Verdade, Mas Pouca

| Partilhar
«En Madeira, la línea que separa medios de comunicación y propaganda es imperceptible. El Telejornal de la cadena pública RTP Madeira es conocido popularmente como TeleJardim. De la decena de emisoras de radio privadas, todas reciben subsidios del Estado. El Jornal de Madeira, antaño propiedad de la Iglesia, es el único diario estatal en Portugal como instrumento de propaganda política. La ley impide que sea gratuito y se vende al precio simbólico de 10 céntimos[El Pais, via Jugular]

O passeio de Manuela Ferreira Leite num carro de Estado ao lado de Alberto João Jardim foi verdadeiramente tenebroso. Para além da desnecessária convivência com a ala mais lúgubre do PSD, a paladina da verdade fechou os olhos à asfixia democrática madeirense com uma complacência que incomoda. Neste texto, Carlos Abreu Amorim resume a contradição: «ser a favor da verdade e da transparência no Continente e embuçar a situação quase-chávista na Madeira é avaliar os eleitores como um bando de lerdos

4 comentários:

  1. Curioso, este blog possui um serie de posts a criticar a Ferreira Leite, mas sobre a triste figura de Louçã no debate com Sócrates, nem uma palavrinha...
    Esta avenida é central mas os transeuntes vão sempre no passeio do lado esquerdo...

    João Aroso

    ResponderEliminar
  2. Fiquei a saber que tudo o que recebe subsídio do estado está dentro do saco da «asfixia democrática». Estarão assim todas as instituições, IPSS's, clubes desportivos, reformados, desempregados e beneficiários do rendimento de reinserção social? Estão todos «asfixiados»? É que a ser assim receber subsídio anda muito próximo de «corrupção», pelo menos «corrompe» a liberdade de opinião. E se assim é no nosso Portugal continental há muitos «corrompidos», tal é o número dos que recebem apoio do Estado...

    ResponderEliminar
  3. O Jornal da Madeira custa 20 centimos?
    Não acredito...
    Afinal o Jardim é pela estatização com custos politicos asssumidos pelo orçamento ...
    Liberal é só para o Continente...
    E não se poder exterminá-los?

    ResponderEliminar
  4. Muitos comentadores (políticos) da moda gostam de comparar AJJardim com Hugo Chávez, mas o Sócrates é que gosta de lá ir apertar-lhe a mão e fazer negócios.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores