Assinatura Dourada

| Partilhar
Segundo o Público, alguns técnicos da Câmara Municipal da Guarda elaboravam projectos particulares que depois vistoriavam enquanto técnicos. Como não os podiam assinar, pediam ao amigo José Sócrates para o fazer. Ocorrem-me três comentários:

1. O Público é um jornal muito mau. Em vez de nos entreter com a morte do Rei anda a investigar estes esquemas. Sinceramente.

2. Milhares de funcionários públicos vão fazer piadas sobre o caso. Processos disciplinares para todos.

3. Não foi o PS que pediu ao Bastonário dos Advogados para que apresentasse casos concretos de «fraude» ao sistema? Pois bem, que tal comprarem o Público de hoje?

14 comentários:

  1. Na execução de um projecto, mesmo de uma simples moradia, intervêm vários profissionais, no entanto só um deles é que assume a responsabilidade perante a Câmara Municipal.

    Esta responsabilidade assumida refere-se ao cumprimento de todas as normas e regulamentos em vigor na sua elaboração.

    Se estes projectos as cumpriam, não vejo onde está o problema...

    ResponderEliminar
  2. Caro anónimo,

    O problema está em saber se uma dessas pessoas que interveio foi a mesma que vistoriou o edifício depois.

    ResponderEliminar
  3. Como diria o Ricardo Pereira alguém falou em "primeiro"? "Primeiro" quê? Não chega ser o "primeiro", tem de ser o primeiro a dar os bons exemplos.

    ResponderEliminar
  4. "Caro anónimo,

    O problema está em saber se uma dessas pessoas que interveio foi a mesma que vistoriou o edifício depois."

    Mas, foi o primeiro ministro que vistoriou?

    É que se não foi, continuo a não ver qualquer problema nisso.

    ResponderEliminar
  5. Ética (no caso, falta dela), é esse o problema.

    ResponderEliminar
  6. Também está em causa o facto de existir um jornal, pertença de um grande grupo económico português, nada lucrativo por sinal (muito pelo contrário) que, desde que a casa-mãe viu frustradas as suas intenções de levar a cabo um grande negócio (com eventuais graves prejuízos para o país, mas isto é apenas a minha apreciação), em parte por causa da oposição do actual Governo, desenvolveu uma campanha ininterrupta com vista a descredibilizar a pessoa do actual primeiro-ministro.

    É evidente que isto não invalida factos. Mas obriga-me a olhar para as notícias veiculadas pelo referido jornal com cautela...

    É pelo menos curioso que a manchete de hoje não tenha recaído nas declarações do bastonário da ordem dos advogados. São critérios...

    Pedro Ribeiro

    ResponderEliminar
  7. Ò Pedro, assinar sem saber o que assina, nem de saber se está bem ou mal, não tem qualquer interesse. Nem que seja para dar mais uns tostões ao seu amigo da Guarda e uns quantos para ele (que ainda não sei se foram declarados às finanças). O que interessa é que este é mais um caso sem importância criminal e como tal, já nem é caso. Agora o primeiro ministro ou os seus colegas partidários só podem ser confrontados com irregularidades se elas tiverem relevo criminal, e mesmo nestas não se pode esperar muito tempo se não (como na pedofilia) tenta dar-se uma mãozinha com um decreto de lei para remediar as coisas.

    não sei onde vamos parar (acho que o Santana era mau, mas este...)

    ResponderEliminar
  8. Notícia da próxima semana do Público: Sócrates aos 9 anos apedrejava cães.

    ResponderEliminar
  9. Não apedreja cães, mas aos portugueses, faz muito pior que isso.
    Mas em todo o caso, NÃO SE TRATA DE UM CRIME, MAS DE UMA FRAUDE À LEI SEM RELEVÂNCIA CRIMINAL

    ResponderEliminar
  10. A campanha que se está a levar a cabo contra a vida pessoal do 1º MINISTRO É VERGONHOSA!
    estou à vontade porque não votei no senhor nem na côr dele, contudo, tudo isto não passa de uma tentativa de descredibilizar a imagem da pessoa em questão nomeadamente em que o governo está fragilizado.nada disto é inocente, principalmente vindo de um grupo económico que coloca nas bancas um jornal de uma elite pseudo intelectual que pura e simplesmente se limita a contemplar o próprio umbigo.
    Porventura,se as declarações de Marinho Pinto visassem a pessoa em questão já se relevantes e mereceriam 1ª página.

    ResponderEliminar
  11. Ninguém é santinho mas pelo menos não obriguem o Zé Pagode a ser. Se vasculharmos a vidinha de todos há sempre uma nódoa no vestido, uma pedrada no telhado de vidro, uma pequena merda a apontar. Mas não estamos a falar de qualquer artista ams sim do "socatas". Ficamos a saber que graças à "operação furacão" até vamos ficar a saber com que mão limpa o cú.

    Toninho Regadas

    ResponderEliminar
  12. Cada um tem o que merece e o Pinto de Sousa é apenas mais um

    ResponderEliminar
  13. Ninguém referiu (é pena) mas digo eu: o teu 2º comentário é muito bom.
    Depois, pensa pelo lado positivo: ainda bem que só assinou, que se tivesse ficado com o trabalho todo... Txiiiiii!!!

    ResponderEliminar
  14. realmente eu também estou de acordpo que se está a bater demais no 1º ministro, e a história diz-nos que quanto mais mal dissermos melhores resultados eleitorais, obtem...é preciso ter cuidado... eu digo que votei nele mas para ser sincero nele não voto, mas ainda não sei em quem votar...pois este senhor tamto mal nos tem feito que é preciso dar a volta a isto é necessário estar atento existem focos de ditadura em certos sectores da administração pública (local) se estás contra alguma atitude das chefias ameaçante com processos disciplinares é preciso estar atento...

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores