Da Balcanização do SNS - II

| Partilhar
O Jornal de Notícias dá destaque à dispensa de médicos internistas pela Santa Casa da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso

A dispensa dos médicos internistas, substituídos por médicos de Clínica Geral, está a causar um clima de "mal estar" no Hospital António Lopes, na Póvoa de Lanhoso, afecto à Misericórdia local. Esta situação, considerada "ilegal" ao nível da rede de Cuidados Continuados Integrados, já suscitou uma denúncia no Colégio de Medicina Interna da Ordem dos Médicos.Horário alargado.

A dispensa de três médicos internistas ocorreu há uma semana, após a administração do Hospital António Lopes ter procedido a uma reformulação da parte de cobertura médica da Unidade de Convalescência, que alberga uma capacidade de 28 camas.

Apesar desta alteração que, segundo Humberto Carneiro, administrador daquela unidade hospitalar, permite "o alargamento de horário das 8 às 20 horas no Serviço de Internamento", o certo é que profissionais de saúde questionaram a legalidade dos doentes serem tratados por médicos sem especialidade de internamento.

0 Comentários

Enviar um comentário

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores