Brincar com o fogo

| Partilhar
Que niguém se diga democrata quando apoia ou se regozija com o sequestro de 15 soldados britânicos em águas internacionais.

O Governo Religioso do Irão continua a brincar com a democracia e a ordem mundial. Espero sinceramente que o seu Presidente se queime.

8 comentários:

  1. O historial de mentiras destes senhores do Eixo Londres-Washington leva-me a não ter assim tantas certezas de aquelas seriam águas internacionais...

    ResponderEliminar
  2. O Max tem um ponto forte do seu lado... já nos mentiram antes... mas de qualquer forma não fico cheio de felicidade pelos sucessos do regime Iraniano.

    ResponderEliminar
  3. E mais, amigo Fontela: foi uma mentira que rende cerca de 1000 atentados por mês em bagdade, num brincadeirazita que ja se aproxima de um milhão de mortos. É natural que quem seja ser razoável não deva cair em juizos precipitados neste episódio UK/Irão.

    Já agora, um preciosismo amigo Morgado: salvo erro, as aguas não eram alegadamente internacionais mas sim, segundo Londres, iraquianas.

    ResponderEliminar
  4. Sempre condenei a invasão do Iaque.
    Uma ditaduta não legitima uma intervenção estrangeira, para além do mais à revelia da ONU.Aliás não tenho dúvidas que daqui a alguns anos o Iraque vai pedir uma indemnização por perdas e danos aos Estados Unidos e Inglaterra num qualquer Tribunal internacional, por guerra ilegal...

    Claro que a atitude do Irão tem o contexto que se sabe, mas nunca se saberá se, de facto, os marinheiros britânicos estavam em águas do Iraque ou do Irão...

    Mas tenho a certeza de que, se os marinheiros ingleses estivessem em território do Irão, a Inglaterra sempre o negaria...

    ResponderEliminar
  5. Os governos "muçulmanos" de democraticos têm muito pouco, mas os EUA e UK julgam-se donos do mu ndo e invadem quase quem querem, veja-se o Iraque.

    ResponderEliminar
  6. Começo por dizer que condenei e condeno a forma como foi feita a invasão do Iraque. A irresponsabilidade de tal acto, levou à quase anárquia que o Iraque vive neste momento.
    Mas, neste momento, o Irão "goza" com a comunidade internacional porque vê que os países ocidentais estão de mãos e pés atados e não se atrevem a pô-lo na linha!!
    BMM

    ResponderEliminar
  7. Acho que os erros no Iraque não justificam a situação que sucede no Irão.

    Do mesmo modo que critiquei os ingleses no Iraque, condeno a postura actual do Irão.

    ResponderEliminar
  8. Com os abusos americanos dos últimos 15 anos no mundo, volta URSS e a correspondente guerra fria, que estás perdoada...

    O equilibrio do terror afinal compensava...

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores