Haja Decoro!

| Partilhar
Fada Radio model 652, "The Temple", 1946
© galessa's plastics

A Antena 1 organiza um programa de debate desportivo em que convida um adepto do Porto, outro do Benfica e outro do Sporting. Nesses programas, cada um deles destila argumentos em favor dos respectivos clubes, numa espécia de guerra a trêz vozes. Após queixas de vários ouvintes relativamente à falta de contraditório, Tiago Alves esclarece que «não se pretende analisar os jogos, mas sim o estado das equipas principais da Liga, as que jogam para o titulo e que ganham títulos na Europa, as que representam a esmagadora maioria dos portugueses.»

Em primeiro, Tiago Alves deve andar muito distraído na moderação do programa. Sempre que o oiço, são os jogos dos três clubes chamados grandes que são analisados. Em segundo, Tiago Alves devia saber que o Sporting de Braga já ganhou títulos na Europa e nos últimos tem estado sempre no pódio entre os clubes que mais contribuem para o ranking internacional de Portugal, motivo bastante para que o critério enunciado desqualifique gravemente o seu conhecimento da realidade desportiva nacional. E, em terceiro, o critério da «esmagadora maioria dos portugueses» está por demonstrar de forma objectiva. Adicionalmente, é preciso deixar bem claro que, ainda que a maioria apoie esses três clubes, a sua quota de adeptos não é de 100%, nem nada que se lhe possa comparar pelo que o critério da Antena 1 é inegavelmente inconsistente.

Tiago Alves aborda a questão da ausência de contraditório afirmando que «está salvaguardado e é praticado de forma muito estimulante, do meu de vista, por três adeptos de clubes rivais que estão no mesmo plano competitivo». O ridículo da afirmação é tamanho que esta visão só pode ser vista como anedótica. É mais ou menos como assumir que o CDS-PP não precisa de defender pontos de vista nos debates com o PS, porque o PSD já rebate os argumentos dos socialistas...

Por tudo o que pode ler-se na sua resposta, parece evidente que a posição assumida por Tiago Alves não passa de uma profissão de fé cega ao favorecimento dos três clubes chamados grandes por parte da estação de serviço público. Quando alguém não compreende que não é por serem Grandes Adeptos que deixam de ser Adeptos dos Grandes, está tudo dito. A ironia é que os impostos nos são cobrados compulsivamente e ninguém nos pergunta se somos adeptos de um clube que nao ganha títulos europeus ou de um clube que os ganhou quando os meus pais ainda nem sequer tinham nascido...

12 comentários:

  1. A haver algum comentador para além dos 3 Grandes, esse alguém teria óbvia e inequivocamente de ser do Guimarães.

    Ah! e os "títulos" que o Braga ganhou na Europa, "foram"... apenas 1 lol!
    e, nunca te esqueças, quem o conquistou foi o treinador em quem tanto gostais de cuspir agora.

    Mas de qualquer forma, não há palavras para descrever a imbecilidade.. vangloriar-se da conquista da Taça Intertoto, é o mesmo que se vangloriarem de terem conquistado o título da 2ª divisão...

    ResponderEliminar
  2. Não é uma questão de "favorecimento", é uma questão de mentalidade.
    Não podemos estranhar que os árbitros também interiorizem isso. É assim como algo que está em toda a parte.

    ResponderEliminar
  3. Sim, sim anónimo das 19.40, como se jogar na Taça Uefa contra equipas europeias fosse o mesmo que jogar na Vitalis.
    Melhor que ninguém devias tu e o teu guimarães saber.
    E sai Rennie e pomada para a dor de cotovelo!

    ResponderEliminar
  4. Suponho que a diferença entre "clubismo" e "clubite" é quando o primeiro se transforma numa doença.

    E o critério objectivo de importância social (aferido pelo número de sócios, assistências, espectadores, etc) só por má fé pode ser ignorado e desprezado.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo (10.33),

    Ninguém aqui defende que seja ignorado. O problema é que nem esse critério está a ser respeitado. Se fosse respeitado, o tempo dedicado ao Benfica, Porto e Sporting nunca poderia ser de 100% e os outros clubes 0%.

    ResponderEliminar
  6. O que este blogue defende são critérios de oportunidade que servem a clubite.

    Eu não esqueço que no ano em que o Vitória de Guimarães ficou em 3º na Liga, com apuramento para uma pré-eliminatória da Liga dos Campeões, este blogue entendeu que o facto desportivo do Minho teria sido a vitória de um campeonato numa modalidade. É certo que foi uma vitória do clube rival, no caso o mesmo Vitória de Guimarães, mas a todos ficou claro a desvalorização dda classificação do Vitória de Guimarães.

    Em matéria de futebol este blogue é o que se sabe. Até considera normal comentar jogos que não viu da forma como recentemente comentou.

    Como o futebol não é uma coisa séria, não é para levar a sério. É por isso que ainda vou levando a sério algumas coisas que leio por aqui. Se fosse pelo futebol só vinha aqui para me rir.

    ResponderEliminar
  7. Resumindo: é uma espécie de "Quadratura do circulo" no futebol onde o PS, o PSD e o CDS são uma espécie do Benfica, Sporting e FCPorto.
    O S. C. Braga e restantes devem ser equivalentes ao Bloco de Esquerda e CDU.

    ResponderEliminar
  8. Por acaso o senhor não estava à espera que fossem convidados 16 adeptos, um apoiante de cada clube da liga sagres, para o programa ou estava?

    É ricídula a forma como fala dos "titulos europeus" quando foi apenas um, numa competição totalmente desvalorizada pela própria entidade organizadora.

    É ridícula a forma como tenta sempre colocar o seu Braga como o coitadinho que gostava de ser grande mas nunca o será. Há muitos, digo muitos, clubes portugueses com muito melhor palmarés do que o Braga.

    ResponderEliminar
  9. Muitos? São quase todos. Uma Taça de Portugal e uma Intertotós é o mesmo que nada. Pior que isso só mesmo o Guimarães que, com apenas uma Supertaça, passa também a vida a pôr-se em bicos de pés... ridículo.

    O que diriam clubes como Boavista, Belenenses, Vit. Setúbal, etc. se lessem as barbaridades que estes neo-adeptos de futebol passam a vida a debitar...

    ResponderEliminar
  10. A Antena 1 rouba dinheiro a todos os contribuintes e só serve alguns. O critério é verdadeiramente inacreditável!!!! Este Tiago Alves sinceramente.

    Quanto aos invejosos do Braga, tomem rennie que isso passa!

    ResponderEliminar
  11. Ó anónimo das 19:40, o pior foi que o teu vitorinha nem sequer ganhou a liga vitalis!!

    Ah ah ah ah!

    ResponderEliminar
  12. Todos tão pequenos... uns porque ganharam outros porque não ganharam.

    É pena é que se tratem de competições secundárias...

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores