Privatizar a Saúde?

| Partilhar
St. Mary's Hospital - Waiting in the corridor
© MonkeyGirl22

Os neoliberais gostam muito de dizer que o Serviço Nacional de Saúde não pode ser eficiente sem concorrência. Contudo, nunca vi os neoliberais dizerem que a BRISA ou a AENOR não são eficientes, apesar de, como se sabe, não haver concorrência para as suas auto-estradas.

Os neoliberais gostam muito de dizer que os funcionários públicos ganham muito e trabalham pouco. Se a Saúde for entregue às seguradoras, os funcionários ganharão menos e trabalharão mais. Contudo, os utentes pagarão o mesmo [ou ainda mais], alimentando mais um intermediário.

Os neoliberais gostam muito de dizer que uns contribuintes não têm nada que pagar a saúde dos outros. Contudo, numa sociedade que respeita os direitos humanos, a saúde não é um luxo, mas um direito inalienável de qualquer cidadão.

Os neoliberais defendem que os utentes devem pagar os serviços de saúde em função dos rendimentos declarados. Contudo, esse modelo é duplamente penalizador daqueles que declaram rendimentos - ser-lhes-ão imputados os seus gastos em taxas e os dos outros em impostos.

A propósito da saúde como bem de consumo num Estado completamente mercantilizado, recomendo o filme
Dancer in the Dark. Um bom ponto de partida para a discussão sobre os problemas reais das pessoas de carne e osso que não se leêm nos números.

9 comentários:

  1. Eu não me importo com os hospitais privados, só me importo que o projecto de longo prazo para o SNS seja definido em função de privados.

    e há uma coisa muito importante para a subsistência de um SNS justo e eficaz: exclusividade dos médicos.



    pequena nota sobre o SNS, a que diz mal da nossa saúde:

    tive um familiar que sofreu um enfarte há dias; nada a dizer em relação a serviços de urgência, atendimento, meios técnicos, meios humanos, disponibilidade, profissionalismo, etc. antes pelo contrário. e ele foi para a urgência de Viana do Castelo, no dia seguinte veio para Braga, num situação ainda de risco; nem num hospital nem noutro tenho algo a apontar. Aliás, o senhor em uestão tem possibilidades financeiras e seguro de saúde que lhe permite recuperar em qualquer Hospital Privado, mas do São Marcos só saiu para ir para casa.

    e para ser salvo e atendido da forma que foi, bastou-lhe pagar os impostos.

    ResponderEliminar
  2. Caros amigos...andamos à trinta e tal Anos a idealizar o modelo do SNS...foram projectos, estudos, ministros e opções que sempre os Governos quiseram pôr á prova.Os resultados são os que temos e não são óptimos.Porém privatizar foi e é, o desejo e vontade de alguns políticos, que óbviamente têm as suas ideias e quiçá vontade e interesses.Porque será que perdemos trinta Anos à procura de fazer algo sem o conseguir? Meus caros, resposta simples, politiquices onde os privados sempre têm os seus guardiões.Pobre Povo condenado a ser o sacrificado para regalo de meia dúzia de oportunistas que entendem a Política como coisa para sua utilidade e esquecem os deveres para com a comunidade.

    ResponderEliminar
  3. Neoliberais em Portugal? Deve ser para rir...

    ResponderEliminar
  4. Ministério contrata 44 médicos cubanos para centros de saúde do Alentejo, Algarve e Lisboa.

    ResponderEliminar
  5. Não direi que os funcionários públicos ganham muito, mas antes os privados ganham mal.Quanto ao tempo de serviço não os ponho em causa, mas entendo isso sim os serviços deviam estar abertos até pelo menos ás 18h.Também entendo os doentes nos Hospitais deviam ser tratados aos Sábados, isto é, preciso de terapia de seg. a sexta e depois volto na seg.? A reabilitação por exemplo devia ser um processo continuo.Não me tenho por político, mas apenas cidadão atento aos problemas do País.

    ResponderEliminar
  6. O SNS, sempre foi tema entregue aos políticos.Suponho efectivamente não é assim tão mau, se passar ao privado será bem pior.Porém acredito haverá profissionais de saúde mais e menos devotados ás suas tarefas e aos doentes.Também acho estranho mas sempre que necessitei de recorrer ao Hospital, eram médicos muito jovens que me atendiam? Será que os mais velhos, por serem mais especializados não atendem doentes? ou é questão de estatuto...ganhar mais será condição, por exemplo para fazerem menos?

    ResponderEliminar
  7. Por acaso, até tinha uma comparação engraçada a propósito deste tema. Mas só agora regressei de férias, e não vale a pena desenterrar um cadáver só para lhe dar um tiro :)

    ResponderEliminar
  8. Ainda há pessoas com sorte.Existem cidadãos mêses à espera duma consulta em Oftalmologia!Enfim já não sei o que falta nos Hospitais para funcionarem melhor.A saúde devia merecer particular atenção do Governo, não se admite um doente estar numa urgência três ou mais horas à espera...A questão será de salas disponíveis ou de Médicos? De organização ou desorganização? Será que os Hospitais mandam quase todos os Médicos de férias em Agosto ou haverá, tal como nos serviços Públicos permanentes, regras a cumprir?Enfim não devendo pronumciar-me sobre o que não conheço,refiro apenas o que se fala nos cafés e o que dizem doentes que ali se dirigem...

    ResponderEliminar
  9. O orçamento de Estado não estica, o País tem de recorrer aos Saldos, contratando mão de obra mais barata.Sabem quanto custa uma consulta num Médico especialista? Quase metade da reforma dos idosos, daí que o SNS, deva incorporar nos Hospitais mais especialistas a atenderem os doentes...

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores