Acontece no Minho | 28

| Partilhar
Zeca Afonso
© Armando Caldas

Sérgio Godinho (música)
[24 de Abril, 22h. Centro Cultural Vila Flor, Guimarães]
A Câmara Municipal de Guimarães oferece música de Abril para celebrar Abril. Em concerto de entrada livre, Sérgio Godinho terá um Grande Auditório cheio e com um brilhozinho nos olhos para o ouvir cantar.

Pedro Barroso (música)
[24 de Abril, 22h. Casa das Artes, Arcos de Valdevez]
Pedro Barroso estreia-se em 1969 no célebre programa da RTP Zip-Zip. Desde então, a sua carreira de quase 40 anos conheceu um crescendo permanente, evoluindo em paralelo com um país que conheceu fantásticas mutações políticas e sociais, elementos que desde sempre estiveram subjacentes às suas letras e melodias, a par dessa vontade imensa de cantar o amor e a verdadeira alma portuguesa.

Traz o Teu Cravo Também (música)
[24 de Abril, 21h21m. Velha-a-Branca, Braga]
Na noite da liberdade, o Estaleiro Cultural apresenta DJ set com a dupla do RUM Upload, Paulo Sousa e Sérgio Xavier.

Zeca canta Zeca (música)
[24 de Abril, 22h. Theatro Circo, Braga]
Neste ano cumprem-se 22 anos sobre a morte do compositor e cantor português Zeca Afonso, figura que deu grande contributo à cultura em Portugal e no mundo. Este espectáculo tem como intérprete principal José Carlos Barbosa, também ele “Zeca”. Nasceu em Viana do Castelo, em Agosto de 1956. Desde muito novo acompanhou a evolução da música portuguesa, particularmente dos compositores e cantores da resistência.

Rão Kyao (música)
[25 de Abril, 22h. Casa das Artes, Vila Nova de Famalicão]

Rão Kyao apresenta através das suas flautas de Bambu, com os magníficos arranjos a Oriente, sonoridade tão particular deste músico, uma homenagem à música tradicional Portuguesa e a Zeca Afonso.

GNR (música)
[25 de Abril, 23h. Queima das Fitas, Póvoa de Lanhoso]
Em noite de abertura, a Queima das Fitas do ISAVE apresenta GNR, a mítica banda do Porto que se celebrizou nos anos oitenta e noventa. Os Flow 212 abrem a noite.

Frida Hyvönen (música)
[25 de Abril, 22h. Theatro Circo, Braga]
A dar continuidade ao “Musa - Ciclo no Feminino”, o palco da sala principal acolhe a estreia nacional da voz simultaneamente doce e ácida de Frida Hyvönen e aos seus temas “pop”, ora envolvidos por um clima sombrio, ora nascidos de uma ingénua alegria infantil. A sueca traz a Braga um dos concertos do ano no Minho.

3 comentários:

  1. Zeca canta Zeca hoje é hoje em Braga e não amanhã 25!

    ResponderEliminar
  2. Caro Pedro,
    só duas pequenas correcções:
    o Zeca canta Zeca é a 24 (sexta-feira) e a Frida HYvönen a 25 de Abril (sábado).
    Obrigado

    ResponderEliminar
  3. então e o concerto do sérgio godinho? super fixe?
    isso é que é sorte, aí ao lado (claro, se não se tiver o complexo de "guimarães terrível espanha"!) e ainda por cima à borlieu...
    aqui ele só vem representar "onde vamos morar"... vou na mesma, claro!

    m.ª

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores