Linda Benção

| Partilhar
DR Espaco Guimaraes
© DR
«Eu já sabia e vós também sabeis que Guimarães tem muito lindos espaços, e este [Espaço Guimarães] é mais um deles. Vamos pedir a Deus que abençoe este espaço lindo que Guimarães, a partir de agora, vai ter dentro das suas fronteiras.» [Discurso do pároco, GMRTV, aos 5'']

17 comentários:

  1. Que os consumidores estejam connosco. Amém.

    ResponderEliminar
  2. Não se entende bem o sentido do post, mas rigor não é certamente. Primeiro porque não é dircurso, segundo porque não é o pároco quem está a falar.

    ResponderEliminar
  3. Este Miguel Braga é um católico muito presunçoso... Em vez de dizer que "não se percebe o sentido do post" seria mais humilde se reconhecesse que ele próprio, na sua casmurrice católica, nunca percebe nenhuma crítica que se faça à ICAR... É a cegueira da fé. Nós percebemos.

    ResponderEliminar
  4. Será que o serviço foi pago em cheque-prenda?

    ResponderEliminar
  5. Ai é uma crítica à ICAR?! obrigado pela informação. Como se costuma dizer presunção e água benta cada um toma a que quer! Mas, ao que parece quem não está a aceitar muito bem o que os outros dizem é o Sr Carlos Luis Gomes.

    ResponderEliminar
  6. Mais uma fábrica de percentagens.
    É bom saber que algo está a ser feito para compensar o encerramento das outras fábricas, daquelas que criam riqueza. E isso deve tranquilizar-nos.

    ResponderEliminar
  7. Eu quero é muita distância dele...
    Consumismo desenfreado, praça da alimentação ou praça da mangedoura?
    Xopings nunca mais.
    E que tal os fim-de-semana, no parque da cidade, ou a revisitar o Vila-Flor, ou mesmo a respirar o Centro Histórico ?
    O quê, o Vale do Ave passa fins de semana agarrado a carrinhos de super-mercados?
    Eu quero é voltar prá ilha...
    Pobre ignorância deste povo.
    Amen !

    ResponderEliminar
  8. Daqui a nada temos é mais shoppings que pessoas!
    É verdade que cria muitos postos de trabalho, sendo esta uma zona muito afectada pelo desemprego, e a nivel arquitectónico está interessante. Mas esperemos também que haja pessoas que deixem lá o seu dinheirinho para compensar tudo aquilo.
    É que em tempo de crise, à que poupar!

    Joana

    ResponderEliminar
  9. "É verdade que cria muitos postos de trabalho", claro, muito à custa da não-renovação de centenas de contratos precários nos shoppings em redor. É o progresso só que vem disfarçado!

    ResponderEliminar
  10. Neste país, infelizmente, é-se preso por ter cão e por não ter... As pessoas nãos sabem o que querem, e esquecem-se que vivem num país que está longe de ser perfeito...

    Joana B.

    ResponderEliminar
  11. Infelizmente nos dias que correm as pessoas percebem cada vez menos o significado da benção dos edifícios.

    ResponderEliminar
  12. O Sr. Miguel Braga pelos vistos gosta de insinuar e depois nao assume o que escreve.

    ResponderEliminar
  13. ò caro amigo Carlos Luis Gomes: eu não insinuei nada! disse-lo claramente e mantenho-o. E já agora contraria-me no que eu disse, relativamente ao erros do post. Quanto ao resto das suas afirmações, para se fazer alguma crítica até para isso é preciso ter-se categoria.

    ResponderEliminar
  14. A catedral dos farrapos...

    ResponderEliminar
  15. Mais um centro de exploração de pessoas... cria empregos? Alguns, mas faz perder outros! E este acentua a exploração dos funcionãrios!
    Em Braga abriu o "novo" Braga Parque, os funcionários têm hora de saída às 11h saem às 2, 3,4h da manhã e sem receber um cêntimo por isso!
    Uma das lojas contratou 10pessoas, há menos de um mês... resta uma lá a trabalhar!
    Com a abertura, as lojas do centro já diminuiram no pessoal como é obvio!

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores