Acontece no Minho | 30

| Partilhar
DEVOTCHKA
© kirstiecat

Soltando os Cachorros (teatro)
[8 de Maio, 21h30m. Theatro Circo, Braga]
“Soltando os Cachorros” pretende, de maneira lírica e divertida, resgatar, sob formato de recital, a alma e a verve de três grandes escritoras do século XX. Mulheres que atravessaram os anos de chumbo e de flores psicadélicas ingerindo pedra e regurgitando poesia. Poemas, crónicas, aforismos e diálogos formam a lava deste espectáculo que contará em cena com duas actrizes e uma violoncelista.

Quarteto de Cordas de Matosinhos
(música)
[8 de Maio, 22h. Centro Cultural Vila Flor, Guimarães]
O consagrado clarinetista António Saiote junta-se ao Quarteto de Cordas de Matosinhos para interpretar duas pérolas do repertório de música de câmara: o quinteto para clarinete e quarteto de cordas de Mozart e Brahms.

DeVotchKa (música)
[8 de Maio, 22h. Casa das Artes, Famalicão]
Fundem música Romena, Grega, Eslovena, Bolero e Mariachi com “ADN” das bandas emblemáticas do punk. Baseados em Denver, Colorado, o quarteto (na foto) é formado por Nick Urata, Tom Hagerman, Jeanie Schroder, que toca “sousaphone” (Instrumento inventado pelo Português emigrado nos EUA de seu nome Mr. Sousa) e baixo; E ainda por Shawn King.

Cinderela
(musical)
[9 de Maio, 21h30m. Theatro Circo, Braga]
Bailado em 3 actos, 'Cinderela' é uma história intemporal que atravessa diversas gerações. Baseado no conto de fadas “A Gata borralheira” de Charles Perrault, 'Cinderela' conta a história de uma rapariga que encontra o amor e a felicidade através dos seus nobres actos de generosidade. Um espectáculo memorável, apresentado pela “Russian Classical Ballet”, uma das companhias mais cobiçadas da actualidade.

Azevedo Silva (música)
[9 de Maio, 22h30m. Velha-a-Branca, Braga]
Era uma vez — e é assim que começam todas as boas histórias. Autista, segundo disco de Azevedo Silva, é um exercício de tristeza, isolamento e quase solidão. É a ironia da percepção de quem vive num mundo próprio rodeado de gente, porque afinal somos todos um pouco assim: autistas. Neste universo – paralelo, pois claro! — a realidade é um acto demasiado consciente.

Aquaparque (música)
[9 de Maio, 23h59m. Convívio, Guimarães]
"Uma oferta musical curiosa: há quem lhe chame meta-prog. Teclados e mais teclados, percussão e vozes [numa] mistura algo surpreendente." Assim escreveu a prestigiada Blitz sobre um projecto que agora se apresenta no Convívio de Guimarães.

Angelite: O Mistério das Vozes Búlgaras (música coral)
[10 de Maio, 16h. Casa das Artes, Arcos de Valdevez]
Pela segunda vez, a Casa das Artes arcuense recebe aquele que é considerado o melhor projecto coral, de origem tradicional europeia, do mundo. A primeira reacção ao escutarmos um coro de vozes búlgaras é sem dúvida a estranheza. Não é normal, e poucas vezes parecerá humano, a alternância da “violência” vocal destas mulheres com a doçura das suas vozes.

1 comentário:

  1. Um blog do Minho sem mencionar uma única vez um evento da cidade "Enterro da Gata". Porquê ?

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores