Diz que é uma espécie de comparação séria

| Partilhar
São os fumadores, que contribuem anualmente (excluindo outros impostos que eventualmente paguem) com 1.395.000.000 Euros para os cofres do estado e que custam uns míseros 434.000.000 Euros ao Serviço Nacional de Saúde.

Citando esta comparação simplista e disparatada apresentada no blog Crónicas do Migas, João Miranda considera que os impostos sobre o tabaco são mais do que uma medida justa para compensar externalidades. São uma forma de paternalismo.

Mesmo considerando irrelevante o facto de se compararem as despesas do SNS em 2005 com a previsão de receitas do imposto sobre o tabaco de 2007, a verdade é que João Miranda se esqueceu de somar à factura das despesas não só as verbas dispendidas com a saúde dos fumadores passivos mas também os custos sociais das doenças dos fumadores, os efeitos sobre o absentismo e a diminuição da produtividade decorrente do tabagismo.

Tendo em conta os dados apresentados, o paternalismo a que João Miranda alude não passa de uma especulação sem qualquer rigor ou fundamento mas com muita oportunidade. Parece que tudo vale no combate contra uma pretensa e inexistente (em Portugal) guerra contra os fumadores. E, enquanto assistimos ao desfile deste tipo de argumentos, vamos levando, pulmões a dentro, com o fumo tirano dos outros.

[imagem retirada do Humoral da História]

8 comentários:

  1. É a Lei do Tabaco sempre mal definida e sempre com alterações; é o aeroporto de Lisboa em que se discute permanentemente onde será construído; é o TGV que não se sabe ainda se será uma realidade e qual o melhor trajecto; é o aborto que afinal não vai ser sujeito a pagamento mas será sim gratuito; e mais uma infinidade de coisas.

    José Sócrates diz hoje uma coisa, amanhã diz outra, depois de amanhã outra diferente.
    Anda a brincar com os portugueses e ninguém faz nada.
    Começo a ficar farta destas historinhas todas.
    Em Portugal não se faz nada sem que antes se esteja envolvido em incoerência e polémica atrás de polémica.

    ResponderEliminar
  2. Mas Helena sao todos assim ou ja te esqueces-te dos anteriores governos.
    De por onde der Portugal continuara a ser uma merda e a piorar cada vez mais a nivel de qualidade de vida e poder de compra.
    Quem se safa em Portugal? meia duzia de bons empresários e meia duzia de gajos em trabalhos bem pagos. O resto vive na merda..

    Acreditem, daqui para a frente, venha o governo que vier, vai ser sempre a piorar.

    ResponderEliminar
  3. A ansiedade do autor deste blog em colocar novos assuntos todos os dias faz com que este blog se torne incipiente. Nem dá para ser convenientemente lido nem comentado. Começam a surgir cometários sobre determinado assunto, o debate e discussão inicia-se mas passado uns momentos já estão aqui mais 3 novos posts. Alguns com muito pouco interesse. Tudo bem. O blog é do seu dono e ele que faça o que bem entender. No entanto, é uma pena pois este blog até que poderia servir para alguma coisa para além da cópia de notícias de outras páginas web.

    ResponderEliminar
  4. Será que o Estado vai fazer uma guerra contra uma das sua principais fontes de receita? Não me parece...

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores