Pobreza Cultural na Cidade de Braga

| Partilhar
O auto-denominado «Semanário de Braga» continua a surpreender. O desarranjo ortográfico chegou à capa e o erro surge, ironicamente, numa entrevista em que Luís Tarroso denuncia a pobreza cultural da cidade de Braga.

Ainda não percebemos para que serve O Balcão, mas já temos a sensação de que não será para elevar a qualidade jornalística e/ou cultural da cidade. Num texto sobre a imprensa gratuita, João Alferes Gonçalves dá nota disso mesmo, quando escreve que estes jornais são «suportes impressos destinados a veicular publicidade e não a fazer jornalismo».

Num país onde a quota de mercado de distribuição dos jornais gratuitos em dias úteis já ultrapassou a dos jornais pagos, será interessante acompanhar o rumo d'O Balcão. A mim não me convence. Ainda por cima, uma breve visita ao sítio do jornal revelou esta notícia que já tinha lido aqui e este comunicado integralmente transcrito daqui. É isto o «Semanário de Braga»?

8 comentários:

  1. Ó Pedro, esclareça-me lá: alguma vez teve expectativas positivas sobre este projecto?? Quase que parece que está surpreendido...

    GS

    ResponderEliminar
  2. Tinha-mos a "Folha Paroquial Diária" e a "Folha Camarária Diária", agora temos a "Folha Plagiária Mensal".
    Braga está jornalisticamente mais rica com pasquins feitos por escribas mercenários.

    ResponderEliminar
  3. A cavalo dado não se olha a dente. Não gosta, ponha no ecoponto!

    ResponderEliminar
  4. "Tinha-mos a "Folha Paroquial Diária" e a "Folha Camarária Diária", agora temos a "Folha Plagiária Mensal".
    Braga está jornalisticamente mais rica com pasquins feitos por escribas mercenários."


    Diz uma pessoa que escreve tínhamos com um hífen.

    ResponderEliminar
  5. Desculpe lá a gralha mas como deve calcular não é um texto depurado e os dedos são mais rápidos que a mente.
    Obrigado pela correcção.

    ResponderEliminar
  6. Já tinha reparado pelos bloga cá da zona que este jornal não prestava mesmo antes de sair o 1.º número. Sorria, estamos em Braga onde se pretendia requalificar e combater a desertificação do centro histórico com um hotel de 180 quartos. Ganda Noia!

    ResponderEliminar
  7. Cá estou eu a fazer um pequeno reparo as SUPRA INTELIGÊNCIAS que por este Blogue passam. Posso até concordar que o jornal O Balcão realmente não tem qualidade. Contudo esqueceram-se de comparar com os elitistas e tendenciosos "Diario do Minho" e "Correio do Minho". A grande questão não é se o Balcão é bom ou mau, a grande questão contuina a ser: Será que temos algum jornal isento e de qualidade na cidade???
    Cada vez gosto mais do Publico!

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores