A Academia e o Futuro do Braga

| Partilhar
«Julgo que seria benéfica a construção de uma academia de futebol em Braga, e é-me completamente indiferente quem será o responsável pela construção. Acho absolutamente necessária essa infra-estrutura.» [Carlos Garcia ao Jornal O JOGO]

PSD de Braga defende Salvador e a Academia :: O JOGO
João Marques: «Salvador pretende que o clube cresça» :: Record
O presidente e a Academia :: O JOGO

16 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Por favor, evitem comentários anónimos com acusações não comprovadas a personalidades.

    ResponderEliminar
  3. Mais Futebol? Já chega!

    Não seria mais interessante investir na valorização da História, na cultura e nos monumentos da cidade?

    Braga a património da Humanidade, já!!!

    ResponderEliminar
  4. Muita gente pensa que ao investir se num centro de estágios é o mesmo que fazer torres de oito andares mas não é pelo centro de estágios passa o futuro Bracarense no desporto, visitem a minha crónica sobre este assunto no meu blog:
    http://wwwbragablod.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Deviam promover-se as outras modalidades e melhorar as condições para a prática das mesmas.

    ResponderEliminar
  6. Braga não é só futebol, esta academia poderia servir outras modalidades:

    "Já se tentou formar um clube de Rugby em Braga. O início foi a secção de rugby da UM. Um grupo de pessoas tinha boas intenções de levar o projecto para a frente e formar um clube de Rugby em Braga. Reuniram-se apoios e bateu-se com o problema de sempre: campo relvado. Para se entrar no campeonato nacional é obrigatório um campo relvado, além de que treinar os miúdos num pelado causa vários problemas. Entre eles chegarem a casa com os joelhos arranhados e a mãe proibir a ida aos próximos treinos.

    Reuniu-se com o vereador da altura que tinha o pelouro do desporto e a resposta recebida foi: "Vocês ou são universitários e estão aqui de passagem ou são de braga mas não gostam desta câmara. Não dão votos. Mais vale atribuir o campo a um clubezeco de futebol da regional do que a vocês. Lamento mas não dá".
    Uma tristeza....

    Braga teria enorme potencial para o Rugby e dever-se-ia aproveitar a euforia do Mundial de Rugby. Em Guimarães a Federeção Portuguesa de Rugby já vai organizar acções de divulgação da modalidade.

    Braga, como sempre, fica para trás."

    ResponderEliminar
  7. a equipa de rugby da UM era em guimaraes, pelo menos havia la uma equipa...

    Braga, patrimonio da humanidade??Um pouco utópico...

    ResponderEliminar
  8. A equipa de rugby da UM começou em Braga bem antes da equipa que agora está em Guimarães. Recentemente é que se deu início aos treinos em Guimarães, talvez por falta de campo em Braga....

    ResponderEliminar
  9. Braga, património da Humanidade utópico?

    Aqui há uns anos atrás, quem diria que a baixa do Porto ou o Centro Histórico de Guimarães (com as suas prostitutas) seriam Património da Humanidade...

    Talvez para muitos bracarenses isso seja utopia, para mim, Braga, tem no seu centro Histórico uma monumentalidade única, que devidamente aproveitada levaria com toda a certeza a conseguir tal estatuto.

    É por causa da utopia e dos sonhos que o mundo avança.

    Não se resignem!

    ResponderEliminar
  10. Meu amigo, por muito que goste do centro de Braga, esse nunca será Património da Humanidade. Na verdade seria um escândalo e iria desprestigiar totalmente a UNESCO.

    O próprio centro de Braga não tem valor nem atributos para ser Património Mundial. Não tem vida social e várias coisas que foram feitas no centro de Braga estão mais para atentado ao Património - por exemplo a horrível fonte da Arcada ou o inexplicável e horripilante Campo da Vinha.

    Mas o que deita tudo por água abaixo é a envolvente. Uma cidade que tem o Vale de Lamação, a região do Feira Nova ou Maximinos nunca terá nada que possa ser considerado Património da Humanidade.....

    Braga Património da Humanidade só se fôr piada

    ResponderEliminar
  11. "Ontem era verdade que o velhinho pelado das camélias se ia tornar num belo sintético, mas hoje é mentira que a camélia se transforma em rosa.
    Há muito que se anunciava que o campo das camélias, aquele que fica ali juntinho ao degradado parque da feira, se iria tornar num agradável complexo desportivo, onde jovens e graúdos poderiam finalmente usufruir de boas condições para a prática do desporto rei. No entanto, e quando se calhar já tudo o fazia prever, a Câmara Municipal de Braga suspendeu a obra.
    Para que conste, “as camélias” é a casa de quatro clubes urbanos, sendo que dois dos quais se dedicam exclusivamente à formação de jovens do nosso concelho, que semana após semana, para prática do desporto, tem de utilizar degradadas instalações que mais não são que uma antiga cavalariça transformada em balneário!
    É tempo de a autarquia local se debruçar seriamente sobre o assunto e finalmente ajudar os clubes que desempenham um papel importantíssimo na sociedade, nomeadamente o papel de formar e manter ocupada saudavelmente a juventude bracarense. Estas associações têm de ser apoiados, tendo em conta o serviço que prestam aos jovens em particular e à sociedade em geral, não sendo admissível que a juventude bracarense seja atirada para uma qualquer cavalariça!
    Por tudo isto, deixo aqui o meu apelo, meu e – estou certo - e de grande parte dos dirigentes desportivos do concelho, à CMB para que faça um levantamento da quantidade de jovens que praticam desporto no concelho e em que condições o fazem, e daí retire consequências. Mas não é um estudo qualquer, faça-se um estudo sério e seja-se consequente, não se brinque às PPP’s! Isto porque não é um mero campo sintético que resolve o problema, não é pintando de verde o castanho que a árvore fica viçosa! Os problemas são bem maiores e vão desde os balneários, ao transporte passando pelos calções que os jovens vestem!!!
    Custa me faze-lo mas vou ter de me recordar do trágico acidente que envolveu os jovens atletas do Inter da Boavista. Muito se falou acerca das condições que os clubes dispunham para acolher os jovens, mas tudo foi esquecido rapidamente.
    Querer colocar pintar de verde os campos de futebol do nosso concelho é querer dar caviar a uma casa onde não há pratos!
    Não se construa a casa pelo telhado.
    A terminar, deixo aqui uma enorme palavra de apreço por todos os que todos os dias, voluntariamente, se esforçam para dar as condições possíveis para que os jovens do nosso município possam praticar desporto.
    Em 2009 terão todo o apoio para que os vossos desejos se tornem realidades.
    O que ontem foi verdade hoje é mentira, mas em 2009 será uma realidade!"

    ResponderEliminar
  12. Caro anónimo resignado,

    Informo-o que os bairros envolventes aos centros das cidades do Porto e de Guimarães não são Património da Humanidade.

    Acha, por exemplo, que os bairros sociais ou de apartamentos destas cidades são classificados?

    Em Guimarães, tal como no Porto só algumas áreas do centro é que são Património Mundial.

    Há casos de cidades que só são Património da Humanidade alguns monumentos.

    Em Braga, toda a envolvente da Sé, Largo do Paço, Praça do Município, Arco da Porta Nova, Largo de S. Tiago e Largo de S. Paulo têm, na opinião de vários especialistas, potencial para tal.

    Já para não falar do Bom-Jesus que é uma referência do Barroco Europeu.

    Há com toda a certeza um grande trabalho pela frente de recuperação destas zonas e será necessário mudar muitas mentalidades retrógadas nesta cidade.

    Mas, com vontade política e com os horizontes abertos tudo é possível...

    ResponderEliminar
  13. 3 tópicos:
    Não me parece que haja nada em Braga para Património da Humanidade. Mesmo o Bom Jesus tem os vidros da Igreja partidos e os escadórios cheiram a mijo. A ASAE vai fechar o bar da esplanada por falta de sanitários.

    Então o campo 28 de Maio não dá para jogar rugby ou será a cidade que acha as regras tão difíceis de aprender como as do basquete?

    Quanto às prostitutas do centro de Guimarães, eu bracarense digo-lhe que não frequento mas há no centro de Londres, Paris, Nova Iorque, Lisboa, Porto e Coimbra.

    ResponderEliminar
  14. Que tal a iniciativa da Academia de golfe, lançada pela Universidade do Minho, em Guimarães?
    http://voleiblogue.blogspot.com/2007/10/golfe-na-universidade.html

    ResponderEliminar
  15. Não percebo a vossa sempre negativa referencia a Guimarães.. Rivalidades tudo bem, agora insultar por eles fazerem melhor que nós não..

    Quanto a Braga Patrimonio Mundial.. Acreditem nunca vai ser.. Por diversas razoes..

    Cumps

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores