O Carmo e a Trindade

| Partilhar
Há uns anos, estava no Estádio Primeiro de Maio a assistir a uma interessante partida de futebol que o Sporting de Braga ganhava confortavelmente por uma bola a zero quando, inusitadamente, ao minuto noventa e cinco de uma partida que deveria ter noventa e quatro, João Ferreira assinalou grande penalidade a favor do Vitória de Setúbal por pretensa falta de Pedro Roma. A decisão do árbitro garantia ao Vitória de Setúbal a manutenção na liga e, para além de hipotecar a verdade do jogo, roubava dois pontos ao Sporting de Braga.

A decisão teve sabor a escândalo, mas nem por isso abriu telejornais ou teve direito a manchetes em capas de jornais. Sejamos claros: o erro de Pedro Henriques ontem no Estádio da Luz não é mais nem menos que milhares de outros erros replicados jornada após jornada. Além do mais, Porto, Benfica e Sporting são inegavelmente os clubes cronicamente mais favorecidos pelo sistema de arbitragem português.

Mas vamos ao que interessa: esta foi a jornada em que o Braga ganhou pontos a todos os adversários na luta pelos primeiros lugares.

10 comentários:

  1. Pois, pois... Eu percebo a dor... Mas a verdade desportiva não foi adulterada no golo anulado ao Benfica??? Ou contra o Benfica vale tudo??? Era só a liderança que estava em causa, coisa pouca... Tristeza...
    Os favorecimentos são tantos ao Benfica que andamos todos de barriga cheia de títulos, ou então vais desenterrar mais algum "diz que disse" dos tempos da outra senhora e afirmar, como já aqui fizeste, que éramos o clube do regime... Por falar nisso que nome tinha o 1º de Maio???
    E milhares de erros por jornada, deves estar a fazer contas com os ilícitos que se faziam e fazem ali nos túneis das antas, agora dragão. Pois, mas isso já não conta... La famiglia chegou á capital do Minho... O que vale é que agora já não são ex policias armados, são mais ex pseudo-jornalistas armados em rambos, valha-nos isso.
    Bom Natal...

    ResponderEliminar
  2. Nunca é demais lembrar aos amantes de futubol do qual eu me inclu-o:

    Estádio AXA ou Estádio Municipal de Braga, conhecido por "A Pedreira", afirma-se como uma mais-valia para o concelho, valorizando a cidade e a região. Projectado pelo Arquitecto português Eduardo Souto Moura e pelo Engenheiro português Rui Furtado,é uma obra de particular beleza, enquanto peça de arquitectura e de invulgar engenharia «uma grande obra de arte», que vem dar corpo ao Parque Urbano implantado na encosta do Monte Castro, na periferia da área urbana de Braga virado para o vale do Rio Cávado. O estádio é actualmente utilizado pelo Sporting Clube de Braga.

    ResponderEliminar
  3. A diferença é que erros como este ou como o de há dois anos num Sporting - Paços de Ferreira podem resolver campeonatos. Talvez por isso tenham direito a manchetes. Talvez também por estar ligados a clubes com milhões de adeptos e não centenas de milhar. Não é difícil entender o motivo. O que vende é o Benfica, o Porto e o Sporting.

    ResponderEliminar
  4. Ah, e fico contente por o Braga se ter aproximado. Está a mostrar que é para continuar o que vem sendo feito nos últimos anos. Está a mostrar que o que se tem passado não é acidente nenhum. Está a mostrar, cada vez mais, que é o quarto clube em Portugal.

    ResponderEliminar
  5. Pedro, não vamos branquear o erro evidente!
    Claro que é um erro e há muitos.
    Mas este erro - além do mais vindo de um árbitro que deixa seguir jogo normalmente (muitas vezes excesivamente...)- é mais suspeito por vir de um sportinguista não assumido.
    Há uns tempos o benfiquista assumido Pedro Proença (que ainda por cima se engana sempre contra o Benfica...e o Braga...)referiu-se ao facto numa entrevista e ainda à circunstância de ele querer passar despercebido da sua condição de lagarto...
    O Pedro Henriques ficou danado!
    De qualquer maneira começo a pensar cada vez mais como o sportinguista do "Dia Seguinte" da SIC Noticias das Segundas-feiras, Dias Ferreira:eles (os árbitros) são todos maus...
    Bom mas o Nacional ganhou um ponto ao Braga e este ano, creio, o 6º lugar da Liga não dará UEFA...

    ResponderEliminar
  6. Não foi Pedro Henriques o árbitro dessa partida, no 1º de Maio, frente ao V.Setúbal; foi (o muito pior) João Ferreira, este "apenas" capitão, salvo erro, da GNR.

    Aliás, muito pior que o lapso (discutível) do Pedro Henriques, só o tratamento jornalístico do alegado erro - quando até então até era o Nacional a ter mais razões de queixas da arbitragem, sobretudo no capítulo disciplinar. Isto é que é pressão sobre os árbitros....

    ResponderEliminar
  7. Bom Natal ao Pedro Morgado e demais autores das Avenidas.

    ResponderEliminar
  8. Ó pá....que há arbitros incompetentes...isso há!!!Que há arbitros corruptos...isso há!!! Mas partir deste lance...ou casuisticamente de outros...e afirmar que se quis prejudicar este ou aquele....tenham dó!!!

    O Nuno Gomes e companhia não falharam golos feitos neste jogo??? E de forma verdadeiramente escandalosa!!!! Mas parece que só o jogador tem direito a errar....o arbitro se erra...TA COMPRADO!!! Por este andar o Sr. Nuno Gomes...aos golos que falha de forma vergonhosa...tava compradissimo!!!!

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores