Uma Questão de Tempo

| Partilhar
Autárquicas 2009 - PS Santa Maria Feira
© Imagens de Campanha

A pergunta que o Partido Socialista coloca em Santa Maria da Feira é extremamente pertinente. A capacidade de gerar alternativas políticas é uma condição sine qua non para o funcionamento do sistema democrático. A ética republicana pressupõe que não há predestinados nem insubstituíveis e, mesmo acreditando que o povo acerta sempre nas suas escolhas, há que desconfiar quando as alternativas são sempre fracas e os senhores do poder são sempre os melhores do mundo.

O Partido Socialista tem toda a razão quando pergunta aos feirenses se não acham que 23 anos de poder são muito tempo. Por uma questão de coerência, seria interessante que o mesmo Partido Socialista repetisse a pergunta noutras paragens. Aqui em Braga, por exemplo, já lá vão 33 anos desde que Mesquita Machado assumiu o poder. Não acham muito tempo?

12 comentários:

  1. Muito Mais do Mesmo, vota Mesquitus Machadus.

    ResponderEliminar
  2. Nem que fossem 100. Sem Mesquita Braga morre. Sem mesquita SCB morre. MEsquita sempre

    ResponderEliminar
  3. A lei surgiu tardia e permite a continuidade.Não sei se Braga vai ficar melhor ou pior, mas sei sempre beneficiam os que estão próximos do Presidente e seus Vereadores, só assim se entende as dificuldades, os entraves as burocracias para resolver qualquer questão. O cidadão perde-se naqueles corredores à espera de ser esclarecido, a menos que tire o chapéu, faça vénias e seja conhecido dum amigo com"pêso" no sistema.Acho nada vai mudar ganhe quem ganhar...só à 5ª geração os ares ficarão mais desanuviados...falta pois muito tempo.

    ResponderEliminar
  4. Alguem me diga (pf), como está
    a tendência de voto em Braga.
    O que se fala na cidade, o que se acha que vai acontecer...
    Será mesmo que MM vai perder asb eleições?
    O que leva muitos bracarenses a acreditar nisto?
    Respondam algo sobre o assunto
    Agradecimentos.

    ResponderEliminar
  5. Ninguém sabe ao certo o que vai acontecer, apenas se nota um descontentamento crescente, mas ainda não suficiente para a mudança.Depois nas aldeias, com uns abraços,cumprimentos, sorrisos, esferográficas, inaugurações de tanques de água e relvados...o poder pode manter-se.Na realidade há depois uma oposição que só fala e aparece um mês antes das eleições...

    ResponderEliminar
  6. Pelos vistos "Portugal mudou. A Feira não". A diferença está aí. É que Braga mudou muito nestes 33 anos. E como todos devem concordar, para muito melhor!
    O tempo de serviço nunca deverá ser um critério para a mudança. Mesquita Machado tem provado estar à altura do mandato que os eleitores lhe têm renovado consecutivamente.

    ResponderEliminar
  7. Ai! Se esses "anónimos" se assumissem de uma vez por todas... ? O debate seria mais claro, e logo veríamos quem dá a cara pelo "quê" nesta cidade (Braga). É que, um simples epíteto de "anonimato"só faz acreditar que há "GATO ESCONDIDO".(...)

    ResponderEliminar
  8. Ás vezes o gato sai lebre.Todos têm interesse em ver uma Cidade mais dinâmica, logo qualquer mudança é um sopro para a frente.As pessoas prendem-se aos lugares, criam amizades no mundo empresarial e aos poucos tornam-se demasiado próximos desses empresários, que defendem apenas os seus interesses( lucros).Efectivamente em Braga será difícil alterar a situação...não vamos ter eléctrico, nem comboio para Guimarães...mas vamos ter a burricada no Sameiro, Os TUb na cidade e o TGV a passar a 2 ou 3 Kmºs da cidade destruindo campos para couves e batatas.Daqui a alguns Anos queremos ter Agricultura nos telhados....Enquanto o País viver de empréstimos, tudo parece bem, quando tiver de pagar a conta a coisa vai doer.

    ResponderEliminar
  9. Mesquita ganha nas regiões rurais.

    ResponderEliminar
  10. Que conversa barata é essa Delta X? Não serás tb tu anónimo?! Tanta treta, tanta treta... identifica-te então!

    ResponderEliminar
  11. Ehhh!eh!!!... nunca escondi a minha verdadeira identidade. Dalila Monteiro, jornalista!! Aliás, quem me conhece sabe bem que é Delta X, nunca fiz segredo disso nem dos meus comentários. Nunca tive medo de dizer o que penso, logo, nunca precisei de "anonimatos"!! EH, EH... bem haja.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores