Dois Ponto Zero [14]

| Partilhar
A ler: Em Oposição à Esquerda Que Não Tutelam, por Pedro Correia; O Glorioso Titanic, por João Gonçalves; Mistério, por Vital Moreira.

8 comentários:

  1. Mais um "visionário" que anuncia o fim do PCP...já lá vão 90 anos, um muro, o fim da URSS...
    Entretanto o PCP sobe de eleições para eleições, a festa do avante é o grande e único evento cultural deste país, congregando gente de todos os quadrantes da sociedade (ao contrário de pontais e madeiras)e a influencia junto das organizações sindicais é um sucesso.
    Quem ainda não percebeu o papel do PCP na socieade portuguesa jamais o vai entender porque estão demasiado formatados a um modelo que o PCP não segue.O PCP segue o seu próprio modelo e por essa razão é único a nível mundial.
    E se hoje em dia a grande avalancha do neo liberalismo protagonizada pela flexi-segurança ainda não chegou, deve-se à luta do PCP nas ruas.
    Entretanto os neo liberais vão engolindo os seus próprios sapos: nacionalizações de bancos falidos, ultra regulação apregoada, etc...
    Se tais falhanços se dessem no âmbito do PCP seria o fim (apregoariam alguns).
    Entretanto o comité central renovou-se e lá vieram as críticas.Renovou-se vejam lá!
    Mais gente jovem,novas ideias, mais força!
    A gentinha não se apercebe que no PCP os cargos não são vitalícios e que as pessoas servem e não se servem como no outros.É difícil de perceber neste país da treta não é?
    Entretanto os autarcas e deputados comunistas continuaram a dar grande parte dos vencimentos ao partido porque estes não vão para a política para auferirem um vencimento.Por essa razão não há conselheiros de Estado comunistas riquíssimos.
    Por fim, olhem à vossa volta e vejam qual é o partido que congrega a gande franja de intelectuais deste país, incluíndo o prémio Nobel.Bem sei que vocês não gostam de Saramago.Na minha terra diria que ele é muito à frente da camabada de ignorantes reinantes nesse país.Espanha agradece.
    De facto o PCP tem princípios, valores e os seus militantes lutaram pela liberdade deste rectângulo enquanto outros viviam os seus sonos de cobardia.
    Em todo o mundo quando se vê terrade resistência, vê-se terra de comunista.E Cuba deixou de ser um bordel americano à muito tempo.
    Outros não percebem como não têm sequer metade da competência que existe num país de terceiro mundo apesar de terem estudado em universidades de luxo e opinarem porcaria intelectual em blogs "arrumadinhos".
    PCP sempre!

    ResponderEliminar
  2. Mas o PCP já não dizia isto?

    "Nobel alerta para distorções nas respostas à crise financeira e à crise climática
    03.12.2008
    AFP, PÚBLICO

    O presidente do Painel Intergovermental para as Alterações Climáticas (IPCC) e Nobel da Paz em 2007, Rajendra Pachauri, diz-se admirado com as distorções nas respostas a alguns dos maiores problemas internacionais, nomeadamente com o facto de se investirem milhões de dólares para salvar um sistema bancário em crise, quando a luta contra a pobreza ou contra as alterações climáticas não conseguem mobilizar fundos.

    Numa entrevista à AFP, à margem da conferência das Nações Unidas sobre o clima a decorrer em Poznan, Polónia, até dia 14, Pachauri fala de um verdadeiro “desafio à lógica”. “É verdadeiramente estranho o que se passou nestes últimos dois, três meses”. “Desafia toda a lógica se pensarmos no dinheiro gasto nestas acções de resgate, assim tão rapidamente, sem interrogações”, comenta.

    Pachauri lembra, em comparação, a adopção em 2000 pela ONU dos Objectivos do Desenvolvimento do Milénio, relativos à redução da pobreza e das desigualdades no mundo. “Quando os objectivos foram pensados e planificados, o antigo Presidente do México Ernesto Zedillo, que presidia o comité, fez uma modesta proposta de 50 mil milhões de dólares (cerca de 39 mil milhões de euros) por ano em favor das regiões do mundo que simplesmente não tinham os meios para cumprir esses objectivos. Mas todos fizeram chacota e ninguém teve o menor gesto”.

    “Hoje, as agências e organizações que são responsáveis pela sua própria queda e pela falência de todo o sistema beneficiam de montantes como 2.700 mil milhões de dólares (cerca de 2,1 mil milhões de euros)!”.

    Para Rajendra Pachauri, estes casos ilustram a “distorção” do sistema económico.

    O responsável pelo IPCC não esquece ainda as emissões de gases com efeito de estufa, acusadas de serem as responsáveis pelas alterações climáticas. “Se não agirmos agora, os impactos das alterações do clima vão agravar-se progressivamente até um ponto – que já é o caso em algumas regiões do mundo – em que os prejuízos serão consideráveis”.

    A altura é a mais indicada para inverter padrões de acção. No âmbito da crise económica, “vai ser realizada uma vasta reavaliação das formas de crescimento económico”. “Acredito que iremos assistir a uma grande mudança para uma utilização mais eficiente dos recursos naturais e de energia”.

    A conferência em Poznan, até 14 de Dezembro, deve preparar as negociações de um novo acordo contra as alterações climáticas, que suceda ao Protocolo de Quioto, que expira em 2012. Este acordo deverá estar concluído no final de 2009, em Copenhaga. Desta vez deve incluir os Estados Unidos, que rejeitaram ratificar Quioto.

    Rajendra Pachauri espera encontrar-se o mais rápido possível com o Presidente norte-americano eleito Barack Obama para lhe dar conta do seu sentimento de urgência. “Se puder estar com ele dez minutos, é tudo o que eu preciso”, garante.

    O IPCC é um organismo científico criado em 1988 pela Organização Meteorológica Mundial e pelo Programa das Nações Unidas para o Ambiente para disponibilizar aconselhamento independente sobre as alterações climáticas."

    ResponderEliminar
  3. A existência do PCP mostra como somos um dos países mais atrasados da Europa.

    ResponderEliminar
  4. E opiniões como a sua (Nuno) demonstram que o 25 de Abril foi um incómodo para algumas pessoas.

    ResponderEliminar
  5. Judite de Sousa: "de que modo a coreia do norte contribui para o socialismo" ( + ou - ).

    Jerónimo: " O imperialismo americano, a guerra do Afeganistão, o Iraque...".

    E Judite não insiste!

    Para quê?

    O PCP com a sua força e peso eleitoral, necessita de defender estes "socialismos" da treta!

    Têm de se agarrar aos 5 países para não demonstrarem qualquer "renovação"!

    São 20 anos de retrocesso. Os militantes mais fervorosos adoram essa coisa da saudade da DDR, e as suas medalhas nos jogos olímpicos.

    ResponderEliminar
  6. O 25 de Abril foi óptimo!
    O PCP queria era dar o golpe no 25 de Novembro, para impor uma ditadura comunista e não conseguiu.

    ResponderEliminar
  7. Este Nuno esteve adormecido durante os mais de 40 anos de ditadura e acordou no 25 de Novembro.Eu sei que muitos de vós querem esqecer o 25 de Abril mas essa é a data mais importante do país a seguir à data de independência.
    Porque raio o PCP tem de justificar outros países quando o PSD, O CDS e PS não justificam as atrocidades no Iraque quando foram estes partidos que apoiaram a invasão?
    Porque raio não justificam estes partidos o apoio à organização dos JO na China?
    Porque razão não justificam o golpe no Chile de Allende?
    Somos sempre nós que temos de justificar?
    Para terminar, o PCP foi um dos partidos que contribui para a construção da constituição portuguesa na assembleia constituinte, uma constituição que é considerada como um avanço no s direitos, liberdades e garantias a nível mundial e que na sua época era um raio de luz no meio da escuridão.
    O PCP esteve lá.
    Tenho dito.

    ResponderEliminar
  8. O 25 de Novembro seguiu-se ao PREC, onde o PC quase destruiu o país.
    Se é certo que o PCP desenvolveu uma oposição ao regime de Salazar heróica, a verdade é que se deu mal com a democracia (e os resultados das várias eleições mostram isso mesmo - o povo português nunca mais quis os comunistas no Governo).
    O PC está ligado à URSS e à Cortina de Ferro, como o PS, o PSD e o CDS estão à Europa Ocidental. Cada um escolhe os amigos que quer.
    A concluir, uma Constituição que começa por nos querer dirigir "rumo ao socialismo" fecha a luz no fim do túnel...

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores