A Boa Moeda

| Partilhar
«A política deu um trambolhão qualitativo. As ‘jotas’ e os aparelhos partidários expelem gente destituída de preparação cultural, técnica, social e humana, catapultando-os para cargos de topo que não merecem.
Esta constatação é quase unânime. No entanto, quando, por excepção, surge na política alguém com provas dadas na sociedade civil e cujo perfil contrasta com os defeitos apontados aos que foram gerados pelo ‘aparelhês’, muitos exigem a sua imolação. Sentenciam que “não é conhecido” ou, ainda mais lerdo, que “não tem prática“.
A política só se renova se os melhores fizerem parte dela. Por isso, goste-se ou não do que defende, Vital Moreira é um óptimo candidato ao PE. Os seus adversários aprenderão isso bem cedo. Ou mais tarde, da pior maneira.» [CAA, Correio da Manhã]

3 comentários:

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores