Fascismo com humor se combate

| Partilhar

.
Nacionalismo é mesmo parvoíce!

29 comentários:

  1. Caro Spicka,

    Explica-me essa que eu não percebi...

    ResponderEliminar
  2. Talvez o bairrismo seja um pouco como o Nacionalismo, embora em escala muito menor. Tenta aparecer em Guimarães, ao Centro Histórico, à noite, a alguns bares, com um cachecol do SCBraga... Maior parte dos vimaranenses é contra o que te iria acontecer, mas há uma pequena parcela de pessoas que iria concordar com o mau tratamento que ias levar... É o bairrismo exacerbado.

    ResponderEliminar
  3. Ora aí está, a meu ver, um dos importantes valores impregnados pelo Estado Novo e que ao longo dos tempos se foi perdendo. O nacionalismo e patriotismo tem vindo a ser desvalorizados, o que acho mal.
    Hoje raramente se ouve alguem dizer que tem orgulho de ser portugues. Eu orgulho-me de ser portuguesa. E se queremos um país melhor e gostariamos de sentir orgulho em sermos portugueses, cabe a todos nós sociedade civil (e nao somente aos politicos) lutarmos por um país melhor e que nos encha de orgulho. Pois se passamos a vida a criticar perjurativamente aqueles que governam o nosso país, enquanto nós próprios não fazemos nada, é errado dizer que "nacionalismo é uma parvoice".

    E agora diz-me tu, Pedro, porque afimas que "nacionalismo é mesmo parvoíce!"

    ResponderEliminar
  4. Ora aí está, a meu ver, um dos importantes valores impregnados pelo Estado Novo e que ao longo dos tempos se foi perdendo. O nacionalismo e patriotismo tem vindo a ser desvalorizados, o que acho mal.
    Hoje raramente se ouve alguem dizer que tem orgulho de ser portugues. Eu orgulho-me de ser portuguesa. E se queremos um país melhor e gostariamos de sentir orgulho em sermos portugueses, cabe a todos nós sociedade civil (e nao somente aos politicos) lutarmos por um país melhor e que nos encha de orgulho. Pois se passamos a vida a criticar perjurativamente aqueles que governam o nosso país, enquanto nós próprios não fazemos nada, é errado dizer que "nacionalismo é uma parvoice".

    E agora diz-me tu, Pedro, porque afimas que "nacionalismo é mesmo parvoíce!"

    ResponderEliminar
  5. Pedro, não quero responder por tí, mas não resisto escrever isto:

    Nacionalismo é uma parvoíce como o Bairrismo é uma parvoíce!

    Devemos pensar Portugal não de forma isolada mas sim como Europa ou no Mundo, assim como devemos pensar Guimarães ou Braga não de forma isolada mas sim como Grande Área Metropolitana do Minho.

    Só assim conseguiremnos ser melhores e maiores.

    ResponderEliminar
  6. Se eu insultar um estrangeiro sou xenófobo.Correcto.
    E se eu insultar um português? que nome se dará ,humorista?

    ResponderEliminar
  7. Caro Spicka,
    Concordo plenamente qd dizes q "Devemos pensar Portugal não de forma isolada mas sim como Europoa ou no Mundo." Mas temos de partir da parte para chegar ao todo,isto é, devemos todos nós cidadãos portugueses fazer por um país maior e melhor, mobilizarmo-nos sempre com um sentido de nacionalismo e patriotismo, pois só com estes sentimentos de valorização conseguiremos ser um grande país europeu e mundial.
    E lamento esta perda de patriotismo que nos avassala. Pois sem ele nao seremos reconhecidos a nivel europeu nem mundial.
    Temos que nos orgulhar se ser quem somos (e mobilizarmo-nos para isso) pois só assim seremos valorizados mundialmente!

    Continuo a aguardar a resposta do Pedro!

    ResponderEliminar
  8. Só falta aqui dizer ... " eu não sou português, eu sou um cidadão da europa, do mundo" .....

    ResponderEliminar
  9. Eu sou um cidadão vimaranense, sou um cidadão português, sou um cidadão da europa, sou um cidadão do mundo!

    ResponderEliminar
  10. Ora mas que contente fiquei, por saber tanta gente na blogsfera, já cá ando á tantos anos e n/ conhecia . Parabéns conterraneo

    ResponderEliminar
  11. Nacionalismo não é, nunca foi nem nunca será parvoíce... Parvoíce é dar importância a um cartaz xenófobo e ainda se dar ao trabalho de lhe responder!!! Os senhores do cartaz que se fiquem pela TV e pelo humor que têm vindo a fazer um bom trabalho, porque este cartaz é de uma infelicidade extrema! "Com portugueses não vamos lá" Devem estar a gozar comigo!!! Sinto-me um pouco insultado com o cartaz destes senhores...

    ResponderEliminar
  12. o abilio não sabe rir, não percebeu que o cartaz é a provocar os fascistas.

    ResponderEliminar
  13. Caro Spicka,
    Estamos de acordo então.
    Ainda ontem apelava num blog do Vitória de Guiamrãesà construção de uma rivalidade saudável entreas duas cidades.

    ResponderEliminar
  14. Quanto ao "nacionalismo é parvoíce" devo dizer que sim, acho que nacionalismo é mesmo uma grande parvoíce. E, por favor, não confundam nacionalismo com patriotismo. Algumas das pessoas que aqui comentaram não sabem a diferença entre nacionalismo e patriotismo.

    ResponderEliminar
  15. soube agoar que a câmara vai retirar o outdoor... só mesmo aquele presidentezeco...
    Mas valeu a pena esta forma de luta...
    Boa Páscoa

    ResponderEliminar
  16. Pedro, gostaria que quando te referisses a mim me tratasses por helena e não por "algunas das pessoas".
    E acabaste por não dizer pq achas nacionalismo uma parvoice.
    E explica lá a grande diferença entre patriotismo e nacionalismo. Porque se tens algum sentimento de nacionalismo é pq gostas da tua patria.

    ResponderEliminar
  17. E eu sei que há diferença entre nacionalismo e patriotismo. mas o que eu acima destacava, Pedro, é que ambos os valores se tem vindo a perder e era necessario uma mobilizaçao da sociedade, no papel de todos os individuos, para que possamos sentir novamente estes valores e engrandecer o país.
    Entendido? ;)

    ResponderEliminar
  18. Caro Lucovicus Rex,
    O cartaz foi retirado, não por culpa daquele "presidentezeco", mas sim porque o dito cartaz foi lá colocado de forma ilegal! Há que pagar direitos para afixar cartazes em outdoors. Que queiram fazer humor, acho bem.. Que o façam de forma ilegal, sem princípios, acho mal! Penso que neste caso os Gato Fedorento tinham estado melhor quietos.. Ou então pagavam e aí tinham direito a afixar o cartaz!

    ResponderEliminar
  19. Caro Lucovicus Rex,
    O cartaz foi retirado, não por culpa daquele "presidentezeco", mas sim porque o dito cartaz foi lá colocado de forma ilegal! Há que pagar direitos para afixar cartazes em outdoors. Que queiram fazer humor, acho bem.. Que o façam de forma ilegal, sem princípios, acho mal! Penso que neste caso os Gato Fedorento tinham estado melhor quietos.. Ou então pagavam e aí tinham direito a afixar o cartaz!

    ResponderEliminar
  20. Caro Lucovicus Rex,
    O cartaz foi retirado, não por culpa daquele "presidentezeco", mas sim porque o dito cartaz foi lá colocado de forma ilegal! Há que pagar direitos para afixar cartazes em outdoors. Que queiram fazer humor, acho bem.. Que o façam de forma ilegal, sem princípios, acho mal! Penso que neste caso os Gato Fedorento tinham estado melhor quietos.. Ou então pagavam e aí tinham direito a afixar o cartaz!

    ResponderEliminar
  21. Cara Helena,

    Vê este site: http://www.pnr.pt/ e tira as tuas próprias conclusões sobre o nacionalismo em Portugal.

    "Porque se tens algum sentimento de nacionalismo é pq gostas da tua patria." - há muitas formas de gostar do país sem se ser nacionalista.

    ResponderEliminar
  22. Porque é que nacionalismo é mesmo parvoíce? Porque este não tem razão de ser, pelo menos como a grande maioria o vê.

    Sempre que alguém vem com sentimentos nacionalistas, as pessoas sentem-se imbuídas de um pretenso sentimento altruísta em que o seu bem e o bem dos seus comuns é posto de parte em prol de uma certa imagem ou identidade nacional... E em que é que isto dá?
    Em nada...

    As pessoas deviam-se preocupar mais em viver cada vez melhor com respeito pelos seus restantes pares e esforçarem-se para isso, exercendo uma cidadania esclarecida (coisa para a qual o nacionalismo não ajuda muito...). Aí sim iriam ajudar o seu país, em vez de apregoarem sentimentos nacionalistas cada vez mais vazios de razão que não levam nada nem ninguém a lado nenhum.

    Outra achega para ajudar a explicar que o nacionalismo é parvoíce: tentem perguntar-se a vocês mesmos porque é que nasceram as nações e consequentemente o nacionalismo e vejam se este não será uma fraude...

    ResponderEliminar
  23. Digo e repito...nacionalismo não é parvoíce... Como antigo estudante de história sou obrigado a lembrar que foi graças a pequenos nacionalismos e regionalismos que no final da 1ª Guerra, o Império Austro-Hungaro e o antigo Império Prussiano (Alemanha) se desintegraram e nasceram mesmo algumas nações Balcanicas e outras nações do Norte e Leste Europeu. Outras apenas recuperam o seu devido território... E apesar de tudo, tenho um óptimo sentido de humor, apenas não gosto de sentir o meu trabalho gozado...

    ResponderEliminar
  24. Agora se me disserem, nacionalismo exacerbado é parvoíce, responderei que tudo o que exagerado é errado!

    ResponderEliminar
  25. A ver se nos entendemos:

    Eu não encontro virtudes no nacionalismo. Nenhumas. Sou opositor do nacionalismo enquanto ideologia política... Até porque a expressão do nacionalismo é incompatível com a democracia e o respeito pelos direitos humanos.

    Nenhum ideologia que pressuponha o desrespeito pelos direitos humanos me merece respeito. E, por conseguinte, todas as ideologias que não respeitam os direitos humanos são, para mim, parvoíce.

    ResponderEliminar
  26. Pedro e helena marquem um cafezinho e não se zanguem. O que os fascistas gostam é de confusão deixem-se de confusoes e extremismos preocupem-se mais com o ambiente é muito mais importante. Ja agora vai have uma exposição de columbofilia em Avintes visitem-na.

    ResponderEliminar
  27. Em relação ao cartaz dos fedorentos não o considero mínimamente ofensivo para o cidadão português. Considero, isso sim, o cartaz do pnr ofensivo para o nosso país e para os imigrantes que cá trabalham e pagam os seus impostos como todos os outros cidadãos. E a imagem do avião com a mensagem "boa viagem" é simplesmente baixa.
    As pessoas esquecem-se que somos um país de emigrantes e também nós fomos e continuamos a ser o "outro", o "estrangeiro" além fronteiras.

    Sim, o nacionalismo é parvoice, na minha opinião é amoral até, mas quando temos telhados de vidro ultrapassa o patético.

    Sentir orgulho no nosso país não implica apoiar propaganda xenofoba, ser português é uma ideia abstracta que implica um passado historico, alguns marcos e simbolos.

    O mais irónico é que a hospitalidade é uma das caracteristicas do estereotipo do português. Se estamos assim tão interessados em mostrar a veia portuguesa...porque não começar por aí? Isso seria tão "nacionalista"!

    ResponderEliminar
  28. Caro Pedro,
    ja consultei o site do PNR e, de facto, o seu programa politico com vinculo no nacionalismo e "não à imigração" parecem-me, de todo, um exagero e desrespeitador dos direito humanos como havias enunciado.
    Mas numa coisa eu tenho de lhes dar razão. De facto, tem de haver um maior controlo à imigração. Nao proibir a imigraçao(pq cada individuo deve ter o direito de se inserir na sociedade ou cultura onde se sinta melhor) mas controla-la.
    E falo-te enquanto sociologa, que o nosso país nos ultimos anos tem sido um pais com maior fluxo de imigraçao do que emigraçao. E temos vindo a assistir, infelizmente, à chegada de muitos imigrantes clandestinos que se localizam nos suburbios degradados das cidades, em bairros sociais sem as minimas condiçoes de habitabilidade e sem as minimas condiçoes de oportunidade de acesso ao mercado de trabalho.
    Isto vem degradar o pais. E os imigrantes nao terão as reais oportunidades e condiçoes de vida que procuram. Nem o nosso pais tem de facto o que lhes oferecer.
    Com base no respeito dos direitos humanos a imigraçao no nosso pais tem, de facto, de ser controlada. Para que os imigrantes nao vivam em condiçoes lamentaveis, e para que se preservem alguns dos nossos valores e da nossa identidade nacional!

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores