Alerta Vermelho

| Partilhar
1. Apesar sinais de recuperação, a crise está instalada nos emrcados financeiros. Depois de uma vaga privatizadora ao longo das últimas duas décadas, os governos preparam agora a nacionalização dos bancos que entrarem no vermelho.

2. À medida que a crise económica alastra emergem graves problemas sociais que afectam sobretudo a classe média e as classes mais baixas (embora estas últimas estejam mais protegidas pelos subsídios do Estado suportados em larga escala pela classe média).

3. A economia voltou a estar no centro do palco político. O modelo capitalista resiste à crise?

8 comentários:

  1. Perguntem ao Vítor Pimenta o que dizia o PCP à 10 anos atrás...Mas o PCP é que está mal não é? Os outros é que têm razão...

    ResponderEliminar
  2. Caro João,

    1. O PCP antes de se propor resolver os problemas do país, deve resolver o seu problema com a democracia interna.

    2. O PCP é um dos partidos mais conservadores do sistema e um dos maiores empeçilhos ao desenvolvimento do país.

    3. Às vezes tenho dúvidas sobre a esquerda a que pertence o PCP...

    ResponderEliminar
  3. «Perguntem ao Vítor Pimenta o que dizia o PCP à 10 anos atrás»

    Aquela coisa do fim do capitalismo? Olhe que já diz isso há bem mais tempo. Desde Marx vão pelo menos uns 150 anos :)

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde!

    Caro Pedro, acerca do teu comentário, e respeitando a tua opinião:

    1. "O PCP antes de se propor resolver os problemas do país, deve resolver o seu problema com a democracia interna."

    A fórmula radical que propuseste é válida também para os restantes partidos, e não só em relação ao PCP. Por exemplo, ainda recentemente (e com razão) criticaste o PS pela imposição da disciplina de voto na AR. Pensando desta forma, nenhum partido político teria legitimidade para se propor resolver os problemas do país.

    2. "O PCP é um dos partidos mais conservadores do sistema e um dos maiores empeçilhos ao desenvolvimento do país."

    Eu penso que depende do prisma com que o olhamos. E se mudássemos, nessa frase, a sigla "PCP" por outra qualquer? Por "CDS", por exemplo? A frase não faria lógica? Faria, porque se eu for militante de um partido, vou tendencialmente considerar os outros partidos como empecilhos para o desenvolvimento.

    3. "Às vezes tenho dúvidas sobre a esquerda a que pertence o PCP..."

    Quanto a isto, no meu caso, não tenho grandes dúvidas :)

    Nota que não sou do PCP, nem sou comunista, apenas achei o teu comentário demasiado estigmatizante...

    ResponderEliminar
  5. Nas palavras de José Saramago: "A esquerda não faz a puta da ideia em que mundo vive." in O Caderno de Saramago

    Sintomático sobre aquilo que vale a esquerda nos dias que correm...

    Como li, e muito bem aqui á tempos, deixem os mercados funcionar.

    ResponderEliminar
  6. Mas há modelo alternativo ao capitalismo?Ele que se regenera constantemente e que agora até "nacionaliza"?Quem diria...
    Pois , há fluxos e refluxos mas sempre em pé, não é?
    Mas esta crise vem enriquecer o debate esquerda/direita e cai como sopa no mel para quem tinha perdido o seu modelo social de referência - o socialismo real.
    A defesa do intervencionismo estatal vai reganhar um novo lastro e a Caixa Geral de Depósitos não será privatizada na próxima década...
    Mas , de uma coisa estou certo, o nivel de vida das classes médias, principalmente em Portugal, vai cair significativamente, havendo necessariamente menos viagens a Cuba e à Republica Dominicana...

    ResponderEliminar
  7. As afirmações do Pedro confundem-se cada vez mais com a sua irracionalidade sempre que se fala de futebol. Pelos vistos a “doença” espalhou-se para o resto…
    A confusão que vai na tua cabeça em relação ao PCP é tão grande e apenas se compreende com um tremendo preconceito e uma total ignorância em relação ao panorama político e social em Portugal.
    Afirmas tu que o PCP é o causador do atraso do nosso país.
    Ora pergunto algo muito simples e que até tu podes responder:
    Quem esteve no poder durante os útlimos 34 anos?
    Quem governou este país a seu belo prazer inclusive com maiorias absolutíssimas?
    Quem governou este país durante 34 anos gozando de maresias de fundos oriundos da Europa?
    Quem destruiu o aparelho produtivo nacional, desmantelando a agricultura e as pescas através da PAC, para além de ter abdicado das grandes empresas que davam nome ao nosso país?
    Quem alimentou uma classe política corrupta que se vai revezando entre cargos governativos e os quadros das administrações das grandes empresas?
    Quem vendeu os sectores estratégicos nacionais aos privados (GALP,EDP,etc), deixando ao Estado apenas as empresas que dão prejuízos(TAP), segundo a velha máxima “privatizar os lucros e nacionalizar os prejuízos”?
    Quem tem sido o propulsor dos grandes escândalos de corrupção no nosso país?
    Quem altera leis, fazendo-as à imagem e semelhança dos seus interesses (ex: Casa Pia)?
    Quem tem abandonado o interior do país negando o futuro a milhões de pessoas em detrimento das grandes cidades?
    Quem criticas tu alegando que faltam ao prometido exigindo disciplina de voto?
    Quem tem desmantelado os serviços públicos, inclusive o teu amado sistema nacional de saúde que te dá emprego?
    Quem tem negligenciado a educação colocando o nosso país na cauda da Europa?
    Quem tem incentivado ao longo dos últimos 34 anos a uma economia baseada em mão de obra barata e emprego precário?
    Quem esteve do lado das mulheres contra a criminalização do aborto?
    Quem esteve desde a 1ª linha a favor do casamento dos homossexuais?
    Será que a culpa é do partido que vai apresentar o mesmo projecto de lei laboral que o partido do governo delineou à anos atrás?
    Sim?
    Seria extraordinário que acusassem o PCP de ser uma K7 pelo facto de ser coerente e apresentar um projecto com o qual os partidos de esquerda concordaram à 5 anos atrás.
    Mas para quem tem memória curta e se diverte no seu mundinho reduzido que varia entre PS e PSD, PSD e PS…
    Sabes quem tem culpa por este estado calamitoso de falta de esperança e braços caídos?
    São eleitores como tu cuja linha de horizonte se esgota naquilo que lhes aparece à frente.
    O PCP tem estado na linha da frente pela defesa dos portugueses.
    Criticando a falta de vergonha entre a promiscuidade do Estado com interesses privados.
    Uma política que cria um país cada vez mais desigual e que se esvai na cauda da Europa.
    Como és capaz de dizer que a culpa é de um partido que nunca esteve no poder?
    Como és capaz de “ESQUECER” de quem é a responsabilidade da governação durante décadas.
    Lembras-te pelo menos quem foi o 1º apologista pela redução da carga laboral?
    Lembras-te quem lutou pelo salário mínimo, 13º mês, subsídio de férias, licenças de maternidade e paternidade?
    Lembras-te de quem lutou por esses e outros direitos que fizeram da nossa Constituição uma das mais avançadas do mundo?
    Saberás tu o que implica este novo código laboral? Esqueces a precariedade que envolve milhões de homens e mulheres e que com este código criará autênticas situações de escravatura.
    Criticas tu a falta de democracia interna no PCP?
    Será falta de democracia quando TODOS os militantes são chamados a debater sobre TUDO?
    Será falta de Democracia quando um partido organiza uma festa cultural e política, convidando pessoas de todas as vertentes ao contrários das festas onde os outros são insultados por líderes bêbados e corruptos?
    Será falta de democracia que aqueles que faltam ao respeito ao partido sejam excluídos do mesmo?
    Ou preferias que o PCP fosse um partido de valentins loureiro, santanas Lopes ou paulos pedrosos e de outros que ameaçam criar um partido novo casa não lhes façam a vontade?
    E a canalhice que têm feito ao Manuel Alegre no PS?
    Quando algo acontece no PSD, CDS ou PS não é novidade e sabes porquê?
    Porque a falta de carácter nesses partidos é comum e no PCP a honra e dignidade valem mais do que o poder.
    Saberás porventura que no PCP os deputados devolvem ao partido 80% do ordenado que auferem na AR?
    Sabias que as pessoas que são nomeadas pelo PCP para as mesas de voto concordam em devolver esses valores?
    Sabias que os autarcas não ficam com a totalidade dos valores que auferem nesses cargos?
    E sabes porquê? Porque no PCP as pessoas não se servem da política mas servem A política.
    Por essa razão não há escândalos de corrupção no partido e quando algo surge, as maçãs podres são postas na rua. Talvez seja essa a falta de democracia no PCP.
    Enquanto isso os outros ficam com o lixo político: Pina Moura, Zita Seabra, José Luís Judas, etc…
    Sabes que mais? Tenho orgulho em apoiar um partido que já lutava pela liberdade quando outros apoiavam o regime salazarista e outros se escondiam.
    Se calhar, conhecerás pessoas que pertencem a estes últimos, mas os meus antepassados lutaram orgulhosamente pela liberdade.
    Sabes que mais? Tu e o Vítor Pimenta podem continuar com os vossos preconceitos e a eleger governos miseráveis repletos de gente medíocre.
    Quanto ao comentador que citou Saramago, deve ser alguém que nunca leu este autor e que o despreza por ser “comuna”.
    “Deixem o mercado funcionar”…Mas não será que foi mesmo isso que aconteceu ao longo destas décadas todas e nos levou à bancarrota?
    Digam o que disserem mas quando os maiores países capitalistas nacionalizam bancos, significa que este sistema falhou.
    E quanto a isto não há volta a dar.
    Espero que este comentário seja publicado porque parece-me que a “democracia interna” deste blogue já teve dias melhores.
    Quem apregoa a moral na casa dos outros e não a aplica na sua deixa muito a desejar.

    ResponderEliminar
  8. A democracia interna neste blogue é total.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores