O País do Futebol [2]

| Partilhar
O Benfica e o senhor Hermínio Loureiro foram insensíveis à arbitragem de Paulo Baptista mas ficaram "arrepiados" com as declarações de Mesquita Machado e, em aparente sintonia de intenções, levaram o assunto à Procuradoria Geral da República. Tudo isto é muito estranho: como pode esta gente questionar a legítima indignação dos bracarenses sem se preocupar com o vício introduzido na verdade desportiva pelo árbitro Paulo Baptista?

7 comentários:

  1. O problema não está na indignação dos bracarenses, mas nas palavras de alguém que tem um cargo demasiado importante no futebol.

    Claro que não vais perceber isso e continuar a só ver as coisas claramente quando não dizem respeito a futebol.

    ResponderEliminar
  2. Mas não era o Santos da Cunha que dizia que "isto era assim ou então passavamos para o reviralho?...".
    Mesquita dixit.
    Os fins não justificam os meios?
    Maquiavel dixit.
    Se o Braga ganhar ao Porto com um penalty duvidoso, para compensar, também não fico chateado...

    ResponderEliminar
  3. Penso que todos temos direito à indignação, e isso é normal. A solução passa pela VONTADE real de mudar as coisas, ex: introdução de técnologia nos estádios (chips na bola etc...)funcionaria como apoio aos árbitragem em lances mais duvidosos. Mas a culpa destas situações é simplesmente de nossa, não há de facto vontade para mexer no "sistema" porque estamos numa democracia e a maioria da população e que manda, ou seja só queremos ver o nosso dito "Glorioso" a ganhar (70% da população nacional). Como tal da minha parte deixei definitivamente de me preocupar com os jogos de futebol e passei a pensar em outras coisas... se calhar mais preocupantes para os nós os portugueses.... a crise que ai advém.

    ResponderEliminar
  4. Tanta agressividade. Tanto empenho.
    Espero que tenham as mesmas doses se forem prejudicados com o FCP.

    Ou então vão fazer como o Domingos Paciência que ontem era todo sorrisos no final de perder com o FCP.

    Joao Fernandes

    ResponderEliminar
  5. Pergunta:
    Que clubes impediram na liga a alteração de regulamentos?

    ResponderEliminar
  6. AHAHAHAHHAAH

    Por estas e por outras é que o apito dourado é maior anedota do futebol nacional...

    Abaixo do Douro vive-se num outro país... Um país de vassalos da vermelhagem do regime...

    Nacionalização do Norte, odeio ser chamado de português e ser confundido com esta corja nojenta que infelizmente domina o nosso país...

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores