Avenida Plural

| Partilhar
Apesar da presença regular na blogosfera bracarense, apenas conheci o João Marques a propósito da nossa participação conjunta no Trio de Blogues do Rádio Clube do Minho. Depressa percebemos que representava, no contexto das juventudes partidárias nacionais, uma verdadeira excepção. João Marques é licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra, tendo efectuado um estágio no Parlamento Europeu. Actualmente é advogado estagiário e Vice-Presidente da Secção Concelhia de Braga da Juventude Social Democrata (JSD). A partir de hoje será presença regular no Avenida Central com a sua Avenida Liberal.

Especialista em Arqueologia Urbana, o Professor Francisco Sande Lemos é o mais respeitado arqueólogo bracarense e um dos mais notáveis historiadores portugueses. Autor de inúmeras obras sobre História e Arqueologia, é um dos principais rostos do Programa de Salvação da Bracara Augusta, participando de forma verdadeiramente cidadã em todos os grandes debates sobre a protecção do património bracarense. É, pois, com enorme prazer que vos anunciamos que o Professor Francisco Sande Lemos passará a escrever Avenidas do Passado a partir da próxima Segunda-Feira.

E eis que se completa uma equipa de luxo. Bruno Gonçalves, Cláudia Rocha Gonçalves, Cláudio Rodrigues, Dario Silva, Eduardo Jorge Madureira, Francisco Sande Lemos, João Martinho, Jorge Sousa, Luís Tarroso Gomes e Vitor Pimenta são os rostos de uma Avenida que prometemos Plural. Da Esquerda à Direita. Do Direito à Arquitectura. Da Arqueologia à Medicina. Da Sociologia ao Design. De Cabeceiras de Basto a Barcelos. Da Penha ao Monte Castro.

Do Minho até ao fim do mundo, esta é a Avenida Central.

11 comentários:

  1. Só uma ligeira correcção (e espero não ser mal interpretado).

    Decerto querias dizer:
    "Do Verde/Baixo Minho até ao fim do mundo (...)"

    Por vezes pecas em falar do Minho como sendo apenas o distrito de Braga. Repito, por vezes.

    ResponderEliminar
  2. Sem dúvida um blog indispensável aos minhotos!

    ResponderEliminar
  3. Quando tudo convida à acomodação na busca por "um lugar ao sol", é bom sentir e perceber que há gente que não desiste!

    Parabéns, Pedro!!!

    ResponderEliminar
  4. Quem é a esquerda?

    ResponderEliminar
  5. Apenas falta alguém ligado ao ambiente, uma área actual e tão sensível. Hoje discutem-se parques das cidades, espaços verdes, ordenamentos territoriais, etc.
    Estes temas cativam os leitores, dada a sua pertinência.
    cumprimentos

    ResponderEliminar
  6. eheheheheheh
    a esquerda deve o pimenta!

    ResponderEliminar
  7. Quem é a esquerda é uma boa pergunta? ehehehe! Bem hajam, Rui Rodrigues

    ResponderEliminar
  8. Da extrema esquerda à direita.
    Deve ser mais isso...

    ResponderEliminar
  9. Parabéns. João Marques será uma mais valia para este blog.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores