Apostar no Conhecimento e na Inovação

| Partilhar
Braga / Portugal
© nobilis007, Campus de Gualtar

O estímulo à inovação tecnológica, a aposta em nichos de excelência na investigação científica e o reforço da articulação entre as instituições de Ensino Superior e as empresas da região são vectores fundamentais para o desenvolvimento integrado do Minho.

2 comentários:

  1. A investigação ciêntifica e tecnológica se não for precedida de uma aposta muito forte no ensino artístico não serve de nada. Entre um engenheiro com um curso dito normal e outro de formação de base no ensino artistico, em regra o segundo é muito mais inovador e criativo apresentando na empresa onde trabalha uma mais-valia muito maior.
    Está pois na hora do governo central em conjunto com as autarquias promover o ensino artistico articulado nas nossas escolas, para que no futuro possamos ter agentes económicos mais criativos.
    Sem ensino artistico não é possìvel o crescimento ecnómico. Istos já sabem por exemplo os alemães à muitos anos.

    Almerindo Margoto

    ResponderEliminar
  2. Porque não tb ensino superior em regime noturno, será que não existem interessados (aluno)?

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores