No melhor estádio do Mundo...

| Partilhar
À entrada para o estádio, uma criança de 5 ou 6 anos toda equipada à Braga diz para o pai:

«Só vejo gente de Vila Verde...
Vamos jogar contra o Benfica ou contra o Vilaverdense?»

42 comentários:

  1. LoL!

    Mas traziam camisolas de Vila Verde, vinham de chapéu da terra ou tinham escrito na testa?
    Garoto espertalhão!...

    :P

    (Ah, a propósito, hoje o jornalista voltou a cometer a gafe de dizer que os adeptos do braga se confundiam com os do benfica, não só pela cor...)

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Num grande clube há pessoas de todos os estratos sociais...e de todas as localidades... Se tem adeptos seja lá onde for...isso só comprova a sua grandeza! Quem te dera a ti que o teu clube tivesse um décimo dos adeptos que o Benfica tem...fossem eles de Vila Verde ou não!

    ResponderEliminar
  3. Fui de Vila Verde para apoiar o Benfica

    ResponderEliminar
  4. 1. Eu apenas constatei um facto e relatei o que ouvi.

    2. Caro Tiago, os jornalistas normalmente vêm de Lisboa ou do Porto e dizem isso que é para não ficarem calados...

    ResponderEliminar
  5. ao anónimo (23.22)

    O problema está em repetirem até à exaustão que Braga é uma cidade benfiquista quando na realidade eles vêm de todo o Minho porque no outro estádio do Minho onde o Benfica joga não há gente educada que saiba conviver com os adeptos adversários... percebes?

    ResponderEliminar
  6. Eu sou de braga e fui apoiar o BENFICA, alem de mim foram milhares

    ResponderEliminar
  7. http://www.youtube.com/watch?v=buHkhp4a6YI

    Este video é sobre a violencia no futebol, mais um very ligth a causar mortes.

    ResponderEliminar
  8. eu sou de BRAGA e conheço imensa gente de cá que foi apoiar o BRAGA... Apoiantes do Benfica conheço poucos. Os que vi por lá eram de Vila Verde, Ponte de Lima, Barroselas, Montaria, Orbacém, Grovas, Jolda e por aí em diante... Minho profundo.

    ResponderEliminar
  9. Eu sou de Braga, celeirós, fui apoiar o benfica e comigo foram mais 6 amigos de braga, de celeirós, apoiar o benfica.
    Há algum problema nisso?
    Um dia destes ainda alguem vai obrigar a maioria dos benfiquistas de braga a ir apoiar o Braga , com uma pistola apontada à testa, nao? Só porque está na moda ser do Braga.

    ResponderEliminar
  10. LOLOL

    E eu vim de Trandeiras e éramos pra cima de 150 a apoiar o BRAGA!!!!!!

    Estes Benfas não percebem um puto de 5 anos como é que hão-de perceber de futebol???

    ResponderEliminar
  11. eu vim de uma modalidade que nao é o futbol

    ResponderEliminar
  12. "Peixoto disse...
    Eu sou de Braga, celeirós, fui apoiar o benfica e comigo foram mais 6 amigos de braga, de celeirós, apoiar o benfica.
    Há algum problema nisso?
    Um dia destes ainda alguem vai obrigar a maioria dos benfiquistas de braga a ir apoiar o Braga , com uma pistola apontada à testa, nao? Só porque está na moda ser do Braga."


    Tb celeiros ou vila verde vai dar tudo ao mesmo... so labras!

    ResponderEliminar
  13. tu que vieste de celeiros devias voltar para entre as pernas da senhora sua mae... para o ano vez outro jogo PAROLO!!!

    EM BRAGA SÓ DA BRAGA!!!

    ResponderEliminar
  14. Este post é um sintoma do parolismo paroquial. O melhor santo é o que está no altar da igreja da minha frequesia e ai de quem achar que o santo da igreja ao lado é melhor. Isso é para os anticristos. Gente de má consciência.

    O braguistas, com letra pequena porque são pessoas pequenas, são os 5 que tentaram agredir um adepto com cadeira no estádio AXA porque era um traidor. Apenas porque naquele único jogo prefere que não ganhe a equipa da casa, a quem ele paga. Desconheço se o adepto vai continuar a pagar. O meu sobrinho, que assistiu a triste cena, ontem tornou-se mais benfiquista. São estes os valores deste post.

    Eu não alinho neste regime de clube único.

    PS: Nasci na casa dos meus pais no centro de Braga e não me sinto superior aos nascidos em Vila Verde, Amares, etc. Também não me sinto mais Bracarense dos que nasceram em Sequeira, Palmeira, etc. E não sou menos Bracarense por ser Benfiquista.

    ResponderEliminar
  15. Se a pergunta fosse no final do jogo também se percebia! Aquele Benfica (de Camacho) tarda em melhorar. Não sei se o Vilaverdense actua de rosa ... (presumo que não) mas tirando isso... as diferenças não devem ser muitas.. lol...

    ResponderEliminar
  16. Não sei como é possível colocar tanta maldade na boca de uma criança de 5 ou 6 anos...

    ResponderEliminar
  17. Não façamos aos Vilaverdenses o mesmo que o país e a comunicação social nos tem feito...

    ResponderEliminar
  18. Não sei como chamar ao usar a boca de uma "criança".

    E como é que se conhecem as gentes de Vila Verde? É nunca percebi que pertencessem a um género diferente do meu. Ou será que para entrar no estádio Axa usam uma estrela na manga do casaco.

    ResponderEliminar
  19. "Ter um décimo dos adeptos", para quê? Para ser um clube para "consumo interno"?

    ResponderEliminar
  20. Caríssimos anónimos,

    Aqui apenas se transcreve a frase de uma criança para traduzir um facto evidente ontem no estádio: a esmagadora maioria dos adeptos benfiquistas não eram da cidade de Braga, nem tão pouco do concelho. Mas isto não é novidade para ninguém, excepto para os mais crentes ou mais incautos.

    ResponderEliminar
  21. O autor do blog é demasiadamente educado para dizer o que outros aqui disseram e dizem noutros fóruns. A verdade é que o pan-braguismo é de uma intolerância que não deve ser escondida.

    Também é verdade que existe uma raiva incontida contra o Benfica no pan-braguismo. Aliás, não foram poucas vezes que no estádio Axa se gritou "SLB, Filhos ..." em jogos que o Benfica jogava em outros estádios.

    O autor do blog pode não gritar, pode não agredir os outros adeptos - como eu vi fazer e por isso hoje não me contenho, mas não os censura.

    E não queira fazer acreditar que "Vila Verde" era apenas uma identificação geográfica. Pretendia-se também uma qualificação, no pressuposto de que uns são melhores que outros.

    ResponderEliminar
  22. Caro anónimo (13.07)

    Pan-braguismo? Há poucas cidades em que os adeptos de outros clubes são tão bem recebidos e tratados como em Braga. Veja o exemplo a 16km de distância.

    Sou a favor da total e salutar convivência entre os adeptos dos diferentes clubes. Aliás, ontem fui com o meu pai e a minha irmã para o estádio: tão bracarenses quanto eu, são adeptos do Benfica.

    O que não tolero é a mentira levada ao expoente quando se diz que Braga é a segunda cidade mais benfiquista do país. É uma mentira que perdura inaceitávelmente.

    ResponderEliminar
  23. A todos essas coisas que moram no distrito de Braga e não são bracarenses eu só digo uma coisa:

    Imaginem que voçes nasciam num Portugal onde os campiões em titulo eram os Caçadores das Taipas, o clube com mais titulos o Atlético e o Farense o outro clube com vários titulos também. Imaginem também que o Benfica, Porto e Sporting eram clubes de meio da tabela e fundo, tal como Naval, Estrela da Amadora e Leiria.

    Digam-me agora se esse mundo existisse quantos de vós eram benfiquistas. Nenhum? Pois..

    Provavelmente seriam do Caçadores das Taipas, Atlético ou Farense...

    Por isso é falsa e hipócrita a paixão que dizem sentir, e nós, apoiantes do Braga não somos os adeptos de moda, voçes é que são pois apoiam os clubes por interesse.

    Eu nasci em Braga, nasci a ver o meu Braga no fundo da tabela e até na 2ª divisão. Mas nasci a querer apoiar o clube da minha terra, o clube que tem no peito o brazão da cidade da minha terra, independentemente do lugar que fique ou dos campeonatos que ganhou.

    Voçes é que estão errados. Nós não.
    Orgulhosamente bracarense!

    Pedro Pereira
    Red Boys Braga

    ResponderEliminar
  24. O amigo da claque deve andar confuso porque defende também que um Vimaranense seja adepto de SCB, é que lá também é distrito.

    E um habitante das Taipas? Deve ser pelos Caçadores ou pelo Braga? Mas se é pelo Braga não é por interesse?

    Os argumentos reaccionários e tropistas que usa qualificam bem não os adeptos do SCB mas os membros das claques. De todas as claques de Portugal. Quem fala de paixão e restringe o objecto da paixão ao local de nascimento é simplesmente um mau apaixonado.

    Juntar amor e interesse recorda-me aquela anedota: "Deve ser por amor porque interesse...".

    A sua argumentação é isso mesmo, uma total falta de interesse intelectual.

    ResponderEliminar
  25. eu nao confundo interesses regionais com interesses internacionais. sou de braga centro e como tal apoio o benfica.

    mas realmente só em Braga é que há gente civilizada para não se importar com isso.

    nunca confundi clubismos com bairrismos...

    apio o benfica porque sim, apoio a minha cidade porque vivo nela. o clube que se apoia nao tem nada a ver com o sitio onde se nasce e cresce.

    senao o meu pai era do covilhã e os meus irmãos do Sport Harare.

    ResponderEliminar
  26. Caro anónimo (14.35),

    Eu consigo fundamentar o meu apoio ao Sporting de Braga em argumentos racionais. Já o fiz, aliás, neste blog.

    Para a paixão clubística não encontro explicação... Está no campo da fé. E nesse campo, prefiro não jogar.

    ResponderEliminar
  27. Eu nasci em guimaraes e sou Bracarense.

    Para mim o unico problema nestes jogos sao os socios que apoiam o Braga durante uma epoca e vibram connosco e de repente nesse jogo aparecem no meio dos socios de vermelho sujo ...

    1o - Ou ficam em casa ou vao para a bancada visitante onde se encontram os adeptos da equipa visitante. Acho que nao se deve recorrer a violencia mas admito que se trata de uma falta de respeito!

    2o - Como podem vibrar com os feitos do braga no estadio connosco e depois, tudo se transforma e ja conseguem festejar os golos de um adversario na maior das euforias?!?!

    3o - Ser do Braga nao esta na moda, simplesmente a tendencia tem-se revelado inversa a reladidade do benfica ... O Braga tem crescido e ganho visibilidade e felizmente algumas pessoas apercebem-se da grandeza do clube que existe na cidade!

    Braga Sempre!

    ResponderEliminar
  28. Se não fossem as pessoas de Vila Verde, a cidade de Braga teria metade da população

    ResponderEliminar
  29. a verdadeira questão não é se braga tem ou não muitos benfiquistas ou se são "imigrantes" de outros concelhos, mas sim:

    braga tem maior percentagem de benfiquistas que qualquer outro concelho de portugal?
    claro que não!

    simplesmente, e durante décadas, braga tinha o único estádio do minho com condições para receber mais de 20 ou 30 mil adeptos visitantes.

    ResponderEliminar
  30. Este post é deprimente... Os vilaverdenses devem ter escrito na teste que são de lá...

    ResponderEliminar
  31. "Pan-braguismo? Há poucas cidades em que os adeptos de outros clubes são tão bem recebidos e tratados como em Braga. Veja o exemplo a 16km de distância."

    Desnecessário.

    Não nos iludamos por favor..a percentagem de gente violenta na massa associativa vitoriana é a mesma do Braga, no entanto x% de 28000 é um bocadito maior do que x% de 16000.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  32. mike,

    28.000? façam recontagem e falamos...

    Essa teoria não é bem assim porque o Porto tem 100.000 e naquela cidade existem casas do Benfica e do Sporting que não são destruídas...

    ResponderEliminar
  33. Espectacular, eu moro até pertinho do estádio, mas acho que a verdadeira parolada tá nas pessoas que fazem da paixão clubística dos outros o seu tema de conversa e até se importam com isso, e não nos adeptos de vila-verde, amares, ou seja lá de onde for.

    Abraço

    ResponderEliminar
  34. A verdade é que muitos adeptos do Benfica tinha cara de pessoas de zonas rurais, daí talvez o Vila Verde, a simbolizar esse meio rural. Quanto aos moradores de Braga foram apoiar o Benfica, como em todas as terras, há pessoas assim. Eu não sou assim, eu sou do Braga e não preciso de apoiar um clube poderoso para ser feliz.

    Obviamente que não me sinto bem ao lado desses benfiquistas...

    ResponderEliminar
  35. "mike,

    28.000? façam recontagem e falamos..."

    Amigo anónimo, o Vitória Sport Clube faz a recontagem de sócios de 5 em 5 anos. Esta norma está presentre nos ESTATUTOS do clube e não é feita quando "dá jeito" como em certos e determinados clubes.

    Portanto em 2005 a recontagem foi feita e em 2010 voltará a verificar -se a mesma situação.

    "Essa teoria não é bem assim porque o Porto tem 100.000 e naquela cidade existem casas do Benfica e do Sporting que não são destruídas..."

    Por acaso o que diz não é verdade pois a casa do SLB já recebeu por mais do que uma vez, visitas pouco amigáveis...

    Em relação à boa receptividade dos sócios bracarenses, não tenho a minima dúvida disso, mas aqui à uns 3/4 anos surgiu uma carta redigida por um adepto bracarense que não dizia exactamente isso...não sei se ainda se recorda..

    ResponderEliminar
  36. em guimarães, alguns não deixam abrir casas de outros clubes por uma razão simples - ficaria posto a nú, com a afluência a essas casas, que em guimarães afinal não são todos vimaranenses ou só vimaranenses.

    deixem abrir, e se for como voces espanhóis rogam, vão estar às moscas, não é?

    ResponderEliminar
  37. Claro que n nessa terra grande parte sao bi-clubistas, como infelizmente acontece em todo o lado e ate em braga ...

    os meus familiares e amigos com cadeira no D Afonso Henriques sao quase todos benfiquistas e vitorianos, mas tb conhe(ss)o felizmente vitorianos sem outro clube.

    ResponderEliminar
  38. Que brutal falta de respeito que por aqui vai, pelas preferências clubísticas de uns e outros, pela proveniência de outros e uns... Mas o futebol tem esse poder de turvar o senso dos aparentemente mais esclarecidos...

    Eu nasci em Braga, resido neste momento em Vila Verde. Sou jornalista desportiva e quando desempenho as minhas funções não tenho clube. Talvez vos seja difícil imaginar o quão mais fácil isso torna a minha tarefa. Não é sacrifício nenhum abdicar do meu clubismo, porque gosto ainda mais do meu trabalho quando o faço com competência.

    Aprendi a adorar futebol indo com o meu pai quando era pequena, todos os 15 dias, ao 1º de Maio. Ele era sócio do Braga.

    Não há nada mais tacanho do que a mentalidade bairrista de um adepto de um clube minoritário como o Braga, que eu adoro, pois tanto atacam o clube da cidade vizinha, como o clube com quem têm asco de se verem comparados e que até é maior que o deles, como o Benfica! E é assim que vive o adepto de um clube pequeno, e é por causa disto que o clube não cresce também. Olhem o Porto, a dificuldade que tem d se desfazer deste síndroma de clube citadino e não nacional... Os títulos é que fazem a grandeza de um clube, por muito que isso custe a alguns, pois é por arrasto que atrai as massas e se desprende da mentalidade de bairro.

    Eu não vou dizer que seja um exclsuivo dos braguistas atacar tudo à sua volta, que não o é (é comum a TODOS os clubes, ou melhor às massas adeptas destes), mas não me vejo como benfiquista a perder tempo com esse tipo de quezílias. A mim preocupa-me é a minha equipa, esteja ela num mau ou bom momento. Nunca falo mal de outro clube, gratuitamente como aqui li e é comum ver-se em qualquer conversa aburda de futebol.

    Neste caso, acima de tudo é reprovável que a discussão se tenha estendido para o chauvinismo - em 17km parece que eu atravesso, segundo algumas opiniões aqui lidas, do Minho profundo onde parece inserir-se Vila Verde para - como havemos de definir Braga então? - o Minho à superfície?

    É pena que se separe Braga dos arredores, vilas e aldeias que servem a cidade, mais que não seja como dormitório das suas gentes. É a mentalidade "Muro de Berlim".

    Tenho vizinhos em Vila Verde braguistas desde há decadas. Como se sentiriam eles se soubessem que os adeptos do seu clube, só porque residem na cidade, já se acham mais dignos do clube do que eles?
    As massas dos grandes clubes não são homogéneas; não residem todos na mesma cidade, não são todos da mesma idade, cor, sexo, raça, etc.

    É este típico pensamento tacanho que não deixa os clubes crescerem, por acharem alguns dos seus adeptos que este se tem que limitar, por exemplo, às "fronteiras" da cidade.

    E falamos isto numa era de globalização, em que, para dar exemplos mais extremos, clubes como o Manchester ou Barcelona possuem adeptos na China ou nos Estados Unidos...

    Abram os horizontes e acabem com esses fundamentalismos arcaicos que minam o futebol...

    P.S. Não percebo também a razão de tantas opiniões anónimas...

    ResponderEliminar
  39. Sou natural da Vila de Vila Verde e sócio do Braga,à bastantes anos e como tal gosto muito deste clube. Simplesmente, começa a aborrecer o nome da minha terra andar a servir do chacota por parte de pessoas que de certeza não conhecem a realidade e usar o nome do povo vilaverdense para se mostrarem o seu descontentamento pela fraca adesão dos bracarenses à causa do glorioso Sporting de Braga. Tenho por conveniente informar-vos que aqui em Vila Verde, existe e talvez o primeiro Núcleo do S.C.B. Existem centenas de vilaverdense que são bracarenses e sócios. Sentem muito o nosso Braga. Para os menos conhecedores informo-vos que nas principais conquistas do Braga, estavam atletas que a esta terra dizem muito e que foram atletas do meu querido Vilaverdense. Na única Taça de Portugal que conquistamos havia um atleta que apesar de nascer na cidade começou a jogar do Vilaverdense. Era o Bino. No ano em que fomos campeões nacionais de juniores, havia um jovem que era considerado um "guerreiro" e que foi bastantes vezes internacional pela nossa seleção que é o Nélito, repaz humilde e bom em que todos os vilaverdense tinham e teêm orgulho. Poderia enunciar mais, desde o Bruno Gama, O Rui e o Augusto gama, rapazes também desta Terra. as dezenas de miúdos que todos os anos passam pelas camadas jovens do Clube. No andebol um dos simbolos do ABC, é deste concelho, o Luis Bogas. No atletismo a ganhadora de titulos a Sameiro Aráujo, também é deste concelho. Lamentavelmente alguns meninos que aqui passam e de certeza ignorantes desconhecem todas estas situações. Perguntem às centenas de jovens que nasceram nessa cidade e que jogaram no Vilaverdense, se têem a mesma opinião que eles alegam. E para terminar vos digo, que muito do desenvolvimento da vossa e nossa cidade, se deve a centenas ou milhares de homens desta terra que aí labutam tendo em vista o engrandecimento dessa linda cidade. E por último tenho que reconhecer que em Vila Verde, existem parolos, mas comparado com os aí existente, são uma pequena minoria

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores