A "não opinião"

| Partilhar
1105 palavras, 6328 caracteres que poderiam ser resumidos da seguinte forma:

«Sou contra a subsidiação do Estado à Cultura.
Critico duramente os que apenas são contra deteminado subsídio por razões de conteúdo.
Apesar de ser contra a subsidiação do Estado à Cultura, sou incapaz de criticar a subsidiação do Estado ao Museu Salazar.
Por uma questão de coerência.»

3 comentários:

  1. Na minha opinião o Museu Salazar não deve visar a glorificação de Salazar, mas sim informar e formar sobre o que realmente foi o Estado Novo. Só nestes termos concordaria com a referida subsidiação.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  2. isto não tem nada a ver com o post, mas tenho algo que me intriga e gostava de saber. alguém sabe a história, o porquê daquele anjo que está perto da brasileira - em frente à casa da sorte - em escultura (ou algo parecido)? é muito bonito. está com uma expressão tão assombrada que queria mesmo saber por que está ali.

    ResponderEliminar
  3. A questão criação e o seu apoio (ou não) pelo estado só faz sentido dentro de um quadro de verdade histórica. A partir do momento que as pessoas não são capazes de assumir esse compromisso intelectual a discussão morreu.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores