Capítulo 24: das comunidades

| Partilhar
comunidade é um conceito que me agrada particularmente. fui educado segundo os valores da união e da partilha, portanto, sem a carga ideológica que tantos revêm nele, o conceito de comunidade é um conceito de que gosto muito.

vem isto a propósito do regresso da comunidade de leitores, coordenada por um dos meus colegas de blogue. quando em julho passado se despedia para férias, poucos imaginariam que demoraria um ano a voltar. se a isto acrescentarmos o facto de ter aparecido, pela mão do fundador desta comunidade, uma nova comunidade de leitores no theatro circo, é natural que muitos tenham imaginado uma metamorfose da primeira; comunidade a sociedade, quiçá.

isto porque, simplificando o conceito, a comunidade pode ser entendida como quadro de relações sociais horizontais. e apesar de as relações de poder serem tão antigas como a humanidade e bastarem duas pessoas para que elas se verifiquem, elas são menos intensas em comunidade - e, pelo menos, no sentido literal do conceito.

ora, se a comunidade de leitores-da-velha parece corresponder ao tipo-ideal de comunidade, já a comunidade de leitores do theatro circo parece desvirtuar ligeiramente o conceito. quase como se a primeira fosse uma celebração eucarística e a segunda um culto de seita; em ambos há partilha, argumenta o leitor, mas a verdade é que "as partilhas" são bastante diferentes.

e tudo isto interessaria pouco, não fosse o facto de estarmos a falar do maior espaço de espectáculos em braga e da perpetuação de uma característica que muitos apontam aos poderes de braga: os amiguismos e compadrios; com dinheiros públicos, pois claro. depois de um freak show, um arranjo de acordes - quase todos de outros compositores.

e ainda há dois anos tínhamos uma programação exemplar...

1 comentário:

  1. Também não percebi o conceito de comunidade no Theatro Circo. Também não percebi o conceito de comunidade onde se excluem os que não podem pagar a entrada.
    Também não percebi porque haviam de plagiar um título homens da cultura na casa da dita.
    Mas, não tendo percebido, lá estarei, no próximo dia 12, na Velha-a-Branca, para o encontro da Comunidade original.
    Agradeço-lhe o seu texto: lapidar, inteligente e oportuno.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores