Central é a praça que inspirou Camilo Castelo Branco, são as paredes que fizeram ressoar as músicas dos Mão Morta e são as pedras que sustiveram vivas a Abril.

Esta Avenida Central, mais pequena, mais humilde e mais modesta, chega ao post 1.000 e celebra o primeiro ano de actividade no próximo dia 7 de Novembro. Para lembrar estes marcos, convidámos várias personalidades a escreverem um contributo para o debate em torno da Democracia Participativa. Os textos que fui recebendo e outros que ainda me estão prometidos serão publicados ao ritmo de um a cada dois dias. A todos os que aceitaram dar o seu contributo, o meu sincero reconhecimento.

10 comentários:

  1. Por si só chegar aos 1000 posts, não é fácil. Mas chegar a 1000 posts com qualidade, é sempre uma utopia quando um blog nasce. Porém não há a mínima dúvida que este é um exemplo disso mesmo. Venham daí mais mil e claro, parabéns Pedro, pelo marco.
    Abraço!

    ResponderEliminar
  2. É um blog que me habituei a visitar diariamente, que me habituei a apreciar, a ler, mesmo que vários posts/assuntos não me digam muito.

    Da cidade que viu o país ser conquistado, um abraço Pedro.
    Parabéns.

    ResponderEliminar
  3. Parabéns! Que venham mais 1000, que aqui estarei para ler.

    ResponderEliminar
  4. Umas vezes de acordo, outras nem por isso, mas de qualquer maneira é ponto de passagem regular nas minhas viagens pela blogosfera. Parabéns.

    ResponderEliminar
  5. Escusavas era de ter colocado a foto dessa fonte horrível com essas luzes pirosas para ilustrar esta data importante.....A Avenida Central já foi tão bonita que até deprime ver como ela está hoje....

    ResponderEliminar
  6. Parabéns pelo blog. Agora não passo um dia sem vir cá, sempre à espera de mais posts. Blog de grande qualidade, adoro Braga!

    ResponderEliminar
  7. Embora tenha acordado tarde para este blog, passei a ser vistante e participante assiduo. Como em tudo na vida tem coisas de que gosto e outras que nem por isso. Mas isso é que torna este espaço um lugar de eleição. Por isso continuem e parabéns.
    Já agora aproveito para pedir que não estraguem a sala de visitas de Braga- A Avenida Central, a real.
    Acabem com aquelas barracas da barracada das exposições. Feiras podem fazê-las noutro lado, sei lá, no Campo da Vinha que já foi espaço de feeira noutros tempos. Chegar um visitante à nossa Arcada e ver os barracões que quase sempre se encontram na Avenida a vender "discos" é degradante para o espaço.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores