Estão Todos Doidos?

| Partilhar
Spes altera vitae
© DTP999

Segundo o Expresso, «o Ministério da Educação acreditou um curso de formação para professores ministrado pela Fundação Casa Índigo, uma instituição baseada na teoria de que a 'aura' das crianças tem diferentes cores, em função da sua energia e da ligação que mantêm com o universo». A avaliar pela amostra, o Ministério da Educação ainda vai contratar a Maya para formar os professores em astrologia, horóscopo e afins...

9 comentários:

  1. Há muito que estão todos doidos, mas só quem está dentro do sistema se tem apercebido. Se alguma vez for possível endireitar o que nestes cinco anos se fez, serão precisos muitos anos...
    A nível da formação de professores, destruiu-se tudo. E agora isto!

    ResponderEliminar
  2. tem alguma lógica. tendo em conta o estado da educação, é a única forma dos meninos aprenderem.. através de artes mágicas e energias seculares que subitamente invadem os cérebros e lhes dão os conhecimentos que deviam ter adquirido nas aulas...

    acho até que deviam ter aulas em hipnose e de regressão a vidas passadas. depois os CNO e os RVCC dão-lhes um diploma baseado nas profissões e qualificações que tiveram em vidas passadas.

    ResponderEliminar
  3. O descrédito do ensino publico vai continuando... daqui a pouco alguém vai começar a dizer que para ser sério era preciso entregar as escolas a empresas... e o mais estúpido é que vai haver quem não veja que isto é um esquema.

    ResponderEliminar
  4. Completamente! e um curso com o Paulo Coelho? para quando?
    e depois um pós graduação com o prof. bambo...

    ResponderEliminar
  5. Agora em qualquer sítio há cursos "acreditados".Agora só faltam em Vale de Judeus ou em Custóias ,já que os da Independente já se foram.Haja juízo e bom senso.

    ResponderEliminar
  6. Realmente estão doidos! O ministério da Educação cooperar com formações inuteis, inoportunas e provavelmente com pouco rigor e carácter científico, numa altura em que o páís necessita de seriedade nas suas políticas, é realmente de levar as mãos à cabeça!

    ResponderEliminar
  7. Este é um daqueles casos em que a ignorância e a má fé se juntam, extasiados ambos, para causticar quem quer que passe pela sua frente, num dia não. No caso presente, frágil e combalido como está, a vítima foi o Ministério da Educação. É que, simplesmente, a responsabilidade pela acreditação das acções de formação para professores não é da responsabilidade do Ministério da Educação mas do Conselho Científico-Pedagógico de Formação Contínua(http://www.ccpfc.uminho.pt/), curiosamente com sede em Braga e curiosamente presidido pelo ilustre Sérgio Machado de Santos, tão importante ex-Reitor da Universidade do Minho (façam, agora, o favor de lhe pedir responsabilidades, no mesmo tom chocalheiro).
    O Ministério da Educação nada tem a ver com a acreditação de acções de formação. Nada. O Conselho em causa é completamente indepentemente do ME.
    E também será de surpreender que os blogers, salivantes, subscrevam e engordem a estultícia jornalística?
    Isto está tudo um nojo!

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores