| Partilhar
Na Esquina da Avenida

Um Programa Televisivo

No momento em que escrevo, num canal televisivo, é exibido um programa de Teresa Guilherme. Sei isso porque a encontrei quando, há instantes, fui dar uma volta à televisão. Não a vi logo. Primeiro era exibido um rapaz. Depois, foi tudo muito rápido: apareceu a Teresa Guilherme que perguntou se uma senhora que ali estava presente era boa mãe; a seguir, surgiu o rapaz a responder que não; finalmente, viu-se o rosto da senhora que o rapaz disse que não era boa mãe. Vi isto e bastou. Se, quando mudei de canal, me tivesse aparecido logo a Teresa Guilherme, nem isto teria observado. É que, embora eu não seja propriamente muito crédulo, acredito que os programas da apresentadora embotam as pessoas.

Suponho que ainda não há estudos universitários sobre o assunto, mas, se algum dia se fizerem, ficar-se-á a saber o que, já agora, é uma evidência: Teresa Guilherme provoca nos telespectadores um descomunal aumento da actividade na parte do cérebro em que se produz a estupidez, aqui tomada no sentido que lhe dá Carlo M. Cipolla em Allegro Ma Non Troppo. E se o rapaz que, há pouco, estava no programa é um modelo de participante, é bem provável que só os dotados de uma never-ending stupidity possam ser chamados a contracenar com a dita Teresa Guilherme.

2 comentários:

  1. nao posso com ela, mas apenas se aproveita da estupidez que grassa na cabeça (ou ausencia da mesma) da maioria.

    porque é tão estúpido quem vai aos programas como quem vê. e ela não é nada estúpida em fazer dinheiro com isso. só não tem é escrúpulos.

    ResponderEliminar
  2. Notícia do dia:

    "Cinema S. Geraldo vira silo-auto?"

    Mais pormenores no blog Bracara Angustia.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores