Olha a Laranjinha... (II)

| Partilhar
Mendes, tal como Sócrates, nunca fez nada fora da política. Mendes, tal como Sócrates, não sabe fazer nada fora da política. Mendes, tal como Sócrates, é um profissional da política do aparelhismo. O que os distingue é a capa: o socialista sabe cobrir-se de um manto de ingénua seriedade, enquanto o social democrata avoluma a imagem do político trapaceiro.

Estas eleições internas no PSD estão a tornar-se uma interminável noite das facas longas, um fratricídio absolutamente emético.

Gostei de Ler
O Fantasma de Lenine, no Hoje há Conquilhas :: PSD, uma clarificação, no Grande Loja do Queijo Limiano :: PSD, "o partido mais português", no Causa Nossa :: Faz Sentido, no Atlântico :: De Mal a Pior, no Corta Fitas :: O debate, no Bloguítica :: Muito fraquinho, no Virtualidades

2 comentários:

  1. Pode também meter o L Filipe Menezes nesse saco. Este senhor, apesar de ser médico, já deixou de exercer a profissão já lá vão mais de 25 anos.

    Regionalização
    .

    ResponderEliminar
  2. Luís Filipe Menezes nunca deixou de política. Mas tem um trabalho de autarca de 12 anos brilhante. Quem conhece o que é hoje Gaia, sabe do que estou a falar. Além do mais, uma coisa é andar pelos corredores do poder, como Marques Mendes e José Sócrates, e serem sistematicamente eleitos deputados. Outra coisa é ganhar eleições em terrenos adversos, e ainda por cima, serem autarcas modelo.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores