Guimarães por um Canudo: Do Bom Senso

| Partilhar
IMG_28131_2_3
© espelhito

Ao longo dos últimos tempos, acompanhei com muito interesse a discussão pública sobre o futuro da Praça do Toural, em Guimarães. De todo o processo, a disponibilidade do município para ouvir as opiniões dos munícipes ressalta como um dado extremamente positivo e exemplar.

Por outro lado, o facto de Guimarães viver a dezasseis quilómetros de uma cidade penosamente castigada pelas opções tomadas relativamente à gestão do trânsito e do estacionamento no centro foi verdadeiramente decisivo para o abandono do projecto inicial que incluía a construção de um parque de estacionamento subterrâneo e de um túnel rodoviário. Nos debates a que assisti, as populações foram extremamente críticas da opções que o município pretendia adoptar e, volvidos alguns meses de discussão pública, foi anunciada a alteração do projecto.

Prevaleceu o bom senso. Felizmente.

5 comentários:

  1. Bom alerta!

    Chamaria só a atenção para o facto de que o período de discussão pública surgiu após um projecto ter sido apresentado (uma cronologia invertida) e que neste momento está agora outra proposta a ser desenvolvida, o que suscita algumas perguntas:

    1.Houve algum concurso público internacional para este projecto?
    A Capital da Cultura é Europeia, não regional (ou local- do bairro)...

    2.Por quem e como está agora a ser desenvolvido o projecto?

    3. Que projecto? Haverá discussão pública/ apresentação também desta vez?

    4.Como ficam os outros dois projectos provincianos e faraónicos que não estão em curso?

    Era interessante debater no AC o percurso e sucesso destas "obras" no regresso da Capital da Cultura ao Norte de Portugal.

    Cumprimentos!

    ResponderEliminar
  2. Do bom senso e da maturidade. Não é a terceira (como não o é a outra) nem quer ser de terceira.

    ResponderEliminar
  3. Olá.

    Parece-me que o projecto foi abandonado pelo simples facto de ser absurdamente caro, e não pelo facto de haver bom senso na nossa classe politica. Numa cidade da dimensão de Guimarães não faria sentido nenhum avançar com um projeco destes. Isto é o reflexo duma classe politica que não interessada em resolver os problemas reais do país. Se assistiram à discussão publica do projecto, ninguem fez perguntas como:
    - Não existe prioridades mais importantes no Conselho?
    - O saneamento basico chega a todas as freguesias.
    - E o transporte escolar ?
    - Centros de Saude?
    - Apoio soncial?
    - Emprego?

    Todos estes problemas duma cidade (e dum pais) não são preocupação da nossa classe politica.

    Quem conhece o conselho de Guimarães sabe que os problemas não são a construção dum parque ou tunel sob o Toural. Apenas na cabeça do autarca existem este tipo de ideias improdutivas.

    Estamos entregues à bicharada, meus caros.

    Salve-se quem puder...

    ResponderEliminar
  4. Façam lá obras de embelezamento e arranjos urbanísticos á superficie, mas deixem lá os túneis, as torres de cimento e as pedreiras para braga, ok?
    Caso contrário, perdem toda a beleza e encanto!
    Pedrito BRG

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores