No Douro, Esqueceram-se

| Partilhar
campanha2
© Dario Silva, 19-09-2009

A vida continua, o tempo é de trabalho e de colheita.O local chama-se Quinta de Campanhã e daqui se avista a Régua e a estação do Godim. Na outra encosta repousam-se os olhos na auto-estrada 24 (grátis), no rio Corgo, na linha do Corgo, no apeadeiro de Tanha.E hoje, para além de outras coisas certamente interessantes que aconteceram em Portugal, a CP operou o primeiro Comboio das Vindimas, uma experiência degustada por 250 pessoas.
Parabéns.

4 comentários:

  1. Não era essa a foto, Dario. Era a da outra senhora que andava a vindimar de boné do Vitória.

    ResponderEliminar
  2. O Douro vinateiro e o Douro paisagístico, ao lado do Douro de grandes quintas pertencentes a estrangeiros.Mas é esse Douro que nas suas entranhas tem pequenas linhas férreas que ninguém quis ou quer manter.Talvez uma outra geração, um dia seja capaz de fazer alguma coisa pelo Douro dos penhascos, das aldeias isoladas, das pessoas escondidas e ignoradas em pequenos lugares, ás vezes próximas de um comboio, que já por ali passou...

    ResponderEliminar
  3. Tem razão o autor do texto anterior, porém temos de ser capazes de viver e entender os politicos que temos.Convém ter sempre presente que, muitos deles nunca fizeram mais nada na vida e falam de trabalho como se tivessem algo a ver com ele.Pessoas com mais de vinte anos apenas na Politica, a falar de trabalho?

    ResponderEliminar
  4. Um passeio ao Douro e pelo Douro, constitui um aperitivo único para qualquer amante da Natureza.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores