Zon 1 - Benfica 0

| Partilhar
Depois das tentativas de condicionamento da liberdade de informação através da censura dos jornalistas que não dizem o que o clube quer ouvir, o Benfica tentou impedir a ZON de transmitir um jogo cujos direitos de transmissão tinha legitimamente adquirido junto do Olympiakos. Apesar dos esforços, Meo e Benfica saem derrotados porque a Entidade Reguladora da Comunicação autorizou a transmissão em exclusivo para clientes ZON.

10 comentários:

  1. O benfica só respeita a liberdade de informação e as leis de mercado quando lhe interessa.

    O jogo foi adquirido pela ZON e o Benfica não tem nada a ver com o assunto. Ponto final!

    É esta tentativa de condicionar tudo que mete nojo. Muito nojo.

    ResponderEliminar
  2. Talvez não estejas muito bem informado sobre o assunto, mas no máximo, é uma vitória moral. A Meo/Benfica TV continua a ter os direitos para as modalidades e para os jogos em casa. Se tiverem liberdade para tal, os outros clubes fazem o que muito bem entenderem, tal como o Benfica o faz.

    Mas o que prova que é uma vitória moral, é a quantidade de subscrições obtidas pela Meo em tão curto espaço de tempo. A luta não é entre Zon e Benfica, mas sim entre Zon e Meo. Não há 1-0's que valham à Zon neste capítulo.
    Se fores ainda consultar a deliberação, apercebeste imediatamente que a queixa não foi só do Benfica, foi também da TVI e da Cabovisão.

    De facto, estando de fora, não se sabe bem o que se passa nas negociações. Mas só o facto de o Benfica as ter aguentado durante tanto tempo é bom indicador de que alguma coisa está a falhar do lado da Zon por muito que, publicamente, digam "que mantém interesse".

    Era o que faltava obrigar o Benfica a contratar, que é o que acabas (talvez inadvertidamente) por sugerir, ao comparar isto com a suposta falta de liberdade de informação... que quando diz respeito a organizações privadas, dentro das suas instalações, tem mais que se lhe diga, caso contrário não era necessário tempo algum para fazer as deliberações.

    A "tentativa" de impedir a transmissão, pelos vistos, tinha todo o sentido. Caso contrário a ZON teria mencionado, logo à partida, que iria transmitir num canal chamado SNC ou lá o que é. Aliás, todo este processo acaba por dar a ideia de que a ZON só mais recentemente é que se apercebeu da existência desse canal... Que tem um nome muito bonito, diga-se. ;)

    «A Zon Multimedia, através de informação hoje mesmo prestada à ERC, e contrariando o que havia sido inicialmente publicitado e informado, assegurou
    que o jogo de futebol em causa irá ser transmitido no serviço de programas “scn – sportcanal”, em emissão inicial e experimental do mesmo, integrada nas redes ZON TV Cabo;»
    http://www.erc.pt/index.php?op=downloads&enviar=enviar&lang=pt&id=685

    Acabas por sugerir a não-liberdade de contratação e era o que a ZON, de facto, inicialmente pretendia e a mesma ERC impediu claramente:
    «Assunto: Exposição da Zon Multimedia relativa ao serviço de programas "Benfica TV"
    Decisão: O Conselho Regulador deliberou considerar que o titular dos direitos relativos ao jogo Benfica-Nápoles não se encontra, a qualquer título, obrigado à sua cedência, designadamente para efeitos do disposto no n.º 2 do artigo 32.º da Lei da Televisão.»

    http://www.erc.pt/index.php?op=downloads&enviar=enviar&lang=pt&id=628

    A descoberta deste canal SNC, lá nos confins da TVTel, é uma solução de recurso, como fica evidente. Tendo apenas em vista a transmissão deste jogo e de mais nada. Tal como o é a transmissão do jogo em si, pois pura e simplesmente não existe nenhum projecto do que que quer que seja relacionado com a transmissão de outros programas desportivos. Será que para além do Benfica e da Meo, também querem entrar em guerra com a Sporttv e com a SIC, TVI e RTP, que também têm alguns direitos de transmissão desportivos?

    Não te iludas Pedro, esta guerra é entre Meo e Zon. O Benfica está só no meio.

    ResponderEliminar
  3. Caro JLS,

    Bem sei que a guerra é entre a Zon e a Meo. O que se estranha é que o Benfica achasse que conseguia impedir a transmissão de um jogo sobre o qual não tem quaisquer direitos.

    ResponderEliminar
  4. Não vale a pena JLS!
    É que a reacção pavloviana a tudo o que diz Benfica é mais forte que a razão do "bracarense" Pedro.
    Deixe-os falar! Não vê que ele depois da clara explicação dada, ainda imputa ao Benfica a obscura inteção de "impedir a transmissão de um jogo", jogo esse, que pelas postas aqui deixadas bem lhe devia ser indiferente, mas enfim...

    Pedro Machado

    ResponderEliminar
  5. Deve ter sido alguma má interpretação, pois onde dizes :
    "Apesar dos esforços, Meo e Benfica saem derrotados "

    no comentário da ERC onde te baseias, diz :
    " com o qual se responde às dúvidas do Benfica, da TVI e da Cabovisão."

    Não entendo como é que o Benfica sai derrotado, seja qual for o operador a transmitir o jogo, o Benfica a única coisa que pode ganhar é em campo, e espero que se concretize. Caso tenhas duvias sugiro que leias a seguinte noticia: http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Media/Interior.aspx?content_id=1050352

    Depois podes aproveirar e ler a uma noticia que tem um titulo que te deve agradar “Benfica não quer jogo na Zon” - http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Media/Interior.aspx?content_id=1049851
    mas não deves dar atenção ao titulo, mas sim ao conteúdo da noticia. A comunicação social usa e abusa da marca Benfica para lançar noticias com títulos especulativos e depois onde a noticia não condiz com o titulo.
    “Segundo a agência Lusa, os responsáveis pelo Benfica consideram que a transmissão de conteúdos televisivos em novos canais carece de licenciamento e autorização da ERC. E neste caso isso não se verifica, reiteram.”

    E ficas a entender que o que o Benfica quer não é impedir a transmissão do jogo, mas sim que seja preservado os direitos desportivos dos clubes, evitando que qualquer canal de tv transmita jogos de futebol mesmo que não esteja licenciado para tal. Como podes ver é uma forma de salvaguardar os futuros interesses do canal Benfica TV. Ou seja se o jogo fosse transmitido na Sporttv ninguém iria colocar qualquer duvida relativamente a transmissão, tal como se constatou no jogo com o Hertha Berlim.

    Espero que o jogo de logo, no canal 29 (que eu vou poder ver ao contrario do que sucedia se fosse na Sporttv) seja um bom jogo e que o Benfica consiga cumprir o seu objectivo, a vitoria. Dado o teu interesse pelo Benfica, espero que acompanhes o jogo e que celebres em conjunto com todos os Benfiquistas.

    ResponderEliminar
  6. Pacóvios não pecebem coisas simples.

    ResponderEliminar
  7. A pergunta é: porque é isto um assunto a ser comentado neste blog?

    Sendo comentado, porque não Zon 1 - 2 Meo. É que a Meo já levou dois jogos que mais ninguém levou.

    Bem, é lamentável tudo isto.

    ResponderEliminar
  8. Caro Lingu@s,

    A Zon nunca tentou impedir nenhuma operadora de transmitir um jogo. O Benfica já e não conseguiu. Daí o 1-0.

    ResponderEliminar
  9. «Bem sei que a guerra é entre a Zon e a Meo. O que se estranha é que o Benfica achasse que conseguia impedir a transmissão de um jogo sobre o qual não tem quaisquer direitos.»

    Digo-o mais resumidamente:

    Achou o Benfica, a TVI e a Cabovisão.

    Acharam e acharam, segundo a ERC, muito bem, pois só após a queixa da ERC, é que a ZON veio dizer que afinal tinha autorização, através de um canal de um site meio esquisito da TVTel, para o efeito, coisa que era desconhecida de toda a gente, inclusivé da ERC.

    ResponderEliminar
  10. Retificação,

    Olympiakos 5 - Benfica(meo) 1

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores