Comove-me sempre...

| Partilhar
.
... reparar que, afinal, alguma política se resume a lutas pelo poder.

... descobir que a falta de ideias conduz sempre à falácia do argumentum ad hominem.

5 comentários:

  1. Está falando sobre as eleições na CML, certo?
    Realmente o que vale é que anda lá um "palhaço" (que até está a acabar o curso de actor) que anima um pouco aquilo!!!

    ResponderEliminar
  2. Comove-te a ti e comove-me a mim, caro Pedro. Não páres ;)

    ResponderEliminar
  3. diz-lhes assim: os cães ladram e a caravana passa.

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Caro Pedro:

    Na política há dois tipos de pessoas, os que lutam por ideais e os que lutam pelo poder.

    O que é mais constrangedor é que aqueles que lutam pelo poder, nunca aceitam que alguém lute por ideais.

    E se esses ideias nem sempre coincidirem com a sua luta pelo poder, então o desafio é deitar abaixo a pessoa para que os seus ideais desaparecem.

    Não deixes que te deitem abaixo...

    Abraço

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores